Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

  • Futuro Sorriso!

    Simião Célio posta vídeo para música Futuro Sorriso no YouTube

  • Reportando!

    6ª edição do AGORA SOMOS UM

  • Entrevista com Wallas Silva

    "Lutador de Muay Thai""

sábado, 30 de novembro de 2019

Filho de Flordelis esconde telefone em caixa de pizza

Filho da deputada federal Flordelis, Adriano do Carmo foi conduzido à Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSGI), na manhã deste sábado (30), durante uma busca feita na casa do chefe de gabinete da parlamentar, Luciano da Silva Gomes.

Adriano é genro de Luciano e estava em sua casa na hora da apreensão. Ele tentou esconder o celular numa caixa de pizza. Os agentes precisar ligar várias vezes para o aparelho do filho de Flordelis até encontrá-lo.

Os policiais também estiveram no gabinete de Flordelis, no Centro do Rio, e na igreja Ministério Flordelis, no Mutondo, em São Gonçalo, onde Luciano é pastor.
O CASO
O pastor Anderson do Carmo foi assassinado na madrugada do último dia 16 de junho, na garagem de casa, em Pendotiba, Niterói (RJ). O laudo mostrou 30 perfurações pelo corpo, a maior parte nas costas, peito e região da virilha. Anderson era casado há 25 anos com Flordelis, pastora e deputada federal pelo Rio de Janeiro. Sempre ao lado da esposa, ele atuava como secretário-geral do PSD no Estado.

Dois filhos da pastora, Lucas dos Santos, de 18 anos, e Flávio dos Santos, de 38, estão presos desde o dia 17 de junho, um dia após o crime. Eles foram indiciados pela morte do pastor. O mais velho assumiu ter efetuado seis tiros. Lucas teria ajudado comprando a arma, mas não estaria em casa no momento dos disparos. Os agentes ainda estão investigando os pontos contraditórios.

Um terceiro filho teria afirmado, em depoimento, que não ouviu discussão, barulho de carro ou moto em fuga. Que quando chegou na cena do crime encontrou o irmão Flávio próximo ao pai, caído. Ele garantiu ainda que o celular de Anderson, que está sumido, foi entregue a Flordelis.

Ainda em depoimento, o filho disse que o pastor já recebeu uma mensagem com ameaça de morte e uma das irmãs ofereceu R$ 10 mil a Lucas para que cometesse o crime. Flordelis e três filhas já teriam colocado remédios na comida de Anderson, por isso, sua saúde estava debilitada.

A mãe de Anderson do Carmo, Maria Edna do Carmo, acredita no envolvimento da nora, Flordelis, na morte do pastor. A irmã de Anderson, Michele do Carmo, que recentemente morreu em decorrência de uma anemia, também acreditava que a deputada havia sido a mandante do crime. PN

Pregador Luo, sobre Gugu: ELE ME SALVOU DAS DROGAS E DO CRIME (vídeo)

Pregador Luo relembra momentos ao lado de Gugu Liberato e KLB no Domingo Legal, há 13 anos atrás, e faz revelação sobre o quanto o apresentador o motivou a resistir o mundo das drogas e do crime.

Segundo o cantor Luo, a confissão ocorreu nos bastidores do programa o que deixou Gugu emocionado e supreendido. O acontecido rendeu uma homenagem à época ao apresentador em uma canção feita pelo pregador Luo em um de seus álbuns musicais.

Durante o programa, Pregador Luo também falou do amor de Jesus para Gugu, e o quanto Deus o amava. Assista no vídeo:




Treze anos atrás participei do Programa do Gugu com meus irmãozinhos do KLB. Durante o intervalo eu contei pro Gugu que ele tinha um quadro no programa Viva a Noite dos anos 80 que me ajudou a não entrar pro crime ou usar drogas. Ele ficou meio espantado e curioso, pois acho que ninguém tinha dito isso pra ele antes. Aí eu cantei essa rima de uma música minha do CD RevoLuoção que diz: "Eu me lembro de muitos irmãos, fico saudosista e melancólico ao relembrar canções. Poderia ter morrido, mas corri atrás do sonho. Vida longa é o que proponho aos guerreiros do futuro que também formaram planos. Sem perceber os tempos mudavam, uns saiam e assaltavam eram presos e nunca mais voltavam. Mas eles também sonhavam em ganhar, concursos de break no Gugu ou Barros de Alencar." Assim que cantei isso e expliquei que os concursos de break que rolavam no programa dele me ajudaram a focar no hip-hop e não me envolver na criminalidade, Gugu começou a chorar. Fiquei sem reação na hora e só depois fui entender que ele se emocionou porque aquilo foi inédito e gratificante pra ele. Ele agradeceu o fato de eu tê-lo mencionado na música e ficou feliz em me ver ali como um artista, já que exisitia a possibilidade de eu seguir o caminho dos que "saíam, assaltavam eram presos e nunca mais voltavam". Sou feliz por esse capítulo da minha vida junto com ele. E também não só por ter histórias pra contar, mas por estar fazendo história em minha passagem por aqui. Que Deus receba a alma do Gugu e conforte sua família e todos que o amam. #RipGugu #Rap #HIPHOP #PregadorLuo #Gospel #JESUS #Luo #KLB
Uma publicação compartilhada por 🙏🏾Pregador Luo🙌🏾 (@pregadorluo) em

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Preto no Branco no The Noite: “Intenção é estimular a arte que transforma as pessoas, não a religião”

O trio Preto no Branco foi entrevistado por Danilo Gentili no The Noite da última terça-feira, 26 de novembro. Os músicos Clovis Pinho e Jean Michel, e o idealizador Alex Passos comentaram o sucesso do projeto e falaram sobre os propósitos para o futuro.

Primeiro projeto de música gospel a ultrapassar meio bilhão de visualizações no YouTube, o trio falou também sobre o novo trabalho, “Preto no Branco 3”, no programa do SBT.

“A necessidade era fazer um trabalho que inspirasse os jovens. Somos uma banda gospel protestante que às vezes protesta contra tudo que está errado, inclusive na própria instituição”, declarou Alex.
Ainda sobre a mensagem embutida nas composições do grupo, Alex enfatizou que “a intenção é estimular a arte que transforma as pessoas, não a religião”.

Clóvis Pinho comentou as críticas que recebem de parte do segmento evangélico por conta de incongruências teológicas em suas letras: “Acho natural que aconteça até certo ponto. São gerações e gerações dentro de uma linha de pensamento. Temos que alcançar um equilíbrio em um lugar onde todos possam se respeitar. Também não queremos provocar ninguém”, afirmou.

O artista também comentou a possibilidade de artistas gospel e seculares poderem transitar entre os dois segmentos sem reprovação, e mencionou o caso do rapper norte-americano recém convertido: 
“Sonho com isso. Kanye West já tinha uma mensagem inserida no próprio trabalho secular”, pontuou.
O trio interpretou a música Ninguém Explica Deus e também trechos de outras canções, como Mais Amor, Por Favor, que serviu para que Clóvis Pinho comentasse o cenário social e político do país: “Essa música é fruto do momento que a gente vive no Brasil. Brigas, discórdias. É para tocar no coração”. G+

Ministra afirma que preço da carne não irá diminuir

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que o preço da arroba do boi gordo (equivalente a 15 quilos de carne) não irá voltar ao patamar anterior e que, por isso, o preço da carne não irá baixar. A declaração foi dada em uma entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com a ministra, um dos motivos para a valorização do preço da carne, que somente em São Paulo teve um aumento real de 35%, é a alta das exportações para a China. Ela, no entanto, negou que o produto esteja em falta para o mercado brasileiro.

– Não é verdade. Primeiro, o Brasil tem 215 milhões de cabeças de gado. Então, não é um rebanho para acabar amanhã. Segundo, realmente o mercado chinês mexeu com as exportações, e não só da carne brasileira, mas da carne argentina, paraguaia, uruguaia. É muito grande a necessidade da China – ressaltou.

Ao veículo, Tereza Cristina também explicou que o preço anterior estava congelado, e que por isso os produtores estavam tendo prejuízos.

– Além de o Brasil abrir as exportações, temos de lembrar que o boi tinha um preço represado há três anos. O pecuarista estava tendo prejuízo nesse período (…) Antes, o produtor vendia uma arroba por R$ 140, em média. O que aconteceu é que, nesse primeiro momento de abertura, com a China pagando um preço muito bom, houve esse momento, digamos, de euforia. Em São Paulo, uma arroba está sendo vendida a R$ 231 – destacou.

Em nota, o Ministério da Agricultura afirmou que não é papel da pasta “intervir nas relações de mercado. Os preços são regidos pela oferta e procura. Neste momento, o mercado está sinalizando que os preços da carne bovina, que estavam deprimidos, mudaram de patamar”. PN

Evangélica, bailarina do Faustão oferece ajuda a viciados da Cracolândia

Além de se aplicar aos ensaios para se apresentar aos domingos, a bailarina do Faustão Juliana Olimon se dedica a missões religiosas. Ela começou a estudar a Bíblia no ano passado e fundou um grupo com amigos voltado a cultos e reuniões. Líder do Projeto Crescente, a artista propõe ações como doação de alimentos e até ajuda viciados da Cracolândia em busca de tratamento.

Em entrevista ao Gshow, a bailarina do Domingão do Faustão, contou que passou por momentos difíceis, e foi nesse período que decidiu buscar Deus para completar o vazio que sentia. Lendo a Bíblia e participando de grupos de estudos, se juntou a outras pessoas, e nasceu o Projeto Crescente, em que ela é uma das líderes e missionária.

Além dos cultos e reuniões, os membros da igreja realizam projetos que buscam levar mais dignidade e esperança para as pessoas necessitadas. “Vamos para a rua levar comida, oferecemos ajuda para quem quer se recuperar em clínicas”, diz ela referindo-se aos viciados da Cracolândia, como é conhecida a área, nas redondezas da região da Luz, em São Paulo, freqüentada por viciados em crack. JM

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

MUNDO GOSPEL | Ji-Filho se despede do programa Gerando Talentos

Após sucessivos desafios vencidos com o apoio da cidade de Vitória da Conquista durante votação em acompanhamento da programação do Gerando Talentos, nas noites de quinta-feira, Ji-Filho é eliminado a crítério dos jurados e se despede do Programa.

O cantor gospel que é natural da cidade de Vitória da Conquista, agradeceu o carinho do público, a oportunidade de ter participado do quadro do Gerando Talentos, e afirmou que o programa gera a possibilidade de pessoas dotadas de talentos sairem do anonimato e glorificarem a Deus por meio do exercício ministerial.

Outros porojetos já estão sendo compartilhado pelo cantor Ji-Filho em seu instagram, entre eles um novo albúm com canções autorais.

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

(vídeo) Flordelis canta “Questiona ou adora” em Homenagem ao Dia do Evangélico na Câmara

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) participou na manhã desta terça-feira (26) da Homenagem ao Dia do Evangélico realizada na Câmara dos Deputados a pedido da deputada Rejane Dias (PT-PI). O Dia do Evangélico é comemorado no dia 30 de novembro.


Antes de iniciar a música “Questiona ou adora”, Flordelis revelou que Deus estava falando muito com ela com as palavras que alguns pastores deram no decorrer do evento e fez uma pequena ministração.

“Vamos adorar ao Senhor, o importante na luta, nas dificuldades, é assim que o povo de Deus tem crescido, aprendendo a não questionar e nos momentos difíceis é levantar a mão e adorar ao Senhor, porque Ele é Deus e está no controle de todas as coisas”.

Alguns parlamentares evangélicos estiveram presentes, entre eles Benedita da Silva (PT-RJ), Gilberto Nascimento (PSC-SP), Professor Joziel (PSL-RJ), Gildenemyr (PL-MA).

Alguns líderes religiosos também participaram, entre eles o bispo Renato Andrade, da Federação Nacional de Igrejas Cristãs, que fez uma pequena ministração aos presentes. O bispo Alves Ribeiro, coordenador nacional do Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Polícia (FENASP), representando o bispo Robson Rodovalho. JM

sábado, 23 de novembro de 2019

Fernanda Brum fala sobre acidente: ‘O Senhor nos livrou’

Neste sábado (23), a cantora Fernanda Brum tranquilizou seus fãs ao publicar uma mensagem sobre seu acidente. Pelo Stories do Instagram ela falou como está se sentindo.

– Eu ainda estou imobilizada, mas por precaução, porque a musculatura ainda está dolorida – explicou.

Fernanda Brum está com um colar cervical por causa do impacto sofrido no pescoço. Na mensagem, ela agradeceu muito a Deus pelo acidente não ter sido pior do que foi.

– Tenho certeza que o acidente poderia ter sido pior. O Senhor nos livrou. Acidentes acontecem e, glória a Jesu esse acidente não foi bem sucedido. Já já estou de volta dando aqueles pulões. Toda a palavra despejada contra mim foi quebrada por causa da unção – declarou.
Ela também agradeceu pelas demonstrações de carinho e preocupação.
O ACIDENTE
O marido da cantora, o pastor Emerson, estava no volante em uma viagem de volta de Angra dos Reis para a capital do Rio de Janeiro. Ele dirigia a 60 quilômetros por hora quando perdeu a direção e o carro ficou desgovernado.

O veículo subiu em um canteiro perto do bairro Portogalo. Eles foram rapidamente atendidos pela polícia e pelos bombeiros. Apesar da baixa velocidade, os policiais informaram que o trecho é perigoso.

Fernanda e Emerson foram atendidos no Hospital Geral de Japuíba e liberados. PN

Velório de Gugu será em São Paulo e aberto ao público

De acordo com a assessoria de imprensa do apresentador Gugu Liberato, o corpo deve chegar ao Brasil na quinta-feira (28). Um velório será realizado na próxima semana e aberto ao público.

A família aceitou o convite feito pela Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) para a cerimônia acontecer em um salão da Casa. O sepultamento ocorrerá no Cemitério do Morumbi, na capital paulista.

– A probabilidade maior é de que o corpo chegue entre quarta e quinta, sendo mais provável na quinta – explicou a assessoria.

Com isso, ainda não foi divulgada a data e hora da cerimônia.
Gugu faleceu ao sofrer um acidente doméstico que culminou em uma lesão grave no cérebro e morte cerebral. Ele caiu de uma altura de quatro metros sobre uma quina enquanto tentava consertar o ar-condicionado de sua casa em Orlando, nos Estados Unidos.

O apresentador chegou a ser levado para um hospital e ficou sob observação por dois dias, mas se comprovou o óbito depois de 48 horas. A família autorizou o desligamento dos aparelhos e a doação dos órgãos.
 PN

(Vídeo) Bandidos invadem igreja evangélica, rasgam Bíblias e urinam no altar

Um gravíssimo caso de intolerância contra o segmento evangélico foi omitido pela maioria da grande mídia do país, ao contrário do que acontece quando há alguma denúncia contra outra religião que seja, onde os grandes portais fazem questão de destacar em suas primeiras páginas. Nesta sexta-feira (22/11), por volta das 5h, vândalos entraram na Igreja Sara Nossa Terra, em Santa Maria (DF), e depredaram o local. Bíblias foram rasgadas e vários instrumentos, quebrados. O fato foi destacado pelo Correio Braziliense

Além disso, os criminosos deixaram bebidas alcóolicas abertas no local e urinaram no altar. Mesmo com a ataque, o culto de sábado das 19h, está mantido.
Em um vídeo, membros mostram o estrago feito pelos intolerantes. A cena é triste e lamentável.

O deputado distrital Rodrigo Delmasso (Republicanos), membro da Sara Nossa Terra, se mostrou indignado com o que chamou de “intolerância religiosa”. “Esse tipo de ação é repugnante, os responsáveis devem ser punidos a rigor da lei”, defendeu. 

Em nota, a Comissão de Direitos Humanos (CDH) da Câmara Legislativa registrou a denúncia e afirmou que acompanhará o caso. O documento diz que não é tolerável que entidades religiosas de qualquer matriz sejam alvo de ações de intolerância e de violência. A comissão diz repudiar o episódio e se solidarizar com a comunidade evangélica. 

Segundo o presidente da CDH, Fábio Felix, este é o terceiro episódio de intolerância religiosa que a Comissão de Direitos Humanos acompanha no ano de 2019. “A CDH está de portas abertas para que situações de violência e de desrespeito sejam denunciadas”, afirma 

33ªDP investiga o caso

A 33ª Delegacia de Polícia investiga o caso. Conforme apuração policial, foi registrado furto em templo e danos patrimoniais. Doações de instrumentos musicais, brinquedos, mesa de som, microfones e televisão, estão sendo recebidas para a restituição do local.JM

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Bolsonaro acusa Wilson Witzel de tentar prejudicá-lo

Nesta quinta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro criticou o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, durante o evento de lançamento do partido Aliança Pelo Brasil, em Brasília. Durante um discurso de mais de meia hora, Bolsonaro revelou que Witzel “colocou na cabeça que queria destrui-lo”.

– Esse é o trabalho de um governador que tem obsessão de ser presidente da República. Dizem que, no seu gabinete, ele usa a faixa de presidente – acusou.

O presidente continuou, expondo um racha enorme entre a família Bolsonaro e o governo do Estado do Rio de Janeiro.

– Se não fosse o meu filho Flávio Bolsonaro, o governador Witzel não teria chegado ao poder. Onde meu filho ia ele estava atrás. E aí colocou na cabeça dele que queria ser presidente da República. É um direito dele e de qualquer um de vocês, mas ele também botou na cabeça dele de destruir a reputação da família Bolsonaro. A minha vida virou um inferno depois da eleição do senhor Wilson Witzel. Tenta destruir quem está do meu lado e a minha família a todo custo, usando a Polícia Civil do Rio de Janeiro – atacou o presidente.

Bolsonaro também relembrou uma conversa que teve com o governador antes do caso Marielle respingar nele.

– Antes de vir à tona o caso do porteiro, no dia 9 do mês passado, ele falou para mim que o meu processo foi ao Supremo. O processo da Marielle. Eu falei um palavrão, que não vou falar aqui. Aí eu falei: “como é que você sabe disso se o processo corre em segredo de Justiça?”. Primeiro xeque-mate nele. Já sabia de suas intenções. Ele vinha manipulando esse processo – afirmou.

Witzel, que está no Peru para assistir à final da Libertadores da América, não se manifestou sobre as palavras do presidente. PN

Diretor de Mais Que Vencedores revela vontade de gravar filme no Brasil

Nesta quinta-feira (21) chega aos cinemas o filme Mais Que Vencedores, nova produção da Kendrick Brothers. O ator Alex Kendrick, conhecido por seus papeis em Desafiando Gigantes, Corajosos e Quarto de Guerra, também é o diretor da produção.

Ele esteve no Brasil para a divulgação do longa-metragem e concedeu uma entrevista especial ao Pleno.News. Nela revelou o que pensa sobre o cinema cristão e seu desejo de filmar uma produção no Brasil.

Senhor Kendrick, esta é sua primeira vez no Brasil. O que está achando do nosso país?
O Brasil tem nos dado uma ótima resposta a todos os nossos filmes. Recebemos emails e mensagens de texto, coisas do tipo. Então eu queria vir ao Brasil faz muito tempo e, agora que conheci, adorei. Vim para passar nove dias, pouco tempo. Quero trazer a minha família.


Você tem dois irmãos, Stephen e Shannon, e vocês três criaram a Kendrick Brothers, produtora dos filmes cristãos que vemos aqui. De onde veio essa paixão pelo cinema?
Quando nós éramos crianças, não tínhamos televisão. Então era uma grande coisa ir ao cinema assistir a um filme. E eu me lembro de pensar: “eu preciso fazer filmes quando for mais velho”. Mas o Senhor sabia que eu precisava amadurecer primeiro e Ele queria que eu entregasse a minha vida a Ele primeiro. Eu não fiz longas apenas para ser famoso, eu queria produzir filmes que ajudassem as pessoas. Então eu tive que esperar até ter 32 anos para gravar o primeiro. Eu não queria ter esperado tanto, mas o Senhor sabia que eu não estava pronto.

Seu primeiro filme foi A Virada, em 2003. Consegue lembrar o que sentiu naquela época?
Eu pensei que seria muito pequeno. Nós fizemos o filme para a nossa comunidade, nosso bairro. Oramos e Deus disse que deveria ser maior. O colocamos em apenas um cinema e ele ficava esgotando (os ingressos), o público era grande demais. Isso só na nossa cidade. E quando colocamos o filme em DVD, ele “explodiu” e vendeu mais de 1 milhão. E depois (meus irmãos e eu) fizemos Desafiando Gigantes, que foi ainda melhor, daí À Prova de Fogo, Corajosos, Quarto de Guerra e agora Mais Que Vencedores. É o sexto filme.

Tem alguma experiência impactante durante a produção desses filmes?
Deus tem feito muitas coisas. Eu me lembro de uma, quando estávamos gravando Desafiando Gigantes, uma cena de futebol americano ao ar livre, e começou a chover. E nós podíamos ver a chuva chegando, aí pegamos o equipamento e o colocamos no caminhão para não molhar. Eu estava frustrado porque não tínhamos outros dias para filmar. Nós começamos a orar: “Deus, pode parar a chuva?”. Ficamos vendo a chuva avançar e então ela parou do outro lado da rua, não vinha onde nós estávamos. Nós pegamos o equipamento de volta, terminamos de gravar aquela cena e, assim que nós encerramos a filmagem, a chuva chegou.
Pensa em gravar alguma obra aqui no Brasil?
Eu adoraria fazer um filme no Brasil. Agora que eu conheci, eu gostaria de trazer a minha família. Eu vou orar para perguntar a Deus se podemos gravar uma obra aqui. Temos um filme novo, que vamos gravar no ano que vem, em 2020, mas talvez um no Brasil depois desse. Vou orar a Deus perguntando.
Confira a íntegra da entrevista no vídeo acima.

Bruna Marquezine fala sobre sua fé em Deus: ‘sonho com o dia em que vou sentar do seu lado’

Bruna Marquezine compartilhou com seus seguidores sobre sua fé em Deus na última quinta-feira, 18. “Esses dias eu tenho observado a minha vida e eu quase não consigo acreditar nela. Deus é tão bom comigo. O amor dEle por mim tem me constrangido. Eu tenho me questionado quase que diariamente por que tanto amor, por que tanta generosidade, por que tanta entrega, por que tanto cuidado e porque comigo?”, escreveu ela por meio de seu Instagram Stories. 

Em seguida, a atriz continuou conversando com Deus.“Pai, eu olho ao redor e te vejo em tudo. Em cada detalhe da minha vida. Em cada benção e em cada dificuldade. Te vejo até em meio ao caos e me alivia saber que eu realmente não tenho controle de absolutamente nada. É inevitável chorar porque toda essa gratidão não cabe aqui dentro e inunda meu ser”, disse.

A atriz ainda contou o que sonha em fazer quando estiver na presença de Deus.“Eu sonho com o dia em que vou sentar do seu lado. Juntos vamos relembrar toda a minha trajetória ao Teu lado. Vamos recordar todos os caminhos por onde você me levou e me guiou, todas as portas que você abriu, todos os milagres que operou. Vai me contar de tudo o que me livrou enquanto eu sofria pelo o que havia perdido e também das minhas tempestades em copos d’água quando não entendia seus caminhos. 

Vamos dar boas risadas, vou te dar o meu melhor abraço”, escreveu.Para concluir, Bruna contou que escreveu o texto há alguns meses. 

“Escrevi em junho, mas é isso que sinto todos os dias. Te amo, Pai. Obrigada pelas benções e pelos desertos”, disse. JM

Mãe de santo xinga pastores em ato pró-Lula; Pastor aciona MPF

Pastores evangélicos foram xingados e ofendidos por uma mãe de santo durante discurso feito por ela no Festival Lula Livre, ocorrido no último domingo (18), em Recife. Beth de Oxum usou palavras de baixo calão como “vá se f*****“, “fundamentalistas”, além de criticar a “elite branca”.
 
Ovacionada pelos presentes, até Bolsonaro foi alvo da falta de respeito da mãe de santo, que não gosta do apoio do segmento ao Governo.

Vá se f* esses pastores que acham que a gente não tem força e não tem poder. Nós somos a maioria, somos negros, afrodescendentes e mulheres. Vá se f* a elite branca e escrota deste país”, disse.
Assista:

Processo

O Pastor Jairinho, candidato pela Rede nas eleições de 2019, que obteve 191.059 votos ou 2,87% em todo Estado do Pernambuco, protocolou uma ação no Ministério Público Federal, nesta terça (19), contra a Mãe de Santo Beth de Oxum. JM

Segundo ele, as palavras dirigidas no Festival Lula-Livre pela líder “incitaram a intolerância religiosa”. “Fui o evangélico mais votado em Pernambuco e decidi me manifestar. Sou pastor e sei que esse não é um sentimento dos religiosos de matriz africanas”, disse o pastor à Folha de Pernambuco.

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Polícia trabalha com tese de participação de Carlos Bolsonaro na morte de Marielle

Comentarista trouxe uma informação de bastidor sobre as investigações da execução da vereadora Marielle Franco: 'Polícia Civil do Rio trabalha com hipótese nova, de envolvimento do vereador Carlos Bolsonaro neste caso, que está há 616 dias sem solução. Segundo essa linha de investigação, o vereador teria uma relação próxima com o Ronnie Lessa, acusado de ter disparado contra Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes. Carlos e Marielle tiveram uma discussão forte na Câmara Municipal. Havia um clima de hostilidade entre os dois. A polícia trata com cautela essa hipótese, mas ela faz parte da apuração do caso. O leque está em aberto'. CBN


MUNDO GOSPEL | Com 156 mil votos, Ji Filho passou para próxima fase do Gerando Salvação

Na última quinta feira, 14 de novembro, o cantor gospel Ji Filho passou para a próxima fase do Programa Gerando Talentos na capital paulista com 156 mil votos.

Durante a entrevista concedida ao nosso blog com a participação de Mateus Araújo do Portal Conquista Gospel, Ji Filho afima que 95% dos votos conquistados vem da população de Vitória da Conquista - BA, cidade que segundo estátista do IBGE já soma pouco mais que 350.000 habitantes; e se diz muito agradecido pelo apoio de cada conquistense que vem participando acompanhando a programação, votando, intercedendo e torcendo por sua conquista na final do Gerando Talentos, que será realizado na África.

Além de falar de sua classificação para próxima fase, o cantor nos supreendeu ao revelar seu testemunho de vida e de como Deus o resgatou da criminalidade e do mundo das drogas.

Assista ao vídeo e veja a entrevista completa.

Siga o perfil de Ji Filho no instagram: https://instagram.com/jifilho?r=nametag

PARA VOTAR PELO SITE CLICK NO LINK ABAIXO

CANAL YOU TUBE : https://www.gerandosalvacao.com.br

VOTE PELO APLICATIVO

APLICATIVO: Gerando Salvação para Android

https://m.apkpure.com/br/gerando-salva%C3%A7%C3%A3o-novo-app/br.com.gerandosalvacao.app

APLICATIVO: Gerando Salvação para iPhone

https://apps.apple.com/br/app/gerando-salva%C3%A7%C3%A3o-novo-app/id1390773563

- Ji Filho: Desde já louvo a Deus pelo seu apoio e orações!

Deus te abençoe!!

terça-feira, 19 de novembro de 2019

Malafaia explica áudio em que se diz “decepcionado” com Bolsonaro: “Falei com o presidente” (Vídeo)

Um áudio que teria sido vazado pelo deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP), dissidente da base aliada do presidente Jair Bolsonaro (PSL), mostra um diálogo do pastor Silas Malafaia comentando aspectos do governo e afirmando estar “decepcionado”. Em vídeo, o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) rebateu abordagem feita pela imprensa.

O conteúdo do áudio mostra Malafaia reprovando a decisão de Bolsonaro de afastar o ex-senador Magno Malta do governo: “Eu to profundamente decepcionado, irmão. Eu estou calado, não falo nada. Estou quietinho”, diz o pastor, que em seguida reputa essa opção do presidente como uma “sacanagem”.

No último domingo, 17 de novembro, Malafaia publicou um vídeo comentando a situação: “Notícia requentada! Em fevereiro, eu conversando com um cara – que eu pensava que ele estava recuperado, mas ele continua o mesmo mau-caráter de sempre – da minha contrariedade, que eu expus ao presidente, de Magno Malta não ter sido nomeado ministro. Isso saiu até na imprensa”, minimizou.

“Inclusive, a Folha de S. Paulo colocou uma frase que eu cito que ‘a gratidão é a memória do coração’ […] eu falei com o presidente. Eu apoio 100% Bolsonaro, só que eu não sou militonto [sic] e nem capacho. Eu tenho voo próprio. Eu tenho capacidade de olhar, perceber e discordar. Eu converso várias vezes com o presidente”, acrescentou o pastor.

Em seguida, o pastor aponta razões para sua contrariedade com o presidente na ocasião: “Discordei – que é um direito meu – dele não ter nomeado Magno, porque pra mim Magno foi o maior articulador da campanha da eleição de Bolsonaro no mundo evangélico. E um, não o único, dos motivos dele ter perdido uma eleição no Espírito Santo é que ele se dedicou inteiramente à campanha [presidencial]”.

“Eu acredito que Magno tem competência para ser ministro”, reiterou o pastor, pontuando que “o presidente, que é independente, tem a caneta na mão, achou que não”.

Malafaia questiona se a definição de apoio é a postura adotada pelos filiados e militantes do Partido dos Trabalhadores: “Vocês acham que apoiar é igual essa turma do PT, que tem que ser subserviente, e dizer ‘amém’ para tudo que o chefe da quadrilha deles fala?”. G+
Assista:

Maradona pede demissão do Gimnasia após oito jogos

O argentino Diego Armando Maradona, de 59 anos, já não é mais técnico do Gimnasia y Esgrima La Plata.

Em apenas dois meses no comando, o ídolo máximo do futebol argentino comandou a equipe em oito partidas, com três vitórias (todas fora de casa) e cinco derrotas, tendo 37% de aproveitamento.

A saída de Maradona foi anunciada nesta terça-feira (19) pelo presidente do clube, Gabriel Pellegrino.

– Maradona já não é mais técnico do Gimnasia. Ele disse que veio para somar, não para dividir – disse Pellegrino, em entrevista à Rádio La Red.

Maradona deixa o Gimnasia justamente por conta de Gabriel Pellegrino, que não apresentou candidatura para a reeleição à presidência do clube. Segundo o ex-camisa 10 da Argentina, por uma questão de fidelidade ao mandatário, ele não poderia seguir no comando do time com outro dirigente no poder.

Na apresentação como treinador da equipe, em setembro, Maradona levou 25 mil pessoas ao Estádio Del Bosque, casa do Gimnasia, que briga para não ser rebaixado à segunda divisão do futebol argentino.

Por onde passou na curta passagem pelo time de La Plata, Maradona gerou grande expectativa.
Para o duelo contra o Newell’s Old Boys, onde ele jogou em 1993, os torcedores do time de Rosario receberam o ex-jogador com grande festa. No dia anterior à goleada do Gimnasia por 4 a 0, cerca de 5 mil torcedores preparam um bandeiraço na porta do hotel onde estava a delegação da equipe.

No dia da partida, que antecedeu o aniversário de 59 anos do ídolo, o Newell’s colocou um trono à beira do gramado para que Maradona pudesse assistir ao jogo e orientar seus atletas. Com problemas nos joelhos, o ex-meio-campista mostra dificuldade para se locomover e passou a maior parte das partidas sentado.

O último jogo do treinador no comando do Gimnasia foi a vitória, fora de casa, sobre o Aldovisi, por 3 a 0, no último dia 10.
*Folhapress

Maia anuncia pacote com medidas de combate à pobreza

Nesta terça-feira (19), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou o lançamento de um pacote com medidas para combater a pobreza e a desigualdade. Chamado de Agenda de Desenvolvimento Social, as propostas foram elaboradas por um grupo de cinco deputados e um senador.

O grupo é coordenado pela deputada Tabata Amaral (PDT-SP), e conta ainda com os deputados Felipe Rigoni (PSB-ES), João Campos (PSB-PE), Pedro Cunha Lima (PSDB-PB) e Raul Henry (MDB-PE), assim como o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

A proposta conta com cinco pilares: Garantia de renda; inclusão produtiva; rede de proteção do trabalhador; água e saneamento; e governança e incentivos.

Ao lançar o pacote, Maia afirmou que é preciso ter avanços em “projetos de forma efetiva na área social”.

– A nossa agenda vai além das reformas econômicas com o objetivo de ter um país mais igual – apontou. PN

domingo, 17 de novembro de 2019

Mãe processa padre por sugerir que filho suicida pode não ir ao céu

A mãe de um jovem estudante universitária de 18 anos, que morreu por suicídio em dezembro passado, entrou com uma ação contra o reverendo Don LaCuesta, padre  da Igreja Católica Nossa Senhora do Monte Carmelo, em Temperance, Michigan (EUA), por sugerir no funeral de seu filho que ele não foi para o céu. As informações são do The Christian Post.

Linda Hullibarger e seu marido, Jeff, cujo filho, Maison Hullibarger, morreu por suicídio em 4 de dezembro de 2018, anteriormente pediram que LaCuesta fosse demitido por traumatizar amigos e familiares em luto durante o funeral.

Em um comunicado logo após a reação dos comentários de LaCuesta, a Arquidiocese de Detroit se desculpou e admitiu que LaCuesta não trouxe conforto à família. Também foi observado que o padre seria suspenso das funções funerárias e passaria por treinamento e revisão adicionais.

Desdobramentos

Na quinta-feira, o escritório de advocacia Charles E. Boyk disse que a família estava levando as coisas adiante e entrou com uma ação contra a Arquidiocese de Detroit, Nossa Senhora do Monte, a paróquia de Carmel e o padre LaCuesta por lesões que os Hullibargers alegam foram causados ​​pela conduta do padre durante o funeral de Maison.

A mãe, que busca restituição superior a US $ 25.000, alega que LaCuesta ignorou deliberadamente os desejos dela e do marido em relação ao funeral do filho. Ela disse que sua família não havia compartilhado a causa da morte de seu filho com o padre ou com a comunidade em geral, o que tornou os comentários dele ainda mais chocantes.

″[No] funeral de nosso próprio filho, fomos derrubados mais uma vez quando era um lugar que deveríamos ser erguidos ”, disse Linda Hullibarger. “E não tínhamos ideia, nenhuma indicação de que isso iria acontecer. … Nenhum pai, nem irmão, nem membro da família deve, jamais, ter que passar pelo que sentamos. ”

ndrea Young, advogada da Charles Boyk Law, observou ainda que eles acreditam que o padre planejava condenar o suicídio no funeral.

Uma cópia do sermão de LaCuesta que a arquidiocese postou em seu site mostra o padre alertando os cristãos sobre o tema . 

“Se nós, cristãos, estamos certos em acreditar que a salvação pertence a Jesus Cristo, que ela não vem de nós – e que nossa mão não pode parar o que Deus nos permite, então sim, há esperança na eternidade, mesmo para aqueles que tiram suas próprias vidas”, disse.

“Dito isso, acho que não devemos chamar o que é ruim de bom, o que está errado de certo. Por sermos cristãos, devemos dizer que sabemos a verdade – que tirar a própria vida é contra Deus que nos criou e contra todos que nos amam. Nossas vidas não são nossas. Eles não são nossos para fazer o que quisermos. Deus nos deu vida, e devemos ser bons mordomos desse presente pelo tempo que Deus permitir ”, continuou ele. JM

sábado, 16 de novembro de 2019

Extrema pobreza sobe e Brasil já soma 13,5 milhões de miseráveis

A extrema pobreza subiu no Brasil e já soma 13,5 milhões de pessoas sobrevivendo com até 145 reais mensais. O número de miseráveis vem crescendo desde 2015, invertendo a curva descendente da miséria dos anos anteriores. De 2014 para cá 4,5 milhões de pessoas caíram para a extrema pobreza, passando a viver em condições miseráveis. O contingente é recorde em sete anos da série histórica do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta do desemprego, os programas sociais mais enxutos e a falta de reajuste de subvenções como o Bolsa Família aumentam o fosso do mais pobres. O indicador de pobreza do Bolsa Família, por exemplo, é de 89 reais, abaixo do parâmetro de 145 reais utilizado pelo Banco Mundial.

A miséria atinge principalmente estados do Norte e Nordeste do Brasil, em especial a população preta e parda, sem instrução ou com formação fundamental incompleta. Mesmo os filhos dessas famílias que queiram superar a condição de estudos dos pais acabam paralisados pela limitação econômica familiar. A falta de renda acaba empurrando os estudantes desse estrato para a evasão escolar. Entre ir à escola ou trabalhar para evitar que a família passe fome, a segunda opção é a mais óbvia. Segundo o IBGE, 11,8% dos jovens mais pobres abandonaram a escola sem concluir o ensino médio no ano passado. Trata-se de um índice oito vezes maior que o dos jovens ricos.

O crescimento da extrema pobreza coincide com o início da recessão que começou em 2014 no Brasil e terminou em 2016. Embora tenha continuado a subir, a velocidade é bem menor. De 2017 para 2018 foram 200.000 pessoas a mais que assumiram o status de miseráveis. Um ano antes, porém, de 2016 para 2017, a alta havia sido de 1.339 milhão. Nesse período, o Brasil ajudou a inflar os dados de extrema pobreza em todo o continente, como mostrou um estudo da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL, um órgão da ONU). 

O IBGE, porém, aponta a necessidade de um trabalho focado para este grupo. Segundo André Simões, gerente do estudo Síntese de Indicadores Sociais, a saída da miséria desta população depende de cuidados maiores. “É fundamental que as pessoas tenham acesso aos programas sociais e que tenham condições de se inserir no mercado de trabalho para terem acesso a uma renda que as tirem da situação de extrema pobreza”, diz ele. Um dado do IBGE, porém, chama a atenção. Dos 13,5 milhões de miseráveis, 13,6% tinham alguma ocupação, ainda que informal, cumprindo abaixo das 40 horas de trabalho semanal.

O estudo sugere um investimento extra de 1 bilhão de reais mensais para atender aos brasileiros em condição de extrema pobreza. A projeção, porém, esbarra num momento em que o Governo de Jair Bolsonaro está focado no aprofundamento do ajuste fiscal, como mostrou o pacote do ministro Paulo Guedes nesta terça, e na ideia da redução do papel do Estado, que foi abraçada pelo país desde o governo de Michel Temer. Essa mudança se reflete, por exemplo, no número de usuários do Bolsa Família. Hoje, 13,7% dos lares brasileiros recebem o benefício, contra 14,9% em 2014.

Uma das maiores críticas ao governo de Jair Bolsonaro e à política econômica que adotou é a falta de foco nos programas sociais. Bolsonaro foi criticado em julho deste ano por não ter reconhecido que o país tinha um quadro preocupante de crescimento da pobreza, que incluía uma população que passava fome. EP

Avivamento no Nordeste: mais de 5 mil alunos se entregam a Jesus após evangelismo em escolas

O Convictos School, movimento missionário, tem promovido um verdadeiro avivamento nas escolas do Nordeste brasileiro. Desde o início do projeto, em 2016, cerca de 5 mil alunos entregaram suas vidas a Jesus e mais de 10 mil ouviram a mensagem do Evangelho.

Somente no último fim de semana, mais de 800 estudantes se entregaram a Cristo durante uma ação feita em 7 escolas do Sertão Pernambucano. 

Em entrevista ao portal Guiame, Neto Araújo, líder do movimento, disse que “existe uma geração esperando por nós” e por isso o trabalho de evangelização não poder parar. JM



quinta-feira, 14 de novembro de 2019

‘Juízo de Deus’, diz Paulo Junior sobre Lula Livre e STF; assista

As recentes decisões tomadas pela Suprema Corte do país em que culminou na soltura do condenado ex-presidente Lula, além de outros nomes presos pela Lava Jato e mais outros milhares de criminosos “anônimos” foi citada pelo pastor Paulo Junior em uma pregação.

Junior critica o ‘desespero’ da igreja brasileira diante do possível cenário de caos político que se instaurou no país. JM

 

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Eduardo defende que Aliança leve fundo partidário do PSL

Para o líder do PSL na Câmara, deputado Eduardo Bolsonaro (PSL), é uma questão de justiça os dissidentes da legenda de Luciano Bivar (PE) levarem sua parte do fundo partidário para a Aliança pelo Brasil, sigla que o presidente Jair Bolsonaro quer criar.

As declarações foram dadas pelo filho do presidente na noite desta terça-feira (12), na saída de uma reunião de uma hora na liderança do governo na Câmara. Participaram os deputados que já sinalizaram que devem deixar o PSL e migrar para a Aliança.

O fundo partidário financia, com verbas públicas, o funcionamento das legendas. A distribuição dos recursos leva em conta os votos obtidos na última eleição para a Câmara. Mudanças nas bancadas ao longo da legislatura não são consideradas na hora da divisão.

– Se trouxer o fundo é bom por uma questão de justiça, porque o injusto é você ter sido eleito, sair do partido e ficarem tão poucos deputados no PSL e eles terem esse fundo todo à disposição deles – defendeu Eduardo.

Segundo o deputado, o lado positivo de sair sem os recursos é atrair “pessoas que são mais conectadas” com as ideias bolsonaristas.

– Você afasta um pouco aquele perfil de político, principalmente de candidato, que só vai para o partido que tem fundo eleitoral, que não é nosso objetivo. Nosso objetivo é ter um alinhamento com pessoas – disse.

O anúncio de que Bolsonaro vai deixar o PSL foi feito em reunião com deputados aliados e, mais tarde, na conta do presidente em rede social.

– Hoje anunciei minha saída do PSL e início da criação de um novo partido: “Aliança pelo Brasil”. Agradeço a todos que colaboraram comigo no PSL e que foram parceiros nas eleições de 2018″, disse o presidente.

Os parlamentares dissidentes pretendem alegar perseguição política para deixar o PSL, o que permitiria que mantivessem seus mandatos e, a depender do entendimento do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), levassem também os recursos do fundo. O líder do partido na Câmara, no entanto, não quis detalhar a estratégia que será adotada.

A intenção é que o novo partido esteja formalizado já em março, que é o prazo final para que se filiar a um partido e sair candidato nas eleições municipais, afirmou Eduardo, que enfatizou em mais de uma ocasião que a prioridade do novo partido será atrair pessoas alinhadas com a agenda liberal conservadora.

– Nós vamos ser um partido ideológico, não um partido que visa ter a maior bancada, mas que visa ter maior qualidade. Aquela representação mais à direita, com bandeiras liberais conservadoras – afirmou.

Mesmo que não seja o presidente formal da Aliança, Jair Bolsonaro será “o grande líder” da legenda. Enquanto o novo partido não sai do papel, o líder do PSL não acredita que a ala alinhada a Bivar vá bloquear votações importantes para o governo em represália à saída dos parlamentares aliados de Bolsonaro.

– Eu não acredito que, pelo fato de nós estarmos indo para outro partido, que aqueles remanescentes no PSL venham a virar pessoas de extrema-esquerda, por exemplo. Acredito que a convergência é natural – apontou Eduardo.

O parlamentar comentou ainda uma declaração que deu no dia anterior, de que seria eleito governador, embora a Constituição vede que isso aconteça enquanto seu pai for presidente do Brasil.

– Aquilo foi da boca pra fora. Eu não tenho condição de ser governador pela minha condição de filho do presidente. Só posso ser candidato à reeleição a deputado federal. Não tenho esse objetivo, não – completou.
*Folhapress

Bolsonaro faz oração durante primeira reunião do Aliança

O presidente Jair Bolsonaro, que se reuniu com políticos na noite desta terça-feira (12) para falar sobre a saída dele do PSL e a criação da nova legenda Aliança pelo Brasil, fez uma oração durante o encontro. O momento foi registrado pelo deputado Filipe Barros (PSL-PR) nas redes sociais, onde ele citou o trecho bíblico de Provérbios 16:3 (Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos).

Na foto registrada pelo parlamentar é possível perceber os políticos convidados de mãos dadas, com Bolsonaro ao centro, todos aparecem de cabeças abaixadas em sinal de reverência.

Durante o evento de lançamento, o novo partido também divulgou o manifesto da legenda que descreve como objetivo do grupo resgatar o país do ataque que tem sofrido pela “degradação moral contra as boas práticas e os bons costumes”.

A nova legenda estima que todos os parlamentares do PSL que estavam ao lado do presidente devem migrar para a Aliança pelo Brasil. Segundo o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), o número deve ficar em torno de 30 deputados. No Senado, o número não foi informado. PN

Evangélico, ator da Globo diz que vai ensinar filha a amar Deus

O ator global Chay Suede, de 27 anos, não vê a hora de pegar Maria – sua primeira filhinha com Laura Neiva, de 26 anos – no colo. “A Laura já entrou no no oitavo mês. A Maria pode nascer num período ou noutro. Mas deve nascer mês que vem a princípio. Estou muito feliz, muito mais feliz do que ansioso.”

Cristão, evangélico presbiteriano, Chay diz que vai ensinar a filha a amar a Deus e já compôs até música para a primogênita.

— Deus é amor e vou ensinar a ela a respeitar também quem não sente o que a gente sente. Eu compus uma música para a minha filha que se chama “Verdadeira onda”. Como estou fazendo uma playlist para o nascimento dela, pode ser que eu cante na maternidade.
 (Com Extra)

Bolsonaro cogita Sergio Moro como vice em 2022, diz jornalista

Além de Marco Feliciano, outro nome que poder vir a compor uma chapa de reeleição com Jair Bolsonaro é o do atual ministro da Justiça, Sergio Moro. Segundo a jornalista Bela Megale, de O Globo, o presidente tem cogitado uma chapa com o ministro como seu vice em 2022.

A aliados, Bolsonaro disse que a dupla seria imbatível nas urnas. A iniciativa tem sido apoiado pelos interlocutores do presidente” escreveu Megale.

Feliciano

O pastor e deputado federal Marco Feliciano (PODE-SP), vice-líder do governo na Congresso, falou em junho deste ano sobre a possibilidade de disputar a próxima eleição junto com o presidente Jair Bolsonaro (PSL). Ele é um dos nomes fortes próximo ao presidente e goza de prestígio no segmento cristão.

Feliciano se entusiasmou com a ideia após o aceno do presidente à reeleição durante a Marcha para Jesus, realizada este ano em São Paulo.

“Só de evangélicos no país são 60 milhões. Seria uma chapa dos sonhos”, declarou Marco.JM