Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

  • Futuro Sorriso!

    Simião Célio posta vídeo para música Futuro Sorriso no YouTube

  • Reportando!

    6ª edição do AGORA SOMOS UM

  • Entrevista com Wallas Silva

    "Lutador de Muay Thai""

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Universal é condenada a indenizar fiéis coagidos a fazer doações: celulares, ar-condicionado e até impressora

A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada a pagar indenização de R$ 20 mil por ter coagido fiel a doar seus bens em troca de bênçãos. A decisão é da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), que confirmou decisão de 1º Grau.

A mulher e seu companheiro ajuizaram ação na Comarca de Lajeado afirmando terem sido enganados e iludidos. A mulher narrou que o casal vinha passando por problemas financeiros, razão que a levou a procurar a Igreja Universal. Contou que, ao final de cada culto, os pastores recolhiam certa quantia em dinheiro e afirmavam que, quanto mais dinheiro fosse doado, mais Jesus daria em troca.

Salientou que, em função da promessa de soluções de seus problemas, realizou diversas doações: vendeu o veículo que possuía, entregou joias, eletrodomésticos, aparelho celular e uma impressora. Os autores pediram indenização por danos morais e materiais.
No 1º Grau, a juíza Carmen Luiza Rosa Constante Barghouti condenou a ré a restituir os celulares e fax, dois aparelhos de ar-condicionado e uma impressora. Também determinou o pagamento de indenização por dano moral em R$ 20 mil.

A Igreja Universal recorreu da sentença. Alegou que não constrange seus fieis a entregar dízimos ou doações e que não há nenhuma prova de que a mulher estivesse provada de discernimento durante o período no qual frequentou a igreja. Salientou que ela passou a frequentar o local por vontade própria. O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) manteve a sentença por unanimidade.

A decisão do STJ ressalta que as doações às instituições religiosas, de qualquer tipo, são um componente essencial da liberdade de consciência e de crença, garantida pela Constituição. No entanto, os relatos comprovados por testemunhas mostraram que as doações do casal foram feitas sob ameaça de sofrimento e condenação espiritual. com informações bhaz.

Do TJRS

Projeto Igreja Unida Interdenominacional (REUNIÃO)

Confirmado! Reunião com toda liderança da zona oeste da cidade de Vitória da Conquista, para o próximo encontro de líderes, pastores e ministros engajados no projeto IGREJA UNIDA. O encontro acontecerá no dia 5 de março, (segunda-feira) às 19:00h, na CEMAP, localizada na travessa Florianópolis, no bairro Patagônia, no fundo do colégio Fernando Espínola.
O encontro definirá mais uma caminhada de interseção, na região oeste da cidade. Segundo o Pr. George Costa, a primeira caminhada ocorrida no dia 31, de janeiro, já traz resultados significativos pelo poder da oração, reduzindo em 80% a criminalidade na região alcançada pelo trabalho de interseção, o que mostra a importância da oração e da continuidade do trabalho estabelecido por meio da unidade das igrejas da cidade.
Entre as pautas a serem tratadas na reunião estão:  Clamor pela cidade, estratégias de evangelismo, ações sociais, treinamentos e mentoreio pastoral.

A próxima caminhada está prevista para o dia 18 de março, na manhã de domingo, a partir das 9:00h.

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Juventude Conquista em Cristo Realiza 1º Culto Jovem do Ano!

No dia 24 de fevereiro, (sábado) às 19:00h,  a Juventude Conquista em Cristo estará realizando o primeiro culto do ano, com o tema: Sal e Luz. A programação tem por ministrante da palavra o Pr. George Costa, o louvor estará na direção de Bruno Pina Trio, e o Ministério de Dança Essência da adoração completa o roteiro da programação. Venha celebrar a Deus conosco!

A igreja Assembleia de Deus Conquista em Cristo está localizada na Av. Filipinas, nº 503, no bairro Ipanema (entre o SAMU e HGVC)

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Filme sobre Maria Madalena estreia nos cinemas brasileiros dia 15 de março

O antes e o depois da mulher que encontrou em Jesus uma nova maneira de viver: é assim que podemos classificar o filme Maria Madalena, próximo lançamento da distribuidora Universal Pictures. Com estreia marcada para 15 de março cinemas brasileiros, o longa traz Rooney Mara (Lion – Uma Jornada para Casa) no papel-título e apresenta a jornada de uma das figuras mais enigmáticas e incompreendidas da história.
Mesmo contra sua família e a hierarquia social da época, ao ser impactada pelos ensinamentos de Cristo, interpretado por Joaquin Phoenix (Gladiador; Ela), Maria vê sua vida mudar completamente. Tornando-se assim, uma grande discípula de Jesus e uma das líderes responsáveis por espalhar sua palavra.
Além dos indicados ao Oscar Rooney Mara e Joaquin Phoenix, o filme ainda traz Chiwetel Ejiofor (12 Anos de Escravidão) e Tahar Rahim (Samba) no elenco. Dirigido por Garth Davis, (Lion – Uma Jornada Para Casa), Maria Madalena tem roteiro assinado por Helen Edmundson e Philip Goslett.

Sobre o filme
Elenco: Rooney Mara, Joaquin Phoenix, Chiwetel Ejiofor, Tahar Rahim
Direção: Garth Davis
Roteiro: Helen Edmundson and Philip Goslett

Sinopse – Maria Madalena (Mary Magdalene)
Maria Madalena, uma das figuras mais enigmáticas e incompreendidas da bíblia. O antes e o depois da mulher que encontrou em Jesus uma nova maneira de viver. Desafiada pela própria família e hierarquia social da época, Maria (Rooney Mara) decide seguir a Jesus até Jerusalém, se tornando assim, discípula e uma das responsáveis por espalhar seus ensinamentos. informações jmnoticias

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Morre o pastor Billy Graham, aos 99 anos, nos EUA

O pastor Billy Graham morreu nesta quarta-feira (21), aos 99 anos, de causas naturais, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos (EUA).
Graham nasceu em 1918, na Carolina do Norte, nos EUA, e era o mais velho dos quatro filhos de William and Morrow Graham.
Aos 16 anos, ele participou de um reavivamento com o pastor Mordecai Ham. A experiência o despertou para o cristianismo e o fez ingressar na escola Bob Jones College. Com o tempo, no entanto, ele preferiu ir para o Florida Bible Institute (que agora se chama Trinity College of Florida). Graham foi ordenado em 1939.
Ao ir para o Illinois’ Wheaton College, para receber um treinamento adicional, o pastor conheceu Ruth McCue Bell, com quem ficou casado durante 64 anos, até a morte dela em 2007. Eles tiveram cinco filhos.
Após servir brevemente como o pastor da Primeira Igreja Batista em Western Springs, Illinois, Graham lançou o seu primeiro programa de rádio, chamado Canções na Noite, em 1943. Mesmo deixando o programa após um ano, ele gostou da ideia de dividir os ensinamentos de Cristo com o grande público e levou o versículo. com informações pleno.news

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Do púlpito ao YouTube: Artistas gospel investem na internet

Foi-se o tempo que os artistas só encaravam as câmeras quando produziam seus DVDs. É claro que isso ainda existe. Mas, atualmente, bandas, cantores e até líderes religiosos têm se dedicado intensamente à produção de vídeos para o YouTube. Um exemplo são os artistas do meio gospel que estão cada vez mais conectados. Nesta segunda (19), a cantora e pastora Léa Mendonça divulgou que lançará seu canal e será gerenciado pela MK.
– Hoje assinei contrato com a MK Network e tratamos da gestão do meu canal no YouTube. A internet ligando as pessoas cada dia mais e nós, do lado de cá, procurando tornar seus dias melhores, sempre com uma devocional, uma palavra de ânimo, uma palavra de fé para levar você mais além – revelou a cantora.
Flordelis e pastor Lucas também são alguns dos que já se lançaram na rede e estão fazendo sucesso como youtubers, com temáticas totalmente diferenciadas da música.
A MK, que antes tinha o foco na gestão dos CDs e DVDs do seu cast (MK Music), também passou a gerenciar seus próprios artistas e parceiros em seus canais. O grupo criou, então, a MK Network, que tem a missão de pulverizar os artistas nas redes sociais e fazê-los cair no gosto do grande público: a internet.
Além dos youtubers cantores, pastores renomados como Josué Gonçalves e o deputado Marco Feliciano também assinaram com a MK, que hoje é responsável pela gestão de seus canais no YouTube. com informações pleno.news

Secretaria de Educação da Bahia abre mais de 690 vagas para porteiros

A Secretaria de Educação da Bahia divulgou o edital do processo seletivo para a contratação de mais de 690 agentes de portaria (porteiro). O documento foi publicado nesta sexta-feira (16) no Diário Oficial do Estado da Bahia. Para concorrer a uma das vagas é necessário ter ensino médio incompleto.

 As inscrições são gratuitas e poderão ser realizadas através do site entre os dias 23 de fevereiro  e 2 de março As vagas são temporárias e seguem a lei do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA).

O REDA tem validade de até 24 meses com possibilidade de renovação por mais um ano. Aqueles que forem selecionados terão uma jornada de trabalho de 40 horas semanais e terão remuneração mensal de R$ 1.283,91. As vagas serão distribuídas por todo o estado da Bahia.

O processo seletivo conta apenas de uma fase, de caráter eliminatório e classificatório,  que é a avaliação do currículo. A comissão irá analisar os dados dos candidatos entre os dias 13 e 27 de março. Após a homologação do resultado final, os aprovados serão convocados de acordo com a distribuição de vagas por pautadas pelo edital de convocação.

Apollo Quiboloy, Megachurch Pastor que se alega ser nomeado filho de deus, detido com pilhas de dinheiro (Vídeo)

Apollo Quiboloy, um polêmico pastor da mega-igreja das Filipinas, que possui cerca de 6 milhões de seguidores de dízimos nesse país e em todo o mundo, foi detido por agentes federais em Honolulu, no Havaí, na quinta-feira passada, depois que cerca de US $ 350.000 em dinheiro e peças para reunir rifles de estilo militar foram descobertas em seu jato particular.
Quiboloy, que lidera a Igreja do Reino de Jesus Cristo , estava entre seis pessoas em seu Cessna Citation Sovereign quando os agentes da Alfândega e da Aplicação da Fronteira abordaram-na apenas antes da partida e encontraram o dinheiro e as peças de armas, informou o Havaí . O dinheiro estava totalmente dobrado $ 100 de contas recheadas dentro de meias em uma mala.
 
Felina Salinas, de 47 anos, de Makakilo, que era o único cidadão dos EUA no jato, disse às autoridades que o dinheiro era dela e ela foi presa. É contra a lei federal tirar mais de US $ 10.000 fora do país sem declará-lo. Salinas, que compareceu no tribunal na quarta-feira, é gerente de negócios de um ramo da igreja de Quiboloy no Havaí e um fiel apoio. Ela só declarou US $ 40.000, então ela foi acusada de tentativa de contrabando de dinheiro em massa.
O jato do pastor, que vale a pena pelo menos US $ 15 milhões, permanece no Havaí e o governo federal está trabalhando para aproveitá-lo. Quiboloy, que teria sido no Hawaii para um concerto, voltou para as Filipinas em um voo comercial.
Salinas foi liberado com caução de US $ 25.000 e ela está programada para retornar ao tribunal em 27 de fevereiro.
 
Quiboloy, que é ex-membro da Igreja Pentecostal Unida, fundou a igreja do Restauração no 1985, depois de ter dito que recebeu um chamado de Deus. De acordo com a Ásia Times , Deus veio a sua mãe na forma de uma nuvem depois que ele nasceu e declarou: "Esse é meu filho".

 
"Quando o Pai me chamou, Ele me isolou em duas montanhas. Ele me deixou passar por experiências espirituais que nunca tive antes. Ele disse: 'Eu vou te dar os espíritos desses ministérios: o mosaico, o solomônico e o ministérios proféticos ". E nessas visões, eu (e muitos outros) me vi em pé, à medida que três homens grandes e espirituais entraram em meu corpo. A interpretação dos três ministérios - o mosaico, o solomônico e o ministério profético - confiou-me pelo Pai ", ele observa no site da igreja. Ele se chama o nomeado filho de Deus.

Desde a sua vocação, Quiboloy tornou-se rico e é amigo de longa data do controverso presidente filipino Rodrigo Duterte.
Ele afirma ter 4 milhões de seguidores de dízimos nas Filipinas, 2 milhões a mais no exterior e atinge 600 milhões de espectadores em todo o mundo através de sua estação de TV, disse a Asia Times.
Em uma entrevista de 2010 com a ABC News , Quiboloy disse que cada membro de seu reino compartilhou sua riqueza e é bem-vindo para ficar em sua mansão. Ele também notou que Deus revelou a ele em 1983 que ele deveria possuir um jato e argumentou que todos deveriam aceitar o que eles recebem de Deus na vida, mesmo que seja a pobreza.
"Se não é a vontade de Deus para eu ter essas coisas que tenho, você pode tirá-lo", disse ele. "É a vontade de Deus que nós seguimos ... Se ele quisesse que eu vivesse como um rato, se ele quisesse que eu vivesse em riqueza ou na pobreza, isso não interessa para mim. Coloque-me lá e eu serei feliz desde que seja a vontade de Deus ". com informações christianpost.com
 

“Quem pode dar glória a Deus?”, questiona pastor, instantes antes de morrer no púlpito (vídeo)

Um novo caso de morte de um líder evangélico abalou os fiéis da igreja Centro Evangelístico Internacional Mutuá (CEI Mutuá), em São Gonçalo (RJ). O titular da denominação, pastor Walter, faleceu no último domingo, 18 de fevereiro, enquanto pregava sobre os Salmos 119.
“Havia muitas luzes no cenáculo onde estavam juntos. O que eu aprendo com esta palavra é que havia muita luz… Salmo 119 diz: ‘Lâmpada para meus pés é a tua palavra e luz para o meu caminho'”, diz o pastor, fazendo uma breve pausa. “Quem pode dar glória Deus?”, questiona, antes de cair sem vida.
 
Na página da igreja CEI Mutuá no Facebook, fiéis deixaram mensagens de condolências à família e amigos. “‘Combati o bom combate. Encerrei a carreira . Guardei a Fé.’ 2 Timóteo 4:7. Deus pra si o tomou. Luto. Pastor Walter, homem de honra”, escreveu um dos fiéis.
“Aprouve o Senhor chamar o nobre Pr. Walter para a glória,
quero deixar meus sentimentos a todos os familiares, amigos, obreiros e congregados! Vai ficar a saudades mas tendo a certeza que nos encontraremos. Deus permitiu que ele pregasse uma última mensagem de despertamento pra sua igreja, suas últimas palavras foram GLÓRIA A DEUS!”, comentou outro.
O pastor, identificado nas redes sociais apenas como Walter, deixou filhos e esposa. Não foram divulgados maiores detalhes a respeito do culto fúnebre e do sepultamento.

 

Casos semelhantes

Ao longo dos últimos anos, diversos casos semelhantes ao do pastor Walter foram flagrados pelas câmeras de celulares dos fiéis ou por sistemas de filmagem das igrejas.
Em novembro de 2015, um pastor morreu no púlpito momentos após terminar seu sermão de domingo, na cidade de Fresno, Califórnia (EUA). Eddie Crain tinha 39 anos e era pastor da North Point Community Church. Ele dedicava-se ao trabalho com crianças, mas também conduzia os chamados cultos da família, quando toda a congregação participa.
Crain havia acabado de terminar a mensagem daquele culto, quando deu um passo para trás e caiu no púlpito, já inconsciente. Os fiéis chamaram o socorro médico, mas o pastor foi declarado morto, vítima de um ataque cardíaco. Casado, o pastor deixou esposa e cinco filhos.
Novembro de 2016 marcou a despedida do pastor Jim Watson, que faleceu enquanto cantava um louvor que ele disse ter sido inspirado por Deus. O caso foi registrado na igreja Crossroads Family Fellowship, em Clermont, estado da Flórida (EUA).
Jim Watson estava pregando quando contou à congregação que sentiu o Espírito Santo conduzindo-o a cantar a música In His Presence (“Em sua presença”, em tradução livre), da cantora Sandi Patty.
Quando Watson terminou de cantar a música, ele sofreu um ataque cardíaco fulminante e faleceu ainda no púlpito. O relato foi feito pela esposa do pastor, Lisa. “O pastor Jim era um verdadeiro cavalheiro e exalava o amor de Jesus a todos que conhecia”, comentou o pastor Steven Halford, que lidera uma igreja na Inglaterra.
Já em agosto do ano passado, um pastor faleceu enquanto pregava em um culto, momentos após afirmar que tinha tido uma visão de um caixão no meio da igreja. Testemunhas afirmaram que o sacerdote caiu sem vida instantes depois de revelar o que tinha visto.
O pastor, identificado como Jimme Javier Cherre Lizama, tinha 46 anos de idade e era natural do Peru, com visto de permanência no Brasil até dezembro de 2021. Ele liderava a Igreja Jesus Reis dos Reis, em Parauapebas (PA), e estava no país desde 2011.
O caso mais recente foi o do presbítero Francisco Noronha, que sofreu um ataque cardíaco enquanto pregava, caindo no momento da ministração. Ele foi socorrido pela congregação e levado ao Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus (BA), mas não resistiu e acabou falecendo, deixando a esposa e duas filhas. com informações Gospel+

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Terror! Fiéis São Vítimas de Assalto e Estupro Durante Oração no Monte (Aúdio)

Um grupo de fiéis denunciou na tarde desta quinta-feira (15), que tem passado por momentos de insegurança durante os cultos realizados em um morro localizado no bairro de Cruz das Almas-AL. Em áudios encaminhados à Gazetaweb, eles relatam como aconteceram as ações criminosas.
 Confira os relatos: Audio Player
De acordo com os áudios, os assaltos e estupros aconteciam geralmente durante a madrugada e principalmente durante os momentos de louvor. As vítimas eram abordadas pelos criminosos e, após anunciarem o assalto, levavam os pertences e as vezes cometiam o estupro.
O local é usado por religiosos de diversas denominações para a prática de orações, e o horário em que os cultos acontecem é sempre durante a madrugada. No entanto, o local é isolado, escuro e de difícil acesso.
A reportagem procurou o tenente-coronel Rocha Lima, comandante do Batalhão de Polícia de Eventos (BPE), responsável pelo patrulhamento da região. Ele relatou que tem conhecimento dos casos e que trabalha para coibir a ação dos criminosos.

Morro em Cruz das Almas é utilizado para cultos religiosos
FOTO: Felipe Brasil
O comandante afirma que o local é propício a criminalidade por se tratar de um local ermo, de difícil acesso e que as pessoas devem ter cautela ao irem fazer suas orações no local. Segundo Rocha Lima, o trabalho agora é junto com a inteligência da Polícia encontrar os culpados.
Com informações GazetaWeb

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Presbítero sofre ataque cardíaco durante pregação e morre ainda no altar da igreja, na Bahia

Apesar de termos certeza da salvação em Cristo, o momento de partida continua sendo motivo de surpresa e angústia para todos nós. O que aconteceu a Francisco Noronha, 2º vice-presidente da Igreja Assembleia de Deus – Missão de Santo Antônio de Jesus, na Bahia, exemplifica isso.
De forma inesperada por todos, o presbítero Francisco sofreu um ataque cardíaco enquanto pregava, caindo no momento da ministração. Ele foi socorrido pela congregação e levado ao Hospital Regional, mas não resistiu e acabou falecendo.
Deixando esposa e duas filhas, o velório de Francisco aconteceu no Templo da Assembleia de Deus da Avenida Barros e Almeida na manhã da última segunda (12).
Essa não é a primeira vez que um caso como esse acontece. O pastor, cujo nome atribuído é João Pires, faleceu enquanto pregava. Poucos minutos antes ele disse: “Estou terminando a minha carreira carreira”, vindo logo em seguida a ter um mal súbito e falecer diante da congregação.
Em outra ocasião, o pastor Edvaldo José da Silva, da Assembleia de Deus Ministério Missão, em Arapiraca (AL), conhecido como “pastor Walmir”, também faleceu durante um culto enquanto pregava. Ele teve um mal súbito e não resistiu, mesmo já tendo sido socorrido.
 
Em todos os casos, homens de Deus se depararam com a morte física de forma inesperada, mas suas palavras deixaram evidente a certeza da fé em Jesus Cristo, vindo após isso a salvação. Que também tenha se cumprido a Palavra escrita em Filipenses 1:21:
“Porque para mim, o viver é Cristo e o morrer é lucro”. com informações gospel+

"IGREJA UNIDA" COMUNICADO IMPORTANTE! (Vídeo)

O pastor e conferencista George Costa, divulgou um vídeo convocando toda liderança da zona oeste da cidade de Vitória da Conquista, para o próximo encontro de líderes, pastores e ministros engajados no projeto IGREJA UNIDA. O encontro acontecerá no dia 5 de março, às 19:00h, na igreja CEMAP, localizada no bairro Patagônia, no fundo do colégio Fernando Espínola.

O encontro definirá mais uma caminhada de interseção, na região oeste da cidade. Segundo o Pr. George Costa, a primeira caminhada ocorrida no dia 31, já traz resultados significativos pelo poder da oração, reduzindo em 80% a criminalidade na região alcançada pelo trabalho de interseção, o que mostra a importância da oração e da continuidade do trabalho estabelecido por meio da unidade das igrejas da cidade.
A próxima caminhada está prevista para o dia 18 de março, na manhã de domingo, a partir das 9:00h.


“Carnaval é idolatria ao diabo”, diz ex-campeão da Mangueira (Vídeo)




Era carnaval de 1990, quando Lilico da Mangueira deu uma entrevista ao vivo para a repórter Leilane Neubarth (TV Globo). Em plena Sapucaí, avenida do samba da cidade do Rio de Janeiro, vestido de mestre-sala, o conhecido campeão nota 10 da Mangueira afirmava que aquele seria seu último ano no desfile. “Por qual razão?”, questionou a jornalista. “Vou me dedicar a um compromisso espiritual e enalteço Jesus Cristo que me trouxe até aqui!”. E assim teve início a nova vida de William Lourenço Braga, hoje pastor da Igreja Batista Pentecostal Restaurando Vidas, na Penha, bairro na Zona Norte do Rio de Janeiro. Atualmente funcionário do Ministério da Saúde, veio da Mangueira, onde nasceu e cresceu e foi dedicado ao diabo aos quatro anos de idade. Vivia em um ambiente de ocultismo, envolvido por práticas de Macumba. Sua família foi a segunda a povoar o morro e ainda fundou a escola de samba da Mangueira. Entre o samba e a feitiçaria, Lilico não sabia quantas reviravoltas Deus iria dar em sua jornada. É o que ele conta nesta entrevista ao Pleno.News.

“Penso que a igreja não deve estar em um lugar que é consagrado aos demônios”, alerta pastor William Braga Foto: Virgínia Martin
 
Como ex-integrante da Mangueira, como vê a polêmica deste carnaval sobre a escola de samba ter sido acusada pela RioTur de usar intolerância religiosa em seu desfile?
Acho que a Mangueira cometeu uma falta de respeito muito grande. Mas penso que o trabalho de repúdio ao Crivella vem de uma questão política. É evidente que na parte religiosa eles não professam a mesma fé que o prefeito. Porém, se fizessem a mesma coisa com os católicos, com os gays, com os espíritas, teria sempre alguém para gritar, para reclamar… Mas se fazem contra os evangélicos, ninguém grita. Assim, continuam a fazer o que querem. No entanto, creio que Deus é quem vai dar uma boa resposta para todos depois do Carnaval. Se este prefeito estiver mesmo imbuído de Deus, a Mangueira terá uma resposta nesta quarta-feira de cinzas.

E o que achou de Marcelo Crivella não ter participado do carnaval da cidade do Rio?
Vi que este prefeito é muito corajoso em não ter participado. Mais do que ser um homem público, ele é um homem seguidor de Cristo. Melhor ele sofrer debaixo das críticas do povo do que suportar o carnaval, que não é de Deus. Ele sabe que tem que prestar mais contas ao céu do que ao inferno.

Como o senhor começou a atuar como mestre-sala?
Na Mangueira de onde vim, é natural uma criança de 5 anos, por exemplo, já ir se definindo em sua posição na escola de samba. Eu era mascote de uma ala chamada Pobres de Paris. Usava trajes de fidalgos, saia vestido com capa e espada. E, certa vez, fomos nos apresentar no Palácio Guanabara. Só que faltou alguém na posição de mestre-sala e me chamaram para fazer a substituição. Fui indicado pela Neide, uma maravilhosa porta-bandeira. E eu me sai muito bem. Com apenas 8 anos, surpreendi naquela ocasião. A Neide se tornou uma professora para mim, me ensinando a dançar com a delicadeza de um nobre.
Em 1984, eu fazia parte da comissão de carnaval da Mangueira e estavam decidindo quem ia ser o mestre-sala. Fui indicado por ter tirado nota máxima em uma escola do segundo grupo, e assumi minha posição, mesmo contra a vontade de muitos. No ano seguinte, o carnaval da Mangueira foi um fiasco e a mídia reportou que a única coisa que tinha valido a pena foi o mestre-sala Lilico, acompanhado da porta-bandeira Mocinha. Foi a confirmação de que realmente eu deveria ficar. Ainda assim, 90% do povo da Mangueira não me queria. Preferiam o mestre-sala Delegado, que era Estandarte de Ouro. E ainda alegaram que uma pessoa influente na Mangueira, o bicheiro Zinho, teria pago para eu tirar nota 10. Só que em 1986, o Zinho nem estava mais na Mangueira e eu tirei 10 de novo. Em 1987, acabei sendo escolhido para fazer a chamada da Rede Globo de TV e permaneci mestre-sala da Mangueira até 1990, sempre com nota máxima.
 
E o caminho até mudar totalmente de vida, como foi?
Como mestre-sala da Mangueira, me tornei famoso. Viajei muito para fora do Brasil, entrei no caminho das drogas, cheirava cocaína, fumava maconha, bebia muito. Nessa época, eu conhecia um jovem chamado Emanuel Messias, que vivia de forma errada como eu, mas dizia que um dia iria para os caminhos de Deus. Ele afirmava que quando isto acontecesse, o Lilico iria também. Eu negava, me esquivava dizendo que eu era macumbeiro e ia morrer macumbeiro.
Mas o dia chegou para meu amigo Messias. Ele passou a andar nos caminhos de Jesus e foi me procurar. Eu estava na casa de minha mãe na Mangueira, invocando um demônio, pois queria que minha viagem aos Estados Unidos fosse um sucesso. Antes que a mulher incorporada cortasse a cabeça do frango, ela ficou estática e disse: “Tá vindo um camarada aqui que é filho do homem lá de cima. Não deixe ele entrar aqui”. Era o Messias que estava chegando e que havia se entregado a Jesus. Fui lá fora e ele me disse, tal como havia dito antes, que tinha largado a vida torta. “Vim aqui te dizer que o único caminho que você vai ter para ser feliz é com Jesus. Larga tudo e vem”. Eu neguei. Mas meu amigo continuou: “Saiba que quando você precisar, fale que o sangue de Jesus tem poder e ele vai estar contigo onde quer que você esteja”. Messias ainda disse que havia um demônio dentro da casa e que iria expulsá-lo. Eu neguei.
Quando voltei, o demônio disse que não podia fazer mais nada porque havia muita luz ali e desincorporou. A luz era do amigo Messias como novo homem espiritual. E ele nem sequer tinha entrado no local. Tudo aquilo me chamou atenção. Hoje eu sei que a Palavra de Deus jamais volta vazia. Fui mesmo para os Estados Unidos, desfilei em Manhattan. Adquiri um novo status no Brasil, o internacional Lilico. Fui matéria do Fantástico, do Globo Repórter, transitava entre artistas como Alcione, Beth Carvalho, Maria Betânia. Tudo foi me dando projeção.

Sua conversão aconteceu de que forma?
Eu tinha muito envolvimento com tráfico de drogas. E nem tinha necessidade de estar na vida do crime. Afinal de contas, eu era um artista, um homem instruído. Fiz parte da segunda turma de Educação Física da UERJ, em 1976. Mas, por estar no meio das drogas, tinha penetração em várias favelas do Rio de Janeiro e com traficantes como Meio Quilo, Escadinha, Gordo, todos conhecidos no crime. Por conta disso, entrei na camada mais pesada do tráfico. Por dois anos fui quase emboscado na Marquês de Sapucaí, depois do desfile da Mangueira. E comecei a entender que alguma coisa estava errada.
Eu tinha uma namorada que morava na Itália. Fiz planos de ir para lá depois do carnaval porque havia uma promessa de que eu iria morrer após o desfile. Eu era perseguido pela milícia, não pela polícia propriamente. Certa vez, eu estava fugindo da polícia, que atirou para cima de mim. Eram três da madrugada de lua cheia e um policial me achou e colocou a escopeta no meu queixo: “Agora você vai morrer!”, ele disse. Quando apertou o gatilho, o tiro não aconteceu. Foi quando me lembrei das palavras do Messias sobre clamar pelo sangue de Jesus. E assim fiz. Disse ainda que se Deus me livrasse, eu mudaria minha vida. E Ele mudou.
É claro que, naquele momento, falei no sangue de Jesus como uma espécie de talismã. Até que eu entendesse que a salvação é muito mais ampla que todas essas coisas e que o sangue de Jesus foi uma consequência da morte de Jesus na cruz. Mas, na hora difícil, a gente aplica tudo o que for possível para salvar a própria pele.
Então, no caminho para a Marquês da Sapucaí, o Pedro Paulo, neto de Tia Zica, disse que estava sentindo que algo iria acontecer comigo naquela noite. Eu desconfiei. Logo pensei que ele estava sabendo que alguém iria me pegar na avenida para me matar. Apenas respondi que eu iria ganhar mais quatro notas 10 e ser considerado o melhor. Ouvi dele que, mesmo sem entender, sabia que algo bom aconteceria na minha vida.



Lilico lembra que o Evangelho foi transmitido pela Rede Gobo, porque foi ao vivo. “Se fosse gravado, eles iriam editar”
A verdade é que, dentro do meu coração, eu sentia que a última coisa que eu queria era estar no desfile. Ao andar pela concentração, estava cercado por alguns seguranças, mas senti algo gelado perto de mim e uma voz sussurrou no meu ouvido: “Hoje você morre na Apoteose”. Em seguida, virei para o outro lado e, inesperadamente, senti que alguém me abraçava, mas não havia ninguém ali. Foi uma experiência pessoal, única, real que tive com Jesus ali naquele momento.
Em seguida, fui colocar a fantasia da Mangueira e, na volta, a produção da Rede Globo me abordou e a repórter Leilane veio me entrevistar (está registrado em vídeo), querendo saber a razão daquele ser meu último ano no desfile. Bem, eu tinha planos de ir para a Itália, mas Deus tem seus próprios planos. Minha cabeça estava na Itália, mas a cabeça de Deus estava na minha salvação. Na hora, só me veio à mente aquela resposta que saiu da minha boca: “Enalteço o Senhor Jesus Cristo que me trouxe até aqui e a partir do próximo ano vou cuidar do meu lado espiritual”. Ninguém entendeu nada.
Quando a bateria da Mangueira entrou, até o Jamelão estava lá e eu entrei para dançar, o que ouvi não foi o samba da Mangueira, mas a canção de louvor “Nosso Deus é soberano, ele reina antes da fundação do mundo…” Eu dançava ao som dessa música. Comecei a aplicar uma nova performance que eu nunca havia dançado. Não estava atuando ao som da Mangueira. E, surpreendentemente, todo mundo estava adorando. E assim aconteceu, não como o diabo previa. Eu, na verdade, naquela noite, morri para o samba, morri para a Mangueira, morri para o mundo. Mas nasci para Jesus. E comecei a viver para Ele desde 1990.

Sobre os desdobramentos?
Foi difícil recomeçar tudo do zero. Por conta de muitas viagens, deixei meu emprego público federal, no IBGE. Com currículo na rua, só encontrava portas fechadas. Surgiu uma inscrição para motorista na CEDAE e passei em todas as provas teóricas. Mas na data da prova prática, eu estaria fazendo uma viagem missionária em Minas e não estaria no Rio. O interessante é que com três meses de convertido, eu já tinha lido a Bíblia toda. E muitas coisas que eu havia lido na Palavra de Deus me garantiam que Ele me sustentaria e que eu precisava confiar. Deus é fiel e justo para nos guardar. Quando Deus tirou o povo do Egito, alimentou a multidão com maná. Então, todos aqueles ensinamentos já estavam dentro de mim. Eu não era um crente desconhecedor da Palavra. Eu era um novo crente conhecedor das maravilhas que Deus já havia feito na minha vida.
E fui fazer a viagem missionária. Dois meses depois, um amigo meu, que era da Mangueira e também havia se tornado pastor, me procurou e disse que a Superintendência de Campanhas do Ministério da Saúde, a SUCAM, estava aproveitando o pessoal que havia feito prova para a CEDAE. Logo fui me apresentar. Na chegada, fui o último a entrar. Outros não conseguiram e o guarda na entrada ainda disse: “Este era o último que estávamos esperando” . E lá se vão 28 anos, desde 1991, que trabalho no Ministério da Saúde.

Como conheceu Elma, sua esposa?
Ah! É uma história bonita. Quando cheguei de viagem dos Estados Unidos, o Cosme, que tinha sido um dos maiores passistas da Mangueira, estava evangelizando todo mundo e me chamou para ir à igreja. Como sempre, falei que era macumbeiro e nada tinha o que fazer na igreja. Mas ele insistiu e me levou. Lá, eu vi a Elma louvando ao Senhor. Sondei se era casada. Cosme riu e disse que ela “não era para meu bico” e que eu precisaria caminhar muito com Cristo antes de chegar até ela. Só respondi que eu um dia casaria com aquela moça. Pois bem, me converti, fui visitar a igreja do Grotão, na Penha, e lá estava ela. Estamos juntos há 27 anos. O que pensei em 1985 se concretizou. Hoje temos uma filha de 18 anos.





Ao lado da esposa e da filha de 18 anos, resultado de uma união de 27 anos
Fale sobre o processo de libertação de todas aqueles vícios.
Foi instantâneo. Só demorei mais com o cigarro, mas me libertei da prostituição e das drogas de forma imediata. Por causa do alto consumo de drogas, eu era muito deprimido. Fiz tratamento com psicanalista, com psicólogo, com psiquiatra… e nenhum deles conseguiu me ajudar com todo o seu conhecimento. Quando aceitei Jesus como meu salvador, minha vida mudou. E eu que pensava que jamais me libertaria da Mangueira, que é uma espécie de ópio, é uma droga, e quem se vicia não escapa. Mas escapei da Mangueira. Tudo porque Jesus se mostrou maior que tudo. Não uso mais nada. Sou liberto.

E quanto aos demônios?
Fui enganado pelo diabo durante 37 anos. Parei. Abri mão de servir a 40 demônios. Não quis mais saber.

O senhor hoje é pastor. De que forma aconteceram consagração e preparo?
Pastorado requer um chamado. Eu me lembro de que, em certa ocasião, estava embalando cocaína com o pessoal. Cada um bebendo uísque, consumindo droga e, em um momento de silêncio, ouvi uma voz que me disse: “Vou te tirar disso aí e vou te fazer pastor da minha igreja”. Impressionado, fiquei olhando para todo mundo. E o dono da boca de fumo me disse: “Eu escutei o que você escutou”. E riu e ainda debochou de mim. Quando me converti a Cristo e fui para a igreja, eu já sabia que ia ser pastor. A partir daí, fui estudar. Cursei Seminário de Teologia, Psicologia Cristã, Clínica Pastoral e em 1996 fui consagrado ministro do Evangelho na Mangueira, na Igreja Batista Ebenézer.

O que hoje é o carnaval para o senhor?
A origem do carnaval vem dos primórdios da Roma antiga, com seu deus chamado Dionízio e sua era de orgias. Passou pela Europa e se estatizou na origem africana. Ou seja, uniu a carga europeia de fidalguia e realeza com a carga africana de seus batuques e orixás. Quando os escravos chegaram na Europa, viam os saraus e adaptavam os passos que a realeza fazia no ritmo do atabaque. Os africanos estavam acostumados com sua cultura de reverenciar seus orixás. Algumas tribos reverenciavam a Macumba que tinha um toque diferente do toque do Candomblé. Com o passar do tempo, influências da Europa, da África e de Roma, com sua libertinagem, foram dando forma ao carnaval que existe hoje. Pode ter evoluído para algo mais luxuoso, cultural, como dizem, tornou-se uma indústria. Mas, lá na essência, continua sendo adoração ao diabo. Seja com toda tecnologia, com todo avanço, com toda plasticidade, vai continuar sendo uma festa ao diabo. Continua a ser um ritmo que contamina sem que as pessoas se deem conta de sua origem e propósito.

O que acha do evangelismo de evangélicos com estratégias carnavalescas para falar de Jesus pelas ruas?
Olha, já estive dos dois lados. Quando estamos do lado de lá, a visão é cultural, é só artística. Mas do lado de cá, é sempre de idolatria, é uma idolatria ao diabo. Nem gosto de falar para o sambista sobre a evolução do carnaval sob a influência do diabo. O sambista não aceita isso, assim como eu também não aceitava.
Mas sou desfavorável a esse tipo de manifestação da igreja, que teria muito mais campo para evangelização sem ser dentro do carnaval, na minha opinião. Creio que os crentes não deveriam estar dentro de um ambiente que é consagrado ao diabo. Eu posso dizer sobre algo que vivi e sei sobre a influência dos demônios nessa “festa”. Por que não evangelizam antes do carnaval? Talvez impedissem que muitos participassem dele.








No bairro da Penha, no Rio de Janeiro, pastor William Braga faz um trabalho de libertação, atuando também na Cracolândia
E sobre as conversões como resultado do trabalho evangelístico?
São primeiramente números. Não sei até que ponto aquele convertido vai se converter mesmo, se será discipulado, acompanhado. Se a igreja que está evangelizando for de longe, como será feito o acompanhamento? Tem que ser algo muito bem planejado. Porque é fácil tirar uma foto e colocar uma legenda, dizendo que 200 pessoas se converteram. Só que conversão é mudança de vida e comoção é um momento apenas. Depois de meses ou anos, apresente para mim o resultado das conversões ocorridas no carnaval. Apresente essas mesmas pessoas dentro da igreja louvando e glorificando a Deus. Se eu vir isso, talvez possa mudar meu pensamento.

O que avalia sobre seu primeiro testemunho na avenida diante das câmeras?
O que sei é que lá na avenida havia muitos desviados dos caminhos de Deus. Eles ouviram e alguns retornaram. Outros foram impactados e conheceram o amor de Jesus. Pensaram: “o que faz este cara largar tudo no auge de seu sucesso?”. Eu parei porque Deus me alcançou.
Surpreendentemente, o Evangelho foi transmitido pela Rede Gobo porque foi ao vivo. Se fosse gravado, eles iriam editar. Tempos depois, a Globo foi fazer uma reportagem para o Globo Repórter sobre manifestações religiosas e visitaram a igreja da Mangueira. Quando viram os milagres de Deus acontecendo ficaram maravilhados. Choravam, narrando ou filmando. E tudo aquilo não foi ao ar. Porque ou eles pegam os exageros de algumas igrejas ou a inércia de outras.

O que perdeu?
O que eu não tinha. Nada era meu. Segundo o diabo, foi ele que me deu. O que eu conquistei depois é que passou a ser meu, baseado em uma fala divina e baseado em uma vida com Deus.

O que costuma fazer durante o carnaval?
Quando temos condições, a gente viaja. Ou fica em casa, vai à praia. Ficamos tranquilos.

Por que acredita que o carnaval esteja acabando?
Porque o samba vem sofrendo mudanças muito grandes. O ritmo, o andamento musical já tem alterações. O sambista tradicional sabe disso. Ele percebe que o samba vem perdendo sua autenticidade. E eu queria saber de onde se tirou que carnaval é cultura. Carnaval é festa da carne.

Como percebe os temas de enredo?
As escola têm ficado um pouco sem criatividade. Pegam temas para chamar atenção ou temas que tenham uma subvenção em sua origem. Vai homenagear Miguel Falabella a troco de quê? Para angariar apoio dos artistas e ter suporte da classe.

Como o senhor evangeliza?
Não tenho estratégia. Eu me deixo usar por Deus em qualquer lugar. Se estou na boca de fumo, eu digo que já fiz aquilo e que a misericórdia de Deus me alcançou. Eu vou aonde for preciso. Meu trabalho como agente de saúde é visitar lares e se eu tenho oportunidade, falo de Jesus. Não existe um dia em que eu tenha deixado de falar do Evangelho para alguém. Informações Pleno.news

Terroristas se entregam a Jesus após verem anjos defendendo cristão de ataque

Al Bilial*, um ex-muçulmano fanático, há muito tempo foi um membro ativo de sua mesquita local em um reino do Oriente Médio. Enquanto estudava na universidade, um amigo cristão – que também era filho de um evangelista da organização ‘Bíblias para o Oriente Médio’ lhe deu um exemplar de um livreto com a mensagem do Evangelho. Como uma cortesia ao amigo, ele leuo material, mas não acreditou em uma palavra.
Pouco depois, Jesus o surpreendeu ao aparecer diante dele em uma visão.
“Eu sou o Alfa e o Omega”, disse Ele a Bilial. “Eu sou o começo e o fim. Eu morri na cruz e ressuscitei da morte para dar a todos a vida eterna. Aqueles que acreditam em mim terão um lugar comigo no céu. Siga-me sem hesitar!”.
Bilial conseguiu encontrar o livreto novamente e contatou o número impresso sobre ele. Um pastor da ‘Bíblias para o Oriente Médio’ atendeu a ligação e compartilhou a mensagem do Evangelho claramente com ele. Ele não precisava mais de muito para ser convencido a se entregar a Jesus como seu salvador pessoal e Senhor, após aquela visão. Tempos depois de consagrar sua vida a Cristo se comprometeu plenamente com o cristianismo através do batismo.
Tendo grande status, tanto academicamente como no Islã, Bilial era extremamente respeitado por sua comunidade. Mas após ele abraçar a mensagem do Evangelho, seus pais, parentes e líderes da comunidade queriam desesperadamente que ele voltasse ao islamismo. Bilial corajosamente manteve sua preciosa fé cristã.

A comunidade irritada eventualmente o excomungou da mesquita. Todos – incluindo sua própria família – passaram a considerá-lo “um inimigo perigoso”.
Bilial começou a ir para um trecho do deserto para orar todas as noite. Ele se ajoelhava na areia, sozinho diante de seu Senhor, e por quase duas horas orava e adorava a Deus.
Alguns jovens terroristas, sob a liderança do primo de Bilial, Sulfiker*, começaram a formular um plano para matá-lo. Eles primeiro descobriram aonde e quando ele se ia para suas orações noturnas. Então, armados com bastões de aço e facas afiadas, eles o seguiram e ficaram à espreita para atacá-lo.
Mas os anjos do Senhor cercaram Bilial e lutaram contra os atacantes. Absolutamente amedrontados, os membros da gangue de Sulfiker se dispersaram. Bilial, no entanto, permaneceu tão absorvido pela presença de Deus em seu tempo com o Senhor que nem percebeu o tumulto.

Quando Sulfiker se afastou, de repente ele caiu em um poço profundo. Ele quebrou as mãos e as pernas no outono, então, logicamente, mal conseguiria mover-se, e muito menos sair.
Quando seu momento de oração e louvor terminou, Bilial levantou-se e sacudiu a areia de seus joelhos. Ele então sentiu o Espírito Santo levando-o ao poço em que seu primo havia caído. Ele conseguiu ver imediatamente que Sulfiker precisava de ajuda para sair dali, então desceu e conseguiu subir com o jovem em seus ombros. Sulfiker pensou que seu primo deveria estar furioso com ele.
“Não me mate!”, o muçulmano gritou.
Bilial arrastou-se, puxou-o do poço e fez alguns curativos de primeiros socorros. Ele também orou por seu primo e então levou-o para sua casa e de lá para o hospital.

Sulfiker permaneceu no hospital por várias semanas, com Bilial quase que constantemente ao seu lado. Quando pareceu ser o momento certo, ele compartilhou a mensagem do evangelho com seu primo lesionado. Sulfiker então revelou tudo o que aconteceu na noite de sua queda. Envergonhado, ele confessou seus pecados e também se entregou a Jesus Cristo como seu salvador pessoal e Senhor.
Os amigos de Sulfiker – os companheiros de ataque – também o visitaram no hospital. Eles obviamente tinham ficado tão assustados quanto ele, ao se depararem com aqueles anjos guerreiros. Quando Sulfi compartilhou com eles a mensagem da salvação disponível e possível somente em Jesus Cristo, eles também precisaram de pouco para serem convencidos disso e se juntaram a ele em uma oração para se entregarem Jesus.

Todos já foram excomungados de sua mesquita e enfrentaram severas perseguições. Eles também participam secretamente de cultos de adoração em uma igreja subterrânea da região e trabalham evangelizando pela organização Bíblias para o Oriente Médio.
*Os nomes citados nesta matéria são fictícios para preservar a segurança destes cristãos, que vivem em área de grande intolerância religiosa.

por gospel geral

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Bombeiros encerram 1º dia de buscas por jovem desaparecido durante retiro de igreja, no AM

Corpo de Bombeiros encerrou sem sucesso o primeiro dia de buscas pelo jovem de 18 anos, que desapareceu quando tomava banho em um igarapé, durante um retiro de uma igreja, em Manaus. As buscas retomam nesta quinta-feira (15).
Na manhã desta quarta-feira (14), uma equipe com dois mergulhadores foi enviada para o sítio onde o jovem sumiu. Apesar da correnteza, o Corpo de Bombeiros informou que realizou buscas submersas, mas não conseguiu localizar o desaparecido.
Durante a tarde, a equipe se deslocou de lancha até a Foz do Igarapé, no Rio Tarumã, mas nada foi encontrado.
Segundo a corporação, o jovem estava em um sítio onde um grupo de uma igreja se reunia, no km 23 da rodovia, em uma área conhecida como "Ramal dos padres".
O desaparecimento dele foi notado no fim da tarde de terça-feira (13). As buscas devem ser retomadas na quinta-feira (15) ainda pela manhã. com informações G1

Detran abre concurso com 49 vagas para oito cidades na Bahia; inscrições vão até o dia 16 de fevereiro

Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran) está com inscrições abertas para concurso que oferece 49 vagas para contratação imediata por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (Reda), com validade de um ano.
As inscrições vão até a sexta-feira (16) e devem ser feitas via internet através do site do órgão. As vagas oferecidas são para as cidades de Salvador, Feira de Santana, Camaçari, Vitória da Conquista, Brumado, Alagoinhas, Itabuna e Ilhéus.
Segundo o órgão, as oportunidades são para as áreas de direito (10), psicologia (4) e demais formações (34).
O processo seletivo consiste em avaliação curricular. Os aprovados irão atuar em jornadas de trabalho de 40 horas semanais, com remuneração mensal de R$ 2.729,76 e auxílio-refeição de R$ 9 por dia útil trabalhado.

Vítima de abuso sexual processa pastor que prometeu ‘cura-la’ dos traumas com ‘sexo’

John Wright, é um pastor e professor universitário que está sendo processado por agressão sexual e estupro por Amy McClanahan, uma mulher de San Diego em uma ação judicial, onde ela alega que ele a obrigou a realizar atos sexuais, prometendo cura-la de seu Estresse pós-traumático.
Amy acusa John Wright que era seu pastor e professor da Universidade de Point Loma Nazarene, de manipula-la constantemente para ter relações sexuais depois de assegurar-lhe que poderia curar seu Estresse pós-traumático.
De acordo com o site 10News, McClanahan divulgou sua história para encorajar outros sobreviventes de comportamento sexual impróprio a avançar e elevar a voz contra os seus agressores.
McClanahan em 2014 conheceu Wright, quando ela era sua aluna em Point Loma. “Eu fiz uma aula com ele e ele me convidou para participar da igreja”, disse a jovem de 23 anos.
Depois que passou a frequentar a igreja de Wright, ela começou a vê-lo como seu mentor, quando relatou os detalhes do abuso sexual que sofreu em sua infância, ele assegurou que poderia “cura-la” de seu Estresse pós-traumático, que durava a muitos anos.
  
“Ele fez isso porque ele sabia que ele estava em um estado vulnerável”, disse Amy, então eles começaram a se encontrar mais frequentemente e desenvolveram uma relação sexual. A troca de textos fornecidos a 10News, onde o pastor “promete que seu trauma desapareceria, realizando atos sexuais com ela”.
“Quando ele veio fazer sexo, ele me disse que estava me curando. Estava curando o meu trauma do passado e eu acreditei tolamente nele” disse Amy McClanahan.
A jovem deu 10News uma gravação de áudio de uma pessoa que diz que Wright pediu desculpas por seu suposto comportamento inapropriado. “Eu realmente pensei que estava curando você“, disse uma voz masculina na gravação. “Sinto muito”.

A esposa de Wright identificado como “K” é contraproducente processando Amy e exigindo indenização da jovem pela imposição intencional de sofrimento emocional. Documentos do tribunal afirmam que ela violou o código penal da Califórnia por gravar o pastor sem o seu consentimento durante a gravação de uma conversação telefónica e por tirar um print de seus órgãos genitais em uma conversa via Skype.

O processo sublinha que o relacionamento sexual de Amy com o pastor foi consensual e terminou depois que Wright se recusou a sair com ela em público. Ela “pretendia se vingar de John por terminar seu relacionamento com ela“, explicou. A esposa alega que menina repetidamente lhe assediou, incluindo um incidente onde Amy interrompeu um serviço religioso em dezembro de 2017 “atacando e ameaçando verbalmente a esposa de John e a empurrando fisicamente contra outro pastor”.

O Wrights conseguiu obter um pedido de restrição temporário contra Amy, ela por sua parte está processando a Igreja do Nazareno em Mid-City por negligência e pela contratação da administração Wright.
Segundo a reportagem, John foi suspenso de suas responsabilidades acadêmicas e pastorais.

Produtor de TV diz que ferramenta do Google excluiu Jesus Cristo dos resultados de pesquisas

Sem dúvida alguma, o nome de Jesus Cristo é o mais conhecido da humanidade. Não há região no mundo, salvo comunidades tribais em partes remotas do planeta, que o nome de Jesus Cristo já não tenha sido anunciado. Apesar disso, a maior empresa de tecnologia da informação do mundo, o Google, parece ter excluído esse nome de uma das suas ferramentas.
A denúncia inicialmente partiu de um produtor de TV americano. David Sams, residente da Brentwood, comprou o “Google Home”, uma ferramenta de pesquisas e um alto-falante de áudio da Amazon. Segundo ele, ao perguntar “quem é Jesus Cristo”, o dispositivo diz: “Não tenho certeza de como ajudá-lo com isso”

“Eu até perguntei ao Google ‘quem é David Sams?’ Google sabia quem eu era, mas o Google não sabia quem era Jesus, o Google não sabia quem era Jesus Cristo, e o Google não sabia quem era Deus”, disse ele.
Essa constatação também foi comprovada por outros usuários, que rapidamente encheram às redes sociais de publicações e imagens sobre o assunto.
“É meio assustador, é quase como se o Google tivesse tirado totalmente as palavras ‘Jesus’ e ‘Deus’ do dispositivo de áudio inteligente”, disse Sams.
 
O que mais chamou atenção dos usuários que é os nomes de Buda, Maomé e até de Satanás aparecem nos resultados, reforçando a suspeita de que os programadores do Google pode ter feito a exclusão do nome de Jesus na ferramenta de forma intencional.
Martin Collins, outro usuário do Google Home, argumenta que se trata de um problema bem maior do que parece. Segundo ele, a exclusão das pesquisas sobre o nome de Jesus envolve o “politicamente correto”:
“Eles tiraram o momento de oração das escolas. Eles pensam que tirar Jesus de tudo é algo politicamente correto nos dias de hoje e acho que essa é uma razão de muitos dos nossos problemas. Para evitar pisar nos dedos do pé, usam o politicamente correto. Isso parece ser mais importante nos dias de hoje do que o que é certo e o que está errado”, disse ele, segundo informações do Fox News 17.
Procurado, o Google ainda não se pronunciou sobre o caso.

Atualização: o Google emitiu uma declaração que dizia: "O motivo pelo qual o Assistente do Google não respondeu com informações sobre" Quem é Jesus "ou" Quem é Jesus Cristo "não foi desrespeitado, mas sim para garantir o respeito." Continuou, "Algumas das respostas faladas da Assistente vêm da web e, para certos tópicos, esse conteúdo pode ser mais vulnerável ao vandalismo e ao spam".
De acordo com o Economic Times, o Google suspendeu todas as questões relativas a todas as figuras religiosas até que uma solução seja decidida. com informações movieguide.org

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Igrejas criam blocos para evangelizar no carnaval: “Ano passado, 220 pessoas aceitaram Jesus”

O ano possui 365 dias, sendo apenas quatro deles dedicados ao carnaval. De sábado a domingo, por vezes mais do que isso, milhões de pessoas decidem “pular o carnaval” nessa que é considerada a maior festa popular do mundo. Mas, não é só de foliões amantes de “Momo” que as avenidas estão lotadas. Há os que em nome de Jesus dizem aproveitar os dias de carnaval para evangelizar.
A Igreja Bola de Neve fez pela primeira vez o evento “Evangelismo de Carnaval”, na orla de Copacabana, no Rio de Janeiro. Eles criaram uma bateria, roupa característica e shows com artistas gospels na quadra Acadêmicos da Rocinha, no final do evento.

O bloco “Sou Cheio de Amor”, da Igreja Batista Atitude, saiu na Barra da Tijuca já pelo quinto ano seguido, também com a proposta de usar a ocasião do carnaval para anunciar o nome de Jesus Cristo:
“As pessoas que estão na praia nós convidamos para participar. Na grande maioria das igrejas as pessoas vão para retiros e nós não, nós vamos para a rua. Isso é o impacto”, disse o coordenador do evento, Renato Guimarães, segundo o portal UOL.
“Ano passado, 220 pessoas aceitaram Jesus”, disse ele, referindo-se ao evangelismo e testemunho dos participantes do evento. Ainda segundo Guimarães, o diferencial está na motivação do evento, que é Jesus Cristo.
 
“As pessoas entram e nos veem pulando, sambando com uma motivação que vem do Senhor. Não precisa beber e ter outros artifícios. Conseguimos transmitir essa motivação. Não há passagem na Bíblia que fala que não pode beber. Não podem é se embriagar. Dizem ‘adoro uma cervejinha’, por que não bebem a sem álcool? As pessoas gostam é da euforia que o álcool traz, mas a nossa vem do alto”.
Hoje, dia 13 de fevereiro, o bloco Mocidade Dependente de Deus, da Igreja Evangélica Internacional da Zona Sul, sairá na praça do Flamengo, às 14h, com a mesma proposta dos grupos anteriores: evangelizar em nome de Cristo.
De forma semelhante, outros “blocos gospels” saem pelo Brasil na intenção de evangelizar nos dias de carnaval. De fato, não há lugar, dia ou hora para anunciar o nome de Cristo. O que sempre deve haver e nunca deixar de existir é o bom senso, discernimento espiritual e responsabilidade diante do testemunho que devemos dar ao mundo. com informações gospel+

"UM CLAMOR PELA PAZ E MARCHA PARA JESUS" 2ª edição

Na tarde do último sábado, 10 de fevereiro, o Ministério Pentecostal Avivamento, realizou a 2ª edição "UM CLAMOR PELA PAZ E MARCHA PARA JESUS" no bairro Campinhos da cidade de Vitória da Conquista. Uma caravana da ilha d'ajuda jaguaripe, esteve presente no evento unindo forças com fiéis da cidade. O cantor e evangelista Milton Farias, da cidade de Madre de Deus, pela segunda vez, foi o responsável pela ministração dos louvores durante o percurso. Na concentração inicial, um forte clamor foi realizado, bem como em pontos estratégicos durante a marcha, conduzido pela pessoa do Pr. Reinaldo Conceição. Onde, a invocação por bênçãos, paz e prosperidade, assim como a libertação de vidas, foram pontos predominantes na oração. A palavra foi ministrada na conclusão do trabalho pelo Pr. Ezequiel da Igreja Só o Senhor é Deus.

Em uma das falas do Pr. Reinaldo Conceição, logo no inicio do evento, ele diz que o trabalho possui característica evangelística, tem por finalidade apresentar a paz que Cristo pode dar as pessoas que se achegam a Ele por intermédio de sua palavra. E, que vê nisso, uma forma de incentivar as pessoas a recorrerem a uma igreja, e entregar a sua vida inteiramente a Deus. Ainda ressaltou, que independente de placas de igrejas conta com o apoio dos pastores da cidade e fez menção do projeto IGREJA UNIDA, de autoria do Pr. George Costa, que também esteve presente na 2ª edição "UM CLAMOR PELA PAZ E MARCHA PARA JESUS"; e espera ver o fortalecimento desta aliança entre pastores e igrejas, para que de fato o Reino de Deus seja estabelecido em toda a cidade de Vitória da Conquista.

O ministério Pentecostal Avivamento, tem sede na ilha d'ajuda em jaguaripe, presidida pelo Pr. Reneivaldo Conceição e pastora Érica. Ambos, além de marcarem presença no evento, foram os responsáveis pela inauguração da congregação do Ministério Pentecostal Avivamento, em Lagoa de Maria Clemência, congregação que está aos cuidados do Pr. Reinaldo Conceição e a sua esposa Pra. Rose Bispo. A inauguração aconteceu no dia 11 de fevereiro.

Confira toda a cobertura do evento nos vídeos e fotos abaixo.

Entrevista com o Pr. Reinaldo Conceição

Um Clamor Pela Paz e Marcha para Jesus

Fotos da inauguração da congregação em Maria Clemência








domingo, 11 de fevereiro de 2018

Garoto de 10 anos disse que viu Jesus no hospital e ficou curado de uma rara doença

Em certa ocasião na vida de Jesus Cristo, descrita no livro de Mateus, capítulo 19, versículos 13 e 14, pessoas que o rodeavam levaram crianças para que recebessem uma oração do Salvador. Os discípulos, porém, tentaram impedir a aproximação das crianças, aparentemente por não darem muita importância ao que pessoas tão jovens poderiam significar naquela ocasião.
Jesus Cristo então reagiu e disse: “Deixai vir a mim as crianças, não as impeçais, pois o Reino dos céus pertence aos que se tornam semelhantes a elas”

Se tivermos como referência a ideia de que a intenção de Cristo foi demonstrar que as crianças são inocentes e verdadeiras, temos mais um motivo para acreditar que o testemunho de Thelonious Ziegelschmid-Sylvester, um garoto de 10 anos, é verdadeiro e digno de inspiração.
Ao fazer uso de um antibiótico, Thelonious desenvolveu a síndrome Stevens-Johnson, atingindo seu estágio mais avançado, conhecido como Necrólise Epidérmica Tóxica. A pele do corpo inteiro do menino começou à descamar e sua condição era de extrema gravidade.
“Ele estava ficando cada vez pior diante dos nossos olhos, você podia ver as bolhas se espalhando”, disse Tony Sylvester, pai Thelonious.

A vida de Thelonious mudou quando teve uma visão:
“Depois de um tempo, eu vi este homem em pé no canto da sala com uma túnica branca com uma barba”, disse o garoto, que descreveu: “Pele branca, barba castanha, cabelo castanho. Ele sorriu para mim e foi como se eu estivesse voltando para o meu corpo. Eu achei bem estranho, mas depois disso, fui apenas ficando melhor e melhor”, disse ele à rede WKRG.
“Eu fui ficando melhor a partir desse momento. Não seria ficar melhor e, em seguida, piorar, melhorar e então piorar. Seria apenas ficar melhor depois disso”, disse o garoto, que ao ser questionado se teria visto um anjo ou o próprio Deus, disse que era nisso que ele acreditava.
Os pais de Thelonious agora desejam fazer do seu filho um testemunho vivo de que Deus pode curar, aproveitando para conscientizar mais pessoas acerca da síndrome Stevens-Johnson. com informações gospel+

sábado, 10 de fevereiro de 2018

O artista Driuzão esclarece ocorrido com irmão (vídeo)

Após o fato ocorrido na ultima sexta-feira 2, de fevereiro, o artista Driuzão, divulgou um vídeo em sua página do facebook, esclarecendo aos seus seguidores e internautas as causas que culminaram na desavença com seu irmão André Santos Silva. 
Durante o esclarecimento, Driuzão ressaltou a importância das amizades que construiu no decorrer dos anos, e de quantas vezes teve que recorrer a elas nos momentos de dificuldades, e que apesar de não possuir no momento bens materiais, considera tais amizades como patrimônio e que não trocaria por nada nesse mundo.

Para assistir o vídeo clique no link: https://www.facebook.com/Driuzao/videos/1514987665265707/

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Igreja Católica pede que fiéis ‘recasados’ não façam sexo

Um documento escrito pelo cardeal de Lisboa, D. Manuel Clemente, pede que os católicos recasados se abstenham das relações sexuais em nome dos sacramentos da igreja. O religioso ressaltou que, caso não possa ser declarada a nulidade do matrimônio anterior, o casal “em situação irregular” deve levar uma “vida em continência” para ser aceito, por exemplo, na comunhão e na confissão.
O cardeal divulgou normas para regular o acesso aos sacramentos de pessoas que tenham se casado pela segunda vez no civil após o rompimento do matrimônio. Esses católicos estariam “em situação irregular” perante a Igreja, mas tiveram a volta às dioceses defendida pelo Papa Francisco em dois sínodos sobre novas formas de estar em família, em 2014 e 2015. Na exortação, publicada há quase dois anos, o Pontífice pediu às congregações que deixassem de lado a “moralidade burocrática” e tivesse misericórdia com os divorciados e recasados.

O documento escrito por D. Manuel Clemente responde ao apelo do Papa. Segundo o cardeal português, os sacramentos podem ter as portas reabertas “em casos excepcionais” e “de modo reservado”. O religioso destacou que a mudança vem “após longo caminho de discernimento” e que Francisco também defendeu que a possibilidade não se aplicasse a todos os casos.
A reintegração dos católicos “em situação irregular” pode não se traduzir necessariamente nos sacramentos. Alguns podem ser reincluídos por meio de maior presença da comunidade ou participação em grupos de oração. D. Manuel Clemente defende que cada caso seja avaliado especificamente. Caso a validade do matrimônio anterior se confirme, o casal deve levar a “vida em continência”.

Progressistas dizem ser impossível exigir abstinência sexual

Religiosos de linha mais progressista criticaram o documento e frisaram ser “impossível” exigir que casados se abstenham da vida sexual. Para este grupo, a orientação do cardeal restringe mais do que a intenção do Papa Francisco. Já o patriarca da Igreja portuguesa ressalta que podem ser readmitidos nos sacramentos os recasados que tenham “responsabilidade e culpabilidade atenuada” no rompimento do matrimônio e aqueles cujos filhos sairiam prejudicados com o veto da instituição religiosa.
Ficam de fora dos sacramentos, segundo o texto, as uniões que decorram de um recente divórcio e os recasados que tenham “falhado com seus compromissos familiares ou feito apologia da sua nova situação”. Também são excluídos da comunhão e da confissão os responsáveis por “injustiças não resolvidas” no primeiro casamento.

O Globo