Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

  • Futuro Sorriso!

    Simião Célio posta vídeo para música Futuro Sorriso no YouTube

  • Reportando!

    6ª edição do AGORA SOMOS UM

  • Entrevista com Wallas Silva

    "Lutador de Muay Thai""

quarta-feira, 31 de maio de 2017

PF confirma assassinado de delgado que investigava acidente de Teori

Delegado que abriu inquérito sobre acidente de Teori Zavascki é morto durante briga em Florianópolis, junto com outro colega
Delegado que abriu inquérito sobre acidente de Teori Zavascki é morto durante briga em Florianópolis, junto com outro colega
Dois delegados da Polícia Federal do Rio morreram em Florianópolis (SC), na madrugada desta quarta-feira (31). Elias Escobar, de 60 anos, e Adriano Antônio Soares, de 46, estavam na cidade para um curso da instituição. De acordo com a PF, um desentendimento entre os policiais e o empresário Nilton César Souza Júnior, de 36 anos, deu início a uma troca de tiros, e os dois morreram baleados. Júnior está internado na UTI de um hospital da região.
Adriano Antonio Soares era delegado-chefe da Polícia Federal em Angra dos Reis desde 2009. Em janeiro, ele abriu o inquérito sobre o acidente aéreo que causou a morte do ministro Teori Zavascki, então relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Na ocasião, Soares decretou o sigilo da apuração.
Já Elias Escobar havia trabalhado em Volta Redonda, no interior do estado, por dois anos. Ele comandou a investigação que resultou na prisão de oito policiais civis por envolvimento em tráfico de drogas e extorsão no sul do estado, em Minas Gerais e São Paulo, em 2014.
De acordo com o delegado, Ênio de Oliveira Matos, titular da Delegacia de Homicídios de Florianópolis, não há outros envolvidos no confronto. Segundo a Polícia Federal, os policiais estavam dentro de uma casa noturna no bairro Estreito quando houve um desentendimento, e os tiros foram disparados.
Leia, na íntegra, a nota enviada pela PF:
“A Polícia Federal lamenta a morte de dois delegados, ocorrida na madrugada de hoje (31/05) em Florianópolis/SC. Os dois atuavam em Angra dos Reis e Niterói, respectivamente, e estavam na cidade participando de uma capacitação interna. O falecimento dos policiais decorreu de uma troca de tiros em um estabelecimento na capital catarinense.
Neste momento de imensa tristeza, a Polícia Federal expressa suas condolências e solidariedade aos familiares e amigos enlutados.
Sobre informações que relacionam um dos policiais mortos à investigação do acidente aéreo que vitimou o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, a PF esclarece que o inquérito que apura o caso encontra-se em Brasília/DF, presidido por outro delegado, e apenas foi registrado em Angra dos Reis, local do fato”.
Fonte: Extra e PF

terça-feira, 30 de maio de 2017

STF nega a Renato Duque extensão da liberdade concedida a Dirceu


Imagem: Marcelo Camargo/Agência BrasilA Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou nesta terça-feira (30) um pedido de liberdade do ex-diretor da Petrobras Renato Duque.
Por unanimidade, os ministros do colegiado — Dias Toffoli, Edson Fachin, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Gilmar Mendes –, rejeitaram um pedido de extensão da liberdade concedida no início do mês ao ex-ministro José Dirceu.
No pedido, Duque afirmou que está preso há dois anos e dois meses “sem culpa formada” e pede que sejam revogadas ordens de prisão em quatro ações penais às quais ele responde. Segundo a defesa, ele não representa mais risco às investigações.
Duque argumentava ainda que os motivos de sua prisão e de Dirceu eram os mesmos e que as ordens de prisão contra ele nos diferentes processos a que responde têm também os mesmos motivos.
Os ministros da Segunda Turma entenderam, porém, que não há similaridade entre os dois casos e, com isso, a soltura de Duque não era justificada.
No caso de Dirceu, Segunda Turma liberou o ex-ministro por considerar que a prisão estava alongada e representava uma antecipação da pena, já que não havia condenação em segunda instância.
O colegiado também rejeitou estender a decisão favorável a Dirceu a dois sócios da construtora Credencial – Eduardo Meira e Flácio Henrique Macedo, presos há um ano. Os ministros consideraram que os dois ainda têm recursos pendentes de decisão no Supremo e que, por isso, não poderiam ter apresentado mais um.
Fonte: G1

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Janot trata ministro Gilmar Mendes como inimigo da Lava Jato

Rusgas entre os dois lados vão longe. PGR pediu que ministro seja declarado impedido de relatar ação envolvendo empresário Eike Batista; em manifestação enviada à Corte, Gilmar diz que ação é 'ataque pessoal'
Rusgas entre os dois lados vão longe. PGR pediu que ministro seja declarado impedido de relatar ação envolvendo empresário Eike Batista; em manifestação enviada à Corte, Gilmar diz que ação é ‘ataque pessoal’
A Procuradoria-Geral da República (PGR), chefiada por Rodrigo Janot, trata o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes como inimigo da Lava Jato.
Segundo a coluna Expresso do site ‘Época’, o  que era um mal-estar constante se tornou uma convicção. “As rusgas entre os dois lados vão longe”, afirmou o jornalista e colunista Murilo Ramos.
Suspensão de processo
Gilmar Mendes solicitou que a Corte arquive o pedido de impedimento proposto pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na ação envolvendo o empresário Eike Batista.
O ministro Gilmar respondeu a ofício enviado pela presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, que abriu espaço para que o magistrado se manifestasse sobre a ação.
No início do mês, Janot entrou com ação para que Gilmar Mendes seja impedido de atuar no caso de Eike, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro em um desdobramento da Lava Jato. Relator do processo na Suprema Corte, Gilmar mandou soltar o empresário no final de abril.
O chefe do Ministério Público questionou a isenção e a imparcialidade do ministro do Supremo e afirmou que Gilmar Mendes não poderia ter atuado na análise do habeas corpus apresentado pela defesa de Eike. O argumento utilizado por Janot é de que a mulher do ministro, Guiomar Mendes, trabalha no escritório de advocacia de Sérgio Bermudes, que advoga para o empresário.
No documento, Gilmar Mendes afirma que o pedido feito por Janot foi um “ataque pessoal” e que foi proposto somente depois que a decisão tomada por Gilmar Mendes no caso fosse diferente da esperada pelo procurador.
“Ao ser intimado da decisão favorável ao Ministério Público, o Procurador-Geral da República não recusou o signatário. Apenas depois de uma nova decisão, contrária à acusação, resolveu agir e, ainda assim, a destempo, como já demonstrado. Trata-se da velha estratégia, tantas vezes combatida pelo Ministério Público, de recusar juízes que decidem desfavoravelmente à parte”, afirmou Gilmar Mendes na manifestação.
Além de criticar o procurador-geral, o ministro diz no documento que, ao propor a ação de impedimento, Janot prejudicou a própria imagem ao agir com “imprudência” e usar argumentos “inconsistentes” ao formular o pedido.
“O arguente, ocupante eventual da Procuradoria-Geral da República, também teve a imagem afetada em razão das aleivosias inconsistentes que formulou. […] O voluntarismo e a ousadia, estimulados por qualquer tipo de embriaguez, cegueira ou puro despreparo, não devem ser a força motriz de atos processuais. O instituto da arguição de impedimento foi usado como um ataque pessoal ao magistrado e, pior, à sua família. A ação do Dr. Janot é um tiro que sai pela culatra. Animado em atacar, não olhou para a própria retaguarda. As verdadeiras vítimas de sua imprudência foram as altas instituições do Supremo Tribunal Federal e da Procuradoria-Geral da República”, complementou.

Fonte: Época e G1

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Marcelo Rezende deixa retiro espiritual ao lado de Geraldo Luís

Imagem: Reprodução/InstagramMarcelo Rezende gravou um vídeo, postado em sua conta do Instagram, deixando o retiro espiritual onde passou sete dias. O retiro foi incorporado pelo jornalista a seu tratamento contra o câncer no pâncreas e no fígado, revelado no último dia 14, no Domingo Espetacular, da TV Record. O apresentador do telejornal Cidade Alerta afirmou que está indo para um segundo momento da cura, que “não é só física, mas também espiritual”.
“Eu estou a caminho, no meio da estrada, da farmácia de Deus”, explicou Marcelo, que estava acompanhado do amigo Geraldo Luis, a quem chama, carinhosamente, de Shrek. “Shrek está me levando e nós vamos ficar essa semana inteira em oração, pedindo a Deus para que nos abençoe”, disse.
O jornalista ainda agradeceu o apoio e as orações dos fãs. “É isso que me deixa forte para seguir em frente”, disse.
O depoimento de Marcelo Rezende:
“Eu estou a caminho, no meio da estrada, da farmácia de Deus. Agora, eu entro no segundo momento da minha cura. Não só uma cura física, mas uma cura espiritual. Shrek está me levando e nós vamos ficar essa semana inteira em oração, pedindo a Deus para que nos abençoe. Eu agradeço o tanto que você está orando por mim, o tanto que você está do meu lado e é isso que me deixa forte para seguir em frente. Amém, um beijo e obrigado”.
Fonte: Veja

Justiça frustra transferência de Sérgio Cabral para presídio mais confortável

Instalação de câmera no presídio de Benfica adia a transferência de Sérgio Cabral
Instalação de câmera no presídio de Benfica adia a transferência de Sérgio Cabral
Apesar da tentativa da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), a transferência do ex-governador Sérgio Cabral para uma carceragem mais confortável não deve acontecer tão cedo. A informação é do site do ‘O Dia’.
O juiz Guilherme Schilling Pollo Duarte, da Vara de Execuções Penais do Rio (VEP), determinou a instalação de uma nova câmera na entrada do Presídio de Benfica, Zona Norte carioca, antes da remoção.
A medida foi tomada após a equipe de fiscalização da VEP constatar, durante visita, a necessidade de se instalar uma câmera de ângulo frontal no controle de acesso à unidade. Cabral está, desde novembro, no presídio Bangu 8, no Complexo de Gericinó, Zona Oeste do Rio.
A Seap, em apenas três meses e ao custo de R$26 mil, reformou o antigo Batalhão Especial Prisional BEP) para acolher o ex-governador e os presos da Lava Jato que tem curso superior. As novas celas têm capacidade para seis presos, em 16m².
Em cada uma, três beliches, um banheiro com vaso sanitário, pia e um chuveiro com água fria. Cada detento tem direito a uma tomada e pode levar um ventilador. Também tem lugar para instalação de uma TV de 14 polegadas. As camas são as usadas por atletas durante as Olimpíadas Rio 2016.
No entanto, na entrada do presídio não há detector de metais e nem bloqueadores de celulares. O juiz da VEP aguarda a instalação do equipamento para autorizar a transferência dos presos.
Cabral evita falar
Mesmo diante da advertência do juiz Marcelo Bretas de que havia provas e que a audiência era o momento ideal para se defender, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral recusou-se a responder às perguntas do magistrado e de procuradores, durante audiência, ontem na Justiça Federal.
Cabral decidiu exercer o direito de permanecer parcialmente em silêncio, respondendo apenas perguntas da sua defesa e dos advogados da sua mulher, Adriana Ancelmo. Assim como o ex-governador, ela é ré no processo relativo à Operação Calicute.
Por conta disso, o interrogatório durou menos de 20 minutos. Aos questionamentos dos advogados de defesa, Cabral negou o recebimento de propinas e procurou aliviar a esposa das acusações. O peemedebista disse que sua mulher ‘jamais’ soube sobre como se davam os pagamentos das joias. Afirmou que ela não tinha conhecimento do uso de caixa dois e nega ter recebido valores pelo escritório da ex-primeira-dama, o Ancelmo Advogados. “Sempre respeitamos nossas individualidades. Jamais interferi no dia a dia do escritório dela e ela não interferiu no meu (trabalho)”.
Sobras de campanha
Ele alegou que utilizou “sobras de campanha eleitoral” para comprar joias para a sua mulher, Adriana Ancelmo. Disse ainda que adquiria as peças em dinheiro nas lojas H. Stern e Antonio Bernardo, em datas festivas. Somente na H. Stern, o ex-governador e Adriana Ancelmo, compraram 20 joias por R$ 6 milhões, entre 2012 e 2015, segundo depoimento, da diretora comercial da joalheria, Maria Luiza Trotta.
O ex-governador negou ter recebido vantagens indevidas das construtoras Andrade Gutierrez e Carioca Engenharia, conforme relatado em delação premiada por ex-executivos da construtora. Negou, ainda, ter lavado ou ocultado esses recursos. “(Essa acusação) não é verdadeira”. Segundo Cabral, as reuniões com a Andrade Gutierrez eram “sempre sobre assuntos relacionados à prestação de serviços ao Estado”.
O ex-governador também disse que não recebia 5% sobre os valores dos contratos fechados com as construtoras e que não tinha conhecimento da cobrança de 1% dos valores das obras, a chamada “taxa de oxigênio”.
Cabral responde a crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e pertinência a organização criminosa no processo da Operação Calicute. Foi o último interrogatório relacionado ao processo, que pode ter sentença até julho, segundo Bretas. Cabral é réu em mais oito processos.
Fonte: O Dia

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Com muito bate-boca, discussão da Reforma trabalhista avançar no Senado

Reforma trabalhista avança no Senado em meio a bate-boca, mas apesar de confusão provocada pela oposição e da crise política do governo com a delação da JBS, projeto segue conforme o calendário programado

A já esperada grita por parte de senadores de oposição não conseguiu impedir, nesta terça-feira (23), o avanço da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Em uma sessão tumultuada, com direito a bate-boca, dedos em riste e suspensão dos trabalhos, o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) apresentou o relatório final da matéria, passo necessário para permitir que o texto continue avançando e chegue ao plenário. A informação é da ‘Veja’.
A sessão se arrastou por sete horas e acabou suspensa após o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) não aceitar a derrota na votação de um requerimento que adiaria a leitura do parecer e, sem mais artimanhas regimentais, partiu para cima do relator Ferraço e do presidente do colegiado, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). “Eu estou profundamente chocado”, disse Tasso, após o episódio. Apesar da confusão, ele deu o relatório como lido, o que garante a tramitação da matéria conforme o calendário planejado.
A apresentação do parecer, uma medida que seria apenas protocolar, traz um certo alento ao presidente Michel Temer, que entrou no centro da Operação Lava Jato na semana passada com as explosivas delações feitas por executivos do grupo JBS. A sessão desta terça-feira era considerada o primeiro teste de fogo de Temer após a denúncia de ter dado aval para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha e indicado um aliado para negociar o pagamento de propinas. Acuado, Temer tenta impor um ritmo de normalidade no Congresso.
A delação da JBS foi o primeiro assunto discutido na sessão, quando o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) – sempre ele – questionou o episódio da última quarta-feira, dia em que as primeiras denúncias da JBS começaram a ser divulgadas. O presidente do colegiado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), porém, sustentou que o momento é “gravíssimo” e que há uma “crise profunda” no país, mas que isso deve estimular os trabalhos parlamentares como um gesto de que o país “não está totalmente à deriva”. Tasso assumiu na última semana o comando do PSDB, após o então presidente do partido, senador Aécio Neves (MG), ser afastado por também cair no grampo da JBS em meio a conversas nada republicanas. Ele mantém, ao menos por ora, o partido como aliado do governo Temer.
O relator Ricardo Ferraço chegou a anunciar na semana passada que a tramitação das novas regras da lei trabalhista estaria suspensa. Nesta manhã, ele recuou e disse que não poderia parar os trabalhos por causa da crise política. “Nós não estamos em recesso”, afirmou. O tucano, por outro lado, não fez previsões de quando o projeto será analisado em plenário. Se não houver nenhuma mudança no rito, o texto deve tramitar em outras duas comissões – a de Assuntos Sociais (CAS) e a de Constituição e Justiça.(CCJ) A matéria pode ser votada na CAE na próxima semana.

Fonte: Veja

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Dono da JBS gravou Temer dando aval para compra de silêncio de Cunha

Imagem: Divulgação

No dia 10 de maio, Joesley Batista e o seu irmão Wesley foram ao Supremo Tribunal Federal (STF) e se encontraram com o ministro Edson Fachin. Os donos da JBS, a maior produtora de proteína animal do planeta, estavam acompanhados de mais cinco pessoas, todas da empresa. Segundo matéria exclusiva do ‘O Globo’, eles foram lá para o ato final de uma bomba atômica que explodirá sobre o país — a delação premiada que fizeram, com poder de destruição igual ou maior que a da Odebrecht. Diante de Fachin, a quem cabe homologar a delação, os sete presentes ao encontro confirmaram: tudo o que contaram à Procuradoria-Geral da República (PGR) em abril foi por livre e espontânea vontade, sem coação.
Segundo a delação bombástica, o presidente Michel Temer foi gravado em um diálogo embaraçoso. Diante de Joesley, Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F (holding que controla a JBS). Posteriormente, Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley. Temer também ouviu do empresário que estava dando a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados. Diante da informação, Temer incentivou: “Tem que manter isso, viu?”.
Em nota, Temer disse que “jamais” solicitou pagamentos para obter o silêncio de Cunha e negou ter participado ou autorizado “qualquer movimento” para evitar delação do correligionário.
A assessoria do deputado Rodrigo Rocha Loures informou que ele que vai “esclarecer os fatos divulgados” sobre a delação.
Aécio Neves, Guido Mantega e Eduardo Cunha
Imagem: DivulgaçãoO senador Aécio Neves foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley. O dinheiro foi entregue a um primo do presidente do PSDB, numa cena devidamente filmada pela Polícia Federal. A PF rastreou o caminho dos reais. Descobriu que eles foram depositados numa empresa do senador Zeze Perrella (PSDB-MG).
Joesley relatou também que Guido Mantega era o seu contato com o PT. Era com o ex-ministro da Fazenda de Lula e Dilma Rousseff que o dinheiro de propina era negociado para ser distribuído aos petistas e aliados. Mantega também operava os interesses da JBS no BNDES.
Joesley revelou também que pagou R$ 5 milhões para Eduardo Cunha após sua prisão, valor referente a um saldo de propina que o peemedebista tinha com ele. Disse ainda que devia R$ 20 milhões pela tramitação de lei sobre a desoneração tributária do setor de frango.
Detalhes da operação
Pela primeira vez na Lava Jato foram feitas “ações controladas”, num total de sete. Ou seja, um meio de obtenção de prova em flagrante, mas em que a ação da polícia é adiada para o momento mais oportuno para a investigação. Significa que os diálogos e as entregas de malas (ou mochilas) com dinheiro foram filmadas pela PF. As cédulas tinham seus números de série informados aos procuradores. Como se fosse pouco, as malas ou mochilas estavam com chips para que se pudesse rastrear o caminho dos reais. Nessas ações controladas foram distribuídos cerca de R$ 3 milhões em propinas carimbadas durante todo o mês de abril.
Se a delação da Odebrecht foi negociada durante dez meses e a da OAS se arrasta por mais de um ano, a da JBS foi feita em tempo recorde. No final de março, se iniciaram as conversas. Os depoimentos começaram em abril e na primeira semana de maio já haviam terminado. As tratativas foram feitas pelo diretor jurídico da JBS, Francisco Assis e Silva. Num caso único, aliás, Assis e Silva acabou virando também delator. Nunca antes na história das colaborações um negociador virara delator.
Segundo ‘O globo’, a velocidade supersônica para que a PGR tenha topado a delação tem uma explicação cristalina. O que a turma da JBS (Joesley sobretudo) tinha nas mãos era algo nunca visto pelos procuradores: conversas comprometedoras gravadas pelo próprio Joesley com Temer e Aécio — além de todo um histórico de propinas distribuídas a políticos nos últimos dez anos. Em duas oportunidades em março, o dono da JBS conversou com o presidente e com o senador tucano levando um gravador escondido — arma que já se revelara certeira sob o bolso do paletó de Sérgio Machado, delator que inaugurou a leva de áudios comprometedores. Ressalte-se que essas conversas, delicadas em qualquer época, ocorreram no período mais agudo da Lava-Jato. Nem que fosse por medo, é de se perguntar: como alguém ainda tinha coragem de tratar desses assuntos de forma tão descarada?
Para que as conversas não vazassem, a PGR adotou um procedimento incomum. Joesley, por exemplo, entrava na garagem da sede da procuradoria dirigindo o próprio carro e subia para a sala de depoimentos sem ser identificado. Assim como os outros delatores.
Ao mesmo tempo em que delatava no Brasil, a JBS contratou o escritório de advocacia Trench, Rossi e Watanabe para tentar um acordo de leniência com o Departamento de Justiça dos EUA (DoJ). Fechá-lo é fundamental para o futuro do grupo dos irmãos Batista. A JBS tem 56 fábricas nos EUA, onde lidera o mercado de suínos, frangos e o de bovinos. Precisa também fazer um IPO (abertura de capital) da JBS Foods na Bolsa de Nova York.
Pelo que foi homologado por Fachin, os sete delatores não serão presos nem usarão tornozeleiras eletrônicas. Será paga uma multa de R$ 225 milhões para livrá-los das operações Greenfield e Lava Jato que investigam a JBS há dois anos. Essa conta pode aumentar quando (e se) a leniência com o DoJ for assinada.

Fonte: O Globo

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Globo é humilhada ao vivo e "Eu votei na Dilma" entra no jornal nacional

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Eike pode voltar para a cadeia ainda hoje se não pagar a fiança de R$ 52 milhões

Advogado de Eike diz que novo bloqueio de bens impede pagamento de fiança

Advogado de Eike diz que novo bloqueio de bens impede pagamento de fiança
O empresário Eike Batista tem até esta quarta-feira (17) à meia-noite para pagar a fiança de R$ 52 milhões e continuar em prisão domiciliar na sua casa no bairro do Jardim Botânico, na zona sul do Rio. O valor foi estipulado pelo juiz da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, como medida cautelar para o empresário poder cumprir pena fora da cadeia. Mas de acordo com a defesa, Eike não tem como cumprir a exigência. “Todos os bens de Eike Batista estão bloqueados”, revelou o advogado Fernando Martins, em entrevista à Agência Brasil. A informação é da ‘Agência Brasil’.
De acordo com o advogado, existe um processo na 3ª Vara Federal Criminal em que o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) fixou o montante de bens bloqueados, mas na sexta-feira passada a juíza federal Rosália Monteiro Figueira ampliou o valor de bloqueio para R$ 900 milhões. Para a defesa, isso representa um excesso de bloqueio. “É uma decisão da qual nós já estamos recorrendo, que é incabível, uma vez que o próprio tribunal já havia fixado os valores de bloqueio e existe um excesso de bens bloqueados”, contou.
Fernando Martins informou que, inicialmente, foram bloqueados no processo R$ 400 milhões, mas posteriormente a 3ª Vara Federal Criminal reduziu o valor para R$ 162 milhões. Depois disso, o Ministério Público Federal recorreu da decisão ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) que manteve o valor. “Alegou que tudo que havia acima de R$ 162 milhões era um bloqueio em excesso e deveria ser devolvido a Eike. Então, isso é fato já julgado pelo TRF”, justificou.
Para o advogado, existe uma clara perseguição a Eike Batista que impede o seu cliente de fazer o pagamento, após o pedido do juiz Bretas de transferir a fixação do valor da fiança da 3ª para a 7ª Vara Federal Criminal, conforme tinha pleiteado a defesa. “O juiz Marcelo Bretas concordou com isso. O posicionamento dele tem sido muito razoável”, completou.
Caso não consiga fazer o pagamento, o empresário deve voltar para a Penitenciária Bandeira Stampa (Bangu 9), no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste, onde ficou preso de 30 de janeiro a 30 de abril. “Não havendo essa decisão [de transferir o bloqueio equivalente à fiança para 7ª Vara] ele não vai conseguir cumprir a fiança e volta para a prisão”, acrescentou.
Eike Batista foi liberado por uma decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, com substituição da prisão por medidas cautelares como monitoramento por tornozeleira eletrônica e proibição de deixar o país em autorização da Justiça.
A prisão domiciliar foi confirmada um dia antes dele deixar a penitenciária, pelo juiz federal de plantão, Gustavo Arruda Macedo, do 16º Juizado Especial Federal do Rio de Janeiro, que incluiu nove medidas cautelares, entre elas, a de se manter afastado da direção das empresas envolvidas, em especial as do Grupo X, e a de não manter contato com qualquer pessoa que seja ré ou investigada em processos relacionados à Lava Jato.
Delação
O advogado confirmou que Eike Batista iniciou uma conversa com o Ministério Público Federal para uma delação para tentar reduzir punições da Justiça, mas essa não é uma decisão da defesa. “Essa questão é um meio de defesa, mas é puramente uma decisão do cliente e não me manifesto nem favorável nem contrário. O cliente é quem tem o entendimento sobre esta questão”, disse.
Fernando Martins ponderou que a formalização do acordo de delação depende de o MPF aceitar ou não, após analisar se Eike tem informações relevantes. O advogado disse que têm surgido notícias sobre o tipo de delação que o empresário poderia fazer, mas tudo não passa de especulação. “Ainda não tem nada concreto sobre isso não. Embora, tenham saído notícias com nomes de pessoas e tudo, essas notícias são meras especulações”, afirmou.

Fonte: Agência Brasil

terça-feira, 16 de maio de 2017

Leia na 'Veja': Pr. Silas Malafaia responde às asneiras​ de padre Manzotti

Imagem: Divulgação

Líder da ADVEC, pastor Silas afirma ser preconceituosa a visão do pároco sobre o crescimento dos pentecostais no país e questiona uso de dinheiro pela Igreja Católica
O pastor Silas Malafaia, líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo e presidente do Conselho de Pastores do Brasil, rebateu a entrevista dada a ‘Veja’ neste fim de semana pelo padre Reginaldo Manzotti. O cantor e escritor católico alfinetou o crescimento dos evangélicos pentecostais nos últimos trinta anos: “A filosofia do ‘me dê um Fusca que eu te devolvo uma Mercedes’ soa bem, embora seja uma balela”.
Em entrevista ao site de ‘Veja’, Malafaia desceu a borduna na fala de Manzotti sobre como o discurso evangélico tem prosperado em classes menos favorecidas: “Em situações onde faltam saúde, moradia e alimento, qualquer teologia da prosperidade que prometa cura e riqueza em troca de doações funciona”, afirmou o padre. “É uma visão preconceituosa. Para ele, pobre é burro, idiota e sempre enganado. Mas a história mostra que quem explorou os pobres durante séculos não fomos nós, evangélicos, não”, rebateu Malafaia. “Uma pessoa pode até dar um Fusca esperando uma Mercedes, mas se ele não receber o prometido, pula fora”.
Malafaia defende que a igreja evangélica tem crescido em todos os segmentos sociais e cita o bairro de classe média alta onde vive no Rio de Janeiro. Em vinte anos, afirma que o Recreio dos Bandeirantes passou a ter 18 templos evangélicos (antes eram dois) e a igreja Católica permaneceu com apenas um. “De sete meses para cá, todas as vinte igrejas que abri foram longe de favelas, e olha que eu tenho muitas igrejas nestas áreas. Esse padre está precisando andar mais pelo Brasil para ver se nós evangélicos só pregamos para pobre mesmo”.
O líder evangélico faz ainda uma crítica mais conceitual à forma de conquistar fieis utilizada pelos católicos atualmente. “A questão é que a Igreja Católica deixou de pregar o Evangelho que transforma a vida das pessoas. Veja se você vê a Bíblia na mão de um padre”, questiona. “Sabe por que a Igreja Católica não incentiva seus membros a lerem a bíblia? Porque o dia que eles lerem, eles largam. A bíblia não é dos evangélicos nem dos católicos, é a palavra de Deus. E ela condena a idolatria de ponta a ponta”. Malafaia aponta diferenças sobre o uso de dinheiro nas duas igrejas: “O povo evangélico vê que o dinheiro que eles dão para a igreja fica aqui no Brasil, sendo investido na abertura de novos templos. Nós não mandamos bilhões todo ano para cobrir déficit de corrupto no banco do Vaticano”.
Malafaia chega a desafiar Manzotti a abrir as suas finanças. Embora o padre seja um dos maiores vendedores de CDs, DVDs e livros do país, afirma viver de uma herança da família e do salário pago pela paróquia. “Esse padre perdeu a oportunidade de calar a boca. Como disse o rei da Espanha para o Hugo Chavez, ‘por que não te callas?’. É melhor ele continuar cantando do que ficar falando asneira a respeito da religião dos outros”.

Fonte: Veja

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Morre Cantora pentecostal pioneira da música sertaneja gospel




Por Tiago Chagas

A cantora pentecostal Ninfa, da dupla Ninfa e Cálita, faleceu na madrugada do último domingo, 14 de maio, em decorrência de complicações de problemas de saúde.
Ninfa foi diagnosticada com pneumonia em estado avançado após ser internada no último sábado, 13 de maio, mas não resistiu a uma parada cardíaca e faleceu. Ela vinha sofrendo com problemas de saúde e tinha passado por uma angioplastia no começo de abril.
“Ela estava com pneumonia e foi internada ontem cedo. Ela teve que ficar entubada, aí o médico disse que ela estava em estado gravíssimo, pois estava com corpo todo gelado, todo frio, aí ela faleceu às 04 horas da manhã”, disse um dos familiares, em entrevista ao portal JM Notícia.
Hora antes, a filha de Ninfa, Cálita – sua companheira de ministério -, havia pedido orações aos seguidores, destacando o grave estado de saúde da veterana cantora: “Amados peco aqui oração a minha mãezinha que não está bem, está grave… Orem por ela. A última palavra vem de Deus”, escreveu no Facebook.
Com 30 anos de ministério, Ninfa chegou a gravar 31 álbuns, com apresentações em todo o Brasil. Mineira, nos últimos anos a cantora fez dupla com a filha, Cálita.
Seu testemunho de conversão envolveu a cura de um câncer. Muitos fiéis se dedicaram às orações pedindo pela cura, e a então jovem cantora se converteu ao Evangelho. Em 1989, lançou seu primeiro álbum, no formato Long Play (LP), intitulado Obra de Amor, com participação especial de seu irmão, pastor Gaspar dos Reis.
Nas redes sociais, centenas de internautas deixaram mensagem na página da dupla lamentando o falecimento da cantora e pedindo a Deus o consolo para a família.
Confira o último videoclipe lançado pela dupla:
“Vai Valer a Pena”

Confira: 09 órgãos abrem inscrições nesta segunda-feira​ com 3.973 vagas! Até R$ 28.947,55!


Nesta segunda-feira, 15 de maio de 2017, pelo menos 09 órgãos têm inscrições abertas para preenchimento de nada menos que 3.973 vagas. As oportunidades são destinadas a candidatos de todos os níveis de escolaridade (fundamental, médio, técnico e superior).
Alguns concursos farão ainda, formação de cadastro reserva para contratação conforme necessidade durante a validade do certame.Os salários chegam a R$ 28.947,55 no concurso do Ministério Público do Trabalho (MPT). Somente no governo da Bahia são 2.750 vagas, sendo 2.000 para Polícia Militar e 750 para o Corpo de Bombeiros.
Confira a lista completa e prepare-se:
Câmara Municipal de Sumaré (SP)
A Câmara de Sumaré, Estado de São Paulo, faz saber aos interessados a abertura de concurso público (Concurso Câmara de Sumaré SP 2017) para preencher 17 vagas em cargos de todos os níveis de ensino (fundamental, médio e superior). De acordo com o edital publicado, serão reservadas uma vagas aos negros e uma aos portadores de necessidades especiais. A Fundação Vunesp tem a responsabilidade do concurso da Câmara de Sumaré/SP 2017. As oportunidades são destinadas aos cargos de Ajudante Administrativo (01), Faxineira (06), Porteiro (02), Recepcionista (02) e Telefonista (02); com requisito de nível fundamental completo, Auxiliar de Sonoplastia (01), Escriturário (02) e Motorista categoria “B” (01); requisito de nível médio; e Procurador Jurídico (01), requisito de nível superior. Os salários oferecidos oscilam entre R$ 2.513,29 e R$ 7.815,56. Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 10 horas do dia 15 de maio às 16 horas do dia 14 de junho de 2017, no endereço eletrônico oficial da organizadora (www.vunesp.com.br). Saiba mais sobre o concurso.
Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Estado da Bahia
Polícia Militar: Saiu o edital de concurso público da Polícia Militar do Estado da Bahia (Concurso PM BA 2017). De acordo com o documento divulgado no Diário Oficial da Bahia, serão oferecidas nada menos que 2.000 (duas mil) vagas para participação no Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar da Bahia do Quadro de Praças Policiais Militares (QPPM). O concurso público da PM/BA 2017 conta com 1.819 vagas para candidatos do sexo masculino e 181 para o sexo feminino. As oportunidades são destinadas as regiões de Salvador (500 vagas masculino e 26 feminino), Juazeiro (186 masculino e 28 feminino), Feira de Santana (310 masculino e 36 feminino), Ilhéus (230 masculino e 20 feminino), Vitória da Conquista (212 masculino e 27 feminino), Barreiras (196 masculino e 20 feminino) e Itaberaba (185 masculino e 24 feminino).Durante o período de realização do Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar da Bahia, o candidato matriculado na condição de Aluno Soldado PMBA/CBMBA receberá, a título de bolsa de estudo, o equivalente a um salário mínimo, R$ 937,00 (novecentos e trinta e sete reais). Após o curso de formação, o salário será de R$ 2.585,05. Saiba mais sobre o concurso.
Bombeiros: Edital divulgado. O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (Concurso Bombeiros BA 2017). De acordo com o documento divulgado no Diário Oficial da Bahia, serão oferecidas nada menos que 750 vagas para o Quadro de Praças da corporação.  Para concorrer a uma das vagas no concurso Bombeiros/BA, será necessário certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou formação técnica profissionalizante de nível médio, expedido por Instituição de Ensino reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC. Para ingresso e exercício na função de Soldado, o candidato deverá concluir com êxito no Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar da Bahia. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais. Durante o período de realização do Curso de Formação do Bombeiro Militar, o candidato matriculado na condição de Aluno Soldado PMBA/CBMBA receberá, a título de bolsa de estudo, o equivalente a um salário mínimo, R$ 937,00 (novecentos e trinta e sete reais). Após o curso de formação, o salário será de R$ 2.585,05 (dois mil, quinhentos e oitenta e cinco reais e cinco centavos), constituído de vencimento básico, acrescido de Gratificação de Atividade Policial Militar – GAPM, nos termos da legislação vigente, mais 10% (dez por cento) de Auxilio Fardamento sobre o valor do soldo. Saiba mais sobre o concurso.
Ministério Público do Trabalho (MPT)
O Ministério Público do Trabalho divulgou normas de abertura de seu 20º concurso público (Concurso MPT 2017) para o cargo de Procurador do Trabalho. De acordo com o edital, será oferecida uma vaga para Procuradoria Regional do Trabalho da 3ª Região (MG), além de formação de cadastro reserva, para outras oportunidades que surgirem durante a validade do certame. O documento de abertura do concurso MPT 2017 conta com reserva de 20% das vagas para pessoas negras e a ampliação da cota para pessoas com deficiência, que passa a ser de 20%, no caso incindindo sobre as vagas que surgirem. A decisão atende à legislação e à jurisprudência atuais, garantindo maior transparência ao certame e melhor democratização ao seu acesso. Além disso, a reserva de vagas vai ao encontro dos princípios da atuação finalística do MPT, de promoção da igualdade e de combate à exclusão social e à discriminação no trabalho. O salário é de R$ 28.947,55. Saiba mais sobre o concurso.
Prefeitura de Embu das Artes (SP)

Saiu edital. A Prefeitura de Embu das Artes faz saber aos interessados a abertura de concurso público (Concurso de Embu das Artes SP 2017) para preencher 50 vagas no cargo de Guarda Municipal. O cargo tem exigência de nível médio e salário de R$ 2.641,05. Os interessados poderão se inscrever entre esta segunda-feira, 15, até 16 de junho de 2017, no endereço eletrônico oficial da organizadora (www.zambini.org.br). Os inscritos serão avaliados por provas objetivas. A validade do concurso será de 24 meses, com possibilidade de prorrogação por igual período. Saiba mais sobre o concurso.
Prefeitura de Iraí de Minas (MG)
Saiu edital. A Prefeitura de Iraí de Minas Gerais vai divulgar a abertura de processo seletivo para preencher 11 vagas em cargos com requisito de nível superior e fundamental. Os salários oferecidos oscilam entre R$1.014,00 e R$2.000,00. Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 15 e 21 de maio de 2017, no site oficial da organizadora (www.exameconsultores.com.br). Os interessados serão avaliados por provas objetivas. A validade da seleção será de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período. Saiba mais sobre o concurso. 
Prefeitura de Limeira (SP)
Em São Paulo, a Prefeitura de Limeira divulgou normas de abertura de concurso público para preencher 85 vagas em cargos de nível superior e médio. Os salários oferecidos oscilam entre R$ 1.495,98 e R$ 2.973,65. Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 15 e 31 de maio no site da organizadora (www.institutomais.org.br). As provas do concurso serão aplicadas no dia 02 de julho. A validade do concurso será de 24 meses, com possibilidade de prorrogação por igual período. Saiba mais sobre o concurso.
Prefeitura de Piraquara (PR)
A Prefeitura de Piraquara, Estado do Paraná, faz saber aos interessados a abertura de concurso público (Concurso Piraquara PR 2017) para preencher 12 vagas e formar cadastro reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade (fundamental, médio e superior). Do quantitativo de vagas, 10% serão reservadas aos negros e 5% aos portadores de necessidade especiais. De acordo com o edital de concurso de Piraquara/PR 2017, as oportunidades são destinadas aos cargos de Agente Comunitário de Saúde (Cadastro Reserva), Auxiliar de Enfermagem (Cadastro Reserva), Auxiliar em Saúde Bucal (Cadastro Reserva), Médico Generalista (08 vagas), Médico Infectologista (Cadastro Reserva), Médico Pediatra (Cadastro Reserva), Motorista (04 vagas), Professor (Cadastro Reserva), Técnico Administrativo (Cadastro Reserva), Técnico em Saúde Bucal (Cadastro Reserva) e Topógrafo (Cadastro Reserva). Os salários oferecidos pelo município oscilam entre R$ 939,76 e R$ 10.327,38. Saiba mais sobre o concurso.
Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo do Ceará (SEAS-CE)
A Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo do Estado do Ceará faz saber aos interessados a abertura de processo seletivo (Processo seletivo SEAS CE 2017) para preencher 1.034 vagas em cargos com requisito de nível médio e superior. Os aprovados na seleção serão lotados em Sobral, Juazeiro do Norte e também em Fortaleza. Do quantitativo de vagas do processo seletivo SEAS/CE 2017, 55 serão reservadas aos portadores de necessidades especiais. A Fundação Universidade Estadual do Ceará (FUNECE), por intermédio da Comissão Executiva do Vestibular CEV/UECE tem a responsabilidade do certame, que oferece salários de R$2.200,00, além de benefícios, por jornadas de trabalho de 44 horas (nível médio) e 40 horas (nível superior). As inscrições no processo seletivo SEAS/CE 2017 serão realizadas entre 08 horas do dia 15 de maio às 23 horas e 59 minutos do dia 13 de junho de 2017, no endereço eletrônico da organizadora (www.uece.br/cev). Saiba mais sobre o concurso.
Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (SUSIPE PA)
A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará faz saber aos interessados a abertura de processo seletivo para preencher 15 vagas no cargo de agente prisional, requisito de nível médio. O salário do cargo chega a R$ 2.304. Os interessados poderão se inscrever entre 15 e 20 de maio pelo site www.processoseletivo.susipe.pa.gov.br. Os inscritos na seleção serão avaliados por currículos. O contrato terá validade de 12 meses, com possibilidade de prorrogação por igual período. Saiba mais sobre o concurso.

Concursos públicos previstos e/ou confirmados

Departamento de Polícia Federal (DPF)

  • Concurso: Departamento de Polícia Federal (DPF)
  • Banca organizadora: Em definição
  • Cargos: Agente Administrativo; Delegado e Perito
  • Escolaridade: Nível médio e superior (Veja a matéria completa)
  • Número de vagas: 1.758 vagas
  • Remuneração: Até R$ 24.756,42
  • Situação: Previsto

Polícia Rodoviária Federal

  • Concurso: Polícia Rodoviária Federal (Concurso PRF)
  • Banca organizadora: Em definição
  • Cargos: Policial
  • Escolaridade: Nível superior
  • Número de vagas: 1.300 (expectativa) (Veja a matéria completa)
  • Remuneração: R$ 10.357,88
  • Situação: Previsto

Receita Federal do Brasil

  • Concurso: Receita Federal do Brasil (Concurso Receita Federal)
  • Banca organizadora: Esaf
  • Cargos: Auditor-Fiscal; Analista-Tributário
  • Escolaridade: Nível superior
  • Número de vagas: 4.000 (Solicitadas ao MPOG) (Veja a matéria completa)
  • Remuneração: Até R$ 21 mil
  • Situação: Previsto
  • Previsão de publicação do edital: em breve
  • Link do último edital: Auditor – Analista

Agência Brasileira de Inteligência (Concurso Abin)

  • Concurso: Agência Brasileira de Inteligência (Concurso Abin)
  • Banca organizadora: A definir
  • Cargos: Agente, agente técnico, oficial e oficial técnico
  • Escolaridade: Níveis médio e superior
  • Número de vagas: 470
  • Remuneração: Até R$ 14.662,34 (Veja a matéria completa)
  • Situação: Previsto
  • Previsão de publicação do edital: em breve
  • Link do último edital
  • Consulta ao pedido do concurso

Senado Federal

  • Concurso: Concurso Senado Federal
  • Banca Examinadora: a definir
  • Total de Vagas: a definir (cerca de 1.200 cargos vagos)
  • Remuneração: de R$ 16.014,16 a R$ 27.582,21
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Datas de Inscrição: em breve (Veja a matéria completa)
  • Data da Prova: a definir
  • Região: Brasília-DF
  • Escolaridade: Médio, Superior
  • Área: Fiscal, Judiciária, Administrativa, Outras
  • Link do último edital: Consultor – Analista – Técnico – Policial

Câmara dos Deputados

  • Concurso: Câmara dos Deputados
  • Banca organizadora: Em definição
  • Cargos: Analista; Técnico
  • Número de vagas: 408 (expectativa)
  • Remuneração: De R$ 14.363,84 a R$ 20.384,43 (Veja a matéria completa)
  • Situação: Autorizado
  • Previsão p/ publicação do edital: em breve
  • Link do último edital

Banco do Brasil

  • Concurso: Concurso Banco do Brasil (Concurso Banco do Brasil)
  • Banca organizadora: Fundação Cesgranrio
  • Cargos: Escriturário
  • Escolaridade: Nível médio completo
  • Estados: RJ, AM, ES, MG, RS, SC
  • Número de vagas: Em definição (Veja a matéria completa)
  • Salário: R$ 3.613,58
  • Situação: Confirmado
  • Previsão p/ publicação do edital: em breve

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes

  • ConcursoDepartamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Concurso Dnit)
  • Banca organizadora: A definir
  • Cargos: Diversos
  • Escolaridade: Níveis médio e superior
  • Estados: Nacional
  • Número de vagas: 367 (Veja a matéria completa)
  • Remuneração: Até R$ 9 mil
  • Situação: Previsto
  • Previsão p/ publicação do edital: 2016-2017
  • Link do último edital

Ministério do Trabalho e Previdência Social

  • Concurso: Ministério do Trabalho
  • Banca organizadora: A definir
  • Cargos: Diversos
  • Escolaridade: Nível superior
  • Número de vagas: 847
  • Remuneração: Até R$ 16 mil (Veja a matéria completa)
  • Situação: Previsto
  • Previsão p/publicação do edital: 2016
  • Link do último edital

Banco Central do Brasil

  • Concurso: Banco Central (Bacen)
  • Banca organizadora: a definir
  • Cargos: técnico e analista
  • Número de vagas: a definir
  • Remuneração: de R$ 6.065,36 a R$ 15.376,70 (Veja a matéria completa)
  • Escolaridade: nível médio e superior
  • Situação: Previsto
  • Previsão p/ publicação do edital: 2016

Tribunal Regional Federal da 1ª Região (Concurso TRF 1ª Região)

  • Concurso: Tribunal Regional Federal da 1ª Região (Concurso TRF 1ª Região)
  • Banca organizadora: A definir
  • Cargos: Técnico; Analista
  • Escolaridade: Nível médio e superior (Veja a matéria completa)
  • Número de vagas: Em definição
  • Remuneração: Até R$ 9 mil
  • Situação: Comissão formada
  • Previsão de publicação do edital: 2017

Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)

  • ConcursoAgência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)
  • Banca organizadora: A definir
  • Cargos: Técnico; Analista
  • Escolaridade: Nível médio e superior
  • Número de vagas: 701
  • Remuneração: Até R$ 12 mil (Veja a matéria completa)
  • Situação: Previsto
  • Previsão de publicação do edital: 2016/2017
  • Link do último edital
  • Consulta ao pedido do concurso

Instituto Nacional do Seguro Social

  • Concurso: Instituto Nacional do Seguro Social (Novo Concurso INSS 2017)
  • Banca organizadora: A definir
  • Cargos: Técnico; Analista; Perito Médico Previdênciário
  • Escolaridade: Nível médio e superior (Veja a matéria completa)
  • Estados: Nacional
  • Número de vagas: 7.351
  • Situação: PREVISTO

Polícia Militar do Rio Grande do Norte

  • Concurso: Polícia Militar do Rio Grande do Norte (Concurso PM-RN)
  • Banca organizadora: Em definição
  • Cargos: Soldado; Oficial; e outros
  • Escolaridade: Nível Médio e superior
  • Número de vagas: Em definição
  • Remuneração: Até R$ 7,9 mil (Veja a matéria completa)
  • Situação: Edital iminente
  • Previsão p/ publicação do edital: 2017
  • Link do último edital

Secretaria de Estado de Finanças do Estado de Rondônia

  • Concurso: Secretaria de Estado de Finanças do Estado de Rondônia (Comcurso Sefin-RO)
  • Organizador: A definir
  • Cargo: Auditor Fiscal; Técnico
  • Escolaridade: Nível superior (Saiba mais)
  • Número de vagas: 60
  • Remuneração: Até R$ 25 mil
  • Situação: AUTORIZADO
  • Previsão p/ publicação do edital 2017