Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

  • Futuro Sorriso!

    Simião Célio posta vídeo para música Futuro Sorriso no YouTube

  • Reportando!

    6ª edição do AGORA SOMOS UM

  • Entrevista com Wallas Silva

    "Lutador de Muay Thai""

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Cientistas criam lente de contato que dá zoom

Habilidades robóticas dignas de filmes como “Exterminador do Futuro” parecem estar mais próximas dos humanos. Um estudo publicado esta semana na Advanced Functional Materials apresentou um protótipo de lentes de contato que permitem dar zoom em determinados objetos.

As lentes são bem fáceis de usar: o indivíduo deve piscar duas vezes seguidas para dar zoom e repetir o mesmo procedimento para voltar à visão normal. Isso só é possível devido à diferença de potencial elétrico entre a parte da frente e de trás do globo ocular. O olho tem um campo elétrico que pode ser medido quando realizamos determinados movimentos, como olhar para a esquerda, direita ou piscar.

O que o protótipo faz é identificar os sinais elétricos do movimento (no caso, as duas piscadelas) e traduzi-lo no zoom. As lentes são feitas de um material flexível parecido com o cristalino a parte do olho responsável pelo foco. Ao receber os sinais, as lentes são capazes de mudar de forma para alterar sua distância focal em até 32%.

Mas antes de começar a se imaginar com um olho biônico, é bom saber que por enquanto o protótipo só funciona em conjunto com eletrodos colados nas têmporas do paciente (e convenhamos que a maioria das pessoas não quer sair de casa parecendo a Eleven de Stranger Things). São eles que captam os sinais elétricos, mas terão que ser substituídos por aparelhos menores ou incorporados à própria lente antes que ela esteja disponível ao público.

Essa não é a primeira vez que a ciência desenvolve “lentes inteligentes”. Em 2013, pesquisadores criaram uma lente de contato que também era capaz de dar zoom somente com uma piscada a diferença é que o usuário precisava usar um óculos eletrônico por cima dela, anulando um dos principais propósitos da lente de contato: ser discreta.

Ainda mais recentemente, uma pesquisa realizada pela Universidade de Stanford criou óculos que ajustam o foco automaticamente usando apenas o movimento do olhar do usuário. O inconveniente, mais uma vez, é que eles não são muito discretos parecem mais um headset de realidade aumentada. Se você quiser continuar saindo de casa sem chamar muita atenção, é melhor se contentar com os óculos e lentes normais por enquanto.

Filho de Osama bin Laden morre em operação militar

Hamza bin Laden, filho do finado líder jihadista Osama bin Laden e apresentado como seu herdeiro na liderança da Al-Qaeda, morreu em uma operação que contou com o apoio dos Estados Unidos, informaram nesta quarta-feira o jornal New York Times e a rede de televisão NBC.

O NYT garante que Washington "teve participação" na operação na qual Hamza bin Laden, considerado um "líder-chave" da Al-Qaeda, foi morto, e cita dois funcionários americanos.

A NBC noticiou a princípio que Washington tinha informações dos serviços de Inteligência sobre a morte de um homem de 30 anos, baseadas em três fontes anônimas.

"Não quero fazer comentários a este respeito", declarou o presidente Donald Trump ao ser questionado por jornalistas sobre a notícia.

Hamza bin Laden era considerado o filho preferido - e inclusive sucessor - de Osama bin Laden, o fundador da rede na origem dos atentados de 11 de setembro de 2001.

Alguns documentos, entre eles cartas reveladas pela AFP em maio de 2015, revelam que Osama queria Hamza como seu sucessor na "guerra santa" contra o Ocidente.

Hamza bin Laden havia perdido sua cidadania saudita em março passado.

Cassiane Valadão explica ida do filho a show secular

Nesta quarta-feira (31), Cassiane valadão usou as redes sociais para compartilhar fotos e vídeos de sua ida em família a um show secular. No post, ela explicou a razão de ter levado o filho para assistir a uma performance de Shawn Mendes, na Amway Arena, em Orlando, nos Estados Unidos.

– Eu e meu esposo topamos viver essa aventura maravilhosa de formar uma família, de ser pai e mãe. Pais de três! Vivemos esse desafio incrível dia a dia, com filhos em idades totalmente diferentes. Agora, com um pré adolescente na área – escreveu.

A esposa do pastor André Valadão se defendeu também de comentários de cristãos, que defendem que não é certo ouvir músicas “do mundo”.

– Sei que como pais, temos que ensiná-los no caminho que é Jesus e é isso que fazemos todos os dias. Essa é a nossa vida. Mas não é por isso, por vivermos dentro da igreja, que faz de nós imune ao mundo. Eu e o André poderíamos ter dito não, mas resolvemos topar mais essa ‘aventura’, acompanhar nosso filho em seu 1º show ‘secular como dizemos. (…) Saímos de lá, e voltando pra casa, no carro, o André explicou pra ele mais uma vez os valores desse mundo e a diferença de um show e de uma ministração. Preferimos seguir outro caminho, mais leve mas não menos espiritual, menos crente. Deixo aqui então esse recado aos religiosos que infelizmente amam julgar. Não julgue ou aponte sem conhecer intimamente uma pessoa – declarou.

Cassiane defendeu ainda que os pais precisam ter sabedoria e não apenas “dizer não para tudo”. Segundo ela, pessoas que fizeram isso com os filhos, depois colheram tristes frutos de suas ações. Ela encerrou a publicação afirmando que em sua família todos estão vivos e crentes a cada dia mais pela graça de Deus.
 pleno.news

Edgard Piccoli e Caio Coppolla batem boca ao vivo por causa de Bolsonaro

Nesta terça (30), o programa 'Jovem Pan Morning Show' foi palco para um barraco entre o apresentador Edgard Piccoli e o comentarista Caio Coppolla.

A dupla ficou com ânimos acirrados ao debater a provocação de Jair Bolsonaro ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, falando sobre as circunstâncias da morte de seu pai, assassinado durante a ditadura militar.

Coppolla classificou a fala de Bolsonaro como “golpe baixo”. “Um presidente da República é um cara que tem uma oportunidade ímpar de direcionar o foco da atenção pública para questões muito mais importantes“, afirmou ele ao finalizar sua fala em que fez críticas à postura de Bolsonaro. Ao fim, ele também questionou um trecho da nota oficial publicada pelo presidente da OAB afirmando que tratava-se de uma versão “canhota” do “universo das narrativas”.

Após o que disse o comentarista, Piccoli tomou a palavra e explicou que Coppolla relativizou a situação, por justificar o caso com outros erros do passado. “Tirou o entendimento claro da coisa“, defendeu.

É revoltante o que ele diz e não dá para passar pano, tentar relativizar“, disse Piccoli. “O que ele disse é muito ruim e não representa a nação como um todo. Ele é um presidente de todos. Ele continua falando para um grupo. O mais incrível é ver as pessoas nas mídias sociais apoiando isso. Onde a gente vai parar?“, completa. “É a frase de um tirano, de um déspota, e não do presidente de uma República.

Com a fala de Piccoli, Coppolla reafirmou sua opinião sobre o caso. É uma flagrante grosseria, não um crime de responsabilidade“, teorizou. Eu falei que o presidente tinha que aprender e esquecer e você só enxerga a parte que você quer ver, pelo amor de Deus! O que eu falo é muito mais complexo do que uma frase de lacração, Edgar. Eu vou além do lugar comum, eu trago outros elementos, inclusive para trazer aos partidários do presidente a extensão da gravidade do negócio. Fica muito difícil quando eu tento falar e você, de forma autoritária, fica me interpelando dessa forma.
Depois disso, Piccoli defendeu que Coppolla não participa dos debates, apenas fica fazendo monólogos, um “latifúndio de fala“. Coppolla rebateu: “Melhor um latifúndio de falas do que um deserto de ideias”.

A partir daí a conversa descambou para um bate-boca em que houve troca de acusações sobre espalhar desinformação, de promover ataques pessoais e lavação de roupa suja sobre episódios anteriores. “Você me respeite”, bradaram os dois.

Piccoli encerrou a briga dizendo que o debate começou a ficar irracional e eles, então, mudaram de pauta para o caso Neymar. “Esse debate ficou irracional“, finalizou. Veja
Veja o vídeo a partir do minuto 16:00.

Tite é indicado ao prêmio de melhor técnico do ano da Fifa

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, está entre os 10 indicados para o prêmio de melhor técnico do ano da Fifa. A lista dos candidatos ao The Best, anunciada pela entidade na manhã desta quarta (31), também leva nomes como o do argentino Ricardo Gareca, treinador da seleção do Peru, e do alemão Jurgen Klopp, comandante do Liverpool.

A indicação de Tite marca o retorno do brasileiro à lista de candidatos ao prêmio. Ele esteve entre os finalistas em 2017, por causa do bom desempenho com o Brasil nas Eliminatórias Sul-Americanas, mas ficou fora no ano passado. Neste ano, o treinador comandou a renovação da seleção brasileira após a queda do Brasil na Copa do Mundo da Rússia de 2018 e conquistou o título da Copa América.

A escolha dos 10 nomes é baseada em uma análise de especialistas, que estudaram o trabalho dos técnicos entre 16 de julho de 2018 e 19 de julho deste ano. Agora, a escolha fica com o público, já que a votação fica aberta a todos no site da Fifa. Além disso, um jornalista de cada país filiado à entidade, treinadores e capitães de seleções também participam da eleição.

O grande vencedor do prêmio Fifa The Best será anunciado no dia 23 de setembro, em cerimônia que será realizada no Teatro alla Scala, em Milão. No ano passado, Didier Deschamps venceu o prêmio de melhor técnico.

Confira a lista dos 10 indicados ao prêmio:
Djamel Belmadi – técnico da Argélia
Didier Deschamps – técnico da França
Marcelo Gallardo – técnico do River Plate
Ricardo Gareca – técnico do Peru
Pep Guardiola – técnico do Manchester City
Jurgen Klopp – técnico do Liverpool
Mauricio Pochettino – técnico do Tottenham
Fernando Santos – técnico de Portugal
Erik ten Hag – técnico do Ajax
Tite – técnico do Brasil
*Folhapress

Janaina Paschoal entra com pedido de impeachment de Toffoli

A advogada e deputada estadual, Janaina Paschoal, uma das grandes responsáveis pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, apresentou um novo pedido ao Senado. Desta vez, o pedido em questão é em desfavor de Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal. Segundo a parlamentar, o motivo, foi a decisão de suspender todos os processos judiciais instaurados sem autorização da Justiça e que envolvam dados do Coaf e da Receita Federal. 

Além de Janaina, também assinam o pedido os procuradores Márcio Luís Chila Freyesleben, de Minas Gerais, e Rafael Meira Lutz, de Santa Catarina, e o promotor Renato Barão Varalda, do Distrito Federal. Com informação do Antagonista.

terça-feira, 30 de julho de 2019

Homem diz ser Jesus Cristo e convence pastor (vídeo)

Mais um caso de alguém que diz ser Jesus Cristo apareceu na internet. Um homem está viajando pelo sul da África dizendo ser o Messias que desceu do céu e sua peregrinação pelo continente pode ser acompanhado por meio de fotos e vídeos postados em redes sociais. JM

Segundo um internauta, até mesmo um suposto pastor queniano caiu na lábia do “Jesus” passeando pelas ruas do Quênia e o convidou para sua igreja.

As fotos que ganharam a internet mostram um homem branco com cabelos longos e barba falando com fiéis em um púlpito. Ele vestia um roupão branco com uma faixa azul, semelhante a tradicional imagem de Cristo na cultura católica.
           
Também foram publicados vídeos do homem dançando em Kitengel, Quênia. Em outro vídeo, ele aparece acenando para pessoas a partir de um carro.

“Um pastor sul-africano convidou Jesus para descer do céu e pregar em sua igreja hoje”, disse outro usuário no domingo.

Até o momento a identidade do homem não foi revelada.

As fotos que ganharam a internet mostram um homem branco com cabelos longos e barba falando com fiéis em um púlpito. Ele vestia um roupão branco com uma faixa azul, semelhante a tradicional imagem de Cristo na cultura católica.   
       
Também foram publicados vídeos do homem dançando em Kitengel, Quênia. Em outro vídeo, ele aparece acenando para pessoas a partir de um carro.

“Um pastor sul-africano convidou Jesus para descer do céu e pregar em sua igreja hoje”, disse outro usuário no domingo.
Até o momento a identidade do homem não foi revelada. (Com Sputniks)

segunda-feira, 29 de julho de 2019

Homem com extensa ficha criminal se entrega a Jesus em culto e é assassinado logo depois

Um homem com extensa ficha criminal foi assassinado e se tornou notícia no último sábado, 27 de julho, depois que um pastor pentecostal publicou a foto de sua decisão em entregar a vida a Jesus Cristo horas antes do crime.

O pastor Júnior Trovão pregou em uma igreja de Camboriú na noite do último sábado, e Geovani Ribeiro dos Santos, 35 anos, foi fotografado entre as pessoas que aceitaram ao apelo feito no culto. Horas depois, a Polícia Militar atendeu a uma ocorrência de homicídio e a vítima era o rapaz que havia entregado a vida a Jesus. Gospel+

De acordo com informações do portal Click Camboriú, Santos possuía passagens pela Polícia por violência doméstica, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, disparo de arma de fogo e estelionato. Ele foi assassinado a tiros.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) atendeu ao chamado e confirmou o óbito de Santos no local. A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) vistoriaram a cena do crime e periciaram as evidências.

Horas depois da confirmação de que Geovani Ribeiro dos Santos havia sido assassinado, Trovão usou sua conta no Instagram e publicou uma imagem com o momento que o rapaz entregava sua vida a Jesus e outra com seu corpo caído no meio fio. A rede social inseriu um alerta de imagem chocante à publicação do pastor pentecostal.

Na legenda, Trovão afirmou que sentia “tristeza pela vida que se foi”, mas também “alegria

Famoso escritor anuncia abandono da fé: ‘Eu não sou cristão’

Joshua Harris, escritor norte-americano do livro best-seller I Kissed Dating Goodbye (Eu Disse Adeus ao Namoro), anunciou em um post no Instagram na sexta-feira que ele não é mais um cristão. Sua declaração chocante veio dias depois que ele anunciou que estava se separando da esposa após 20 anos de casamento e que continuariam a ser amigos e criando seus três filhos juntos. JM

No post do  Instagram , Harris comentou sobre as respostas que recebeu sobre seu divórcio e também revelou que está “se afastando” da fé e não mais se identifica como cristão.

“A informação que foi deixada de fora do nosso anúncio é que passei por uma grande mudança em relação à minha fé em Jesus,” escreveu Harris no Instagram. “A frase popular para isso é ‘desconstrução’, mas a frase bíblica é ‘desviar-se.’ Por todas as medidas que tenho para definir um cristão, eu não sou cristão.”

Harris também pediu desculpas à “comunidade LGBTQ +” por não apoiar o casamento entre pessoas do mesmo sexo e afirmar seu lugar na igreja.

Aqui está o post do Instagram na íntegra:  
Meu coração está cheio de gratidão. Eu gostaria que você pudesse ver todas as mensagens que as pessoas me enviaram após o anúncio do meu divórcio. São expressões de amor, embora se entristeçam ou desaprovem fortemente a decisão. 
Estou aprendendo que nenhum grupo tem o mercado encurralado na graça. Esta semana recebi a graça de cristãos, ateus, evangélicos, ex-helméticos, pessoas heterossexuais, pessoas LGBT e todos os outros. É claro que também houve fortes palavras de repreensão de pessoas religiosas. Embora nem sempre seja agradável, sei que eles estão querendo me amar. (Também houve comentários rancorosos e odiosos que me enfureceram e me feriram.

A informação que foi deixada de fora do nosso anúncio é que eu sofri uma grande mudança em relação à minha fé em Jesus. A frase popular para isso é “desconstrução”, a frase bíblica é “caindo”. Por todas as medidas que tenho para definir um cristão, eu não sou cristão. Muitas pessoas me dizem que existe uma maneira diferente de praticar a fé e quero permanecer aberta a isso, mas não estou lá agora.

Martinho Lutero disse que toda a vida dos crentes deveria ser arrependimento. Há beleza nesse sentimento, independentemente da sua visão de Deus. Vivi em arrependimento nos últimos anos – arrependimento de minha autojustificação, minha abordagem baseada no medo da vida, o ensino de meus livros, minhas visões das mulheres na igreja e minha abordagem de parentalidade, para citar algumas. Mas eu quero especificamente adicionar a esta lista agora: para a comunidade LGBTQ +, eu quero dizer que sinto muito pelas opiniões que eu ensinei em meus livros e como pastor em relação à sexualidade. Lamento ficar de pé contra a igualdade no casamento, por não afirmar você e seu lugar na igreja, e por quaisquer maneiras que a minha escrita e fala contribuiu para uma cultura de exclusão e fanatismo. Espero que você possa me perdoar.

Três anos atrás, Harris também pediu desculpas pelo conselho que deu em seu livro de 1997, I Kissed Dating Goodbye, que ele escreveu quando tinha apenas 20 anos de idade antes de ter um relacionamento amoroso. No livro, ele descreveu o namoro como um “campo de treinamento para o divórcio”.

“Eu não concordo mais com a ideia central de que o namoro deve ser evitado”, escreveu Harris em um comunicado publicado em seu  site . “Eu agora acho que o namoro pode ser uma parte saudável de uma pessoa desenvolvendo relacionamentos e aprendendo as qualidades que mais importam em um parceiro”.

Harris alcançou proeminência nos círculos conservadores evangélicos dos Estados Unidos quando escreveu seu livro “I Kissed Dating Goodbye” (Eu Disse Adeus ao Namoro), em 1997, e, três anos depois, “Boy Meets Girl: Say Hello to Courtship” (Garoto Encontra Garota [Editora Atos]). 

Nos livros, ele incentivava os cristãos a evitar namoros e, em vez disso, buscar uma abordagem de grupo e família, que ele chamou de cortejo.Apesar de seu forte envolvimento com o conservadorismo evangélico, algum processo de apostasia já estava se instalando nele.

No ano passado, ele escreveu um comunicado oficial pedindo perdão por seus livros conservadores. Ele também já havia renunciado ao cargo de pastor principal da Igreja Vida de Aliança (Covenant Life) em 2015.Ele diz que lamenta e até se arrepende de suas posturas conservadoras, inclusive com relação à questão homossexual.“Para a comunidade LGBTQ +, quero dizer que sinto muito pelas opiniões que ensinei em meus livros e como pastor em relação à sexualidade,” diz ele. 

“Eu me arrependo de me posicionar contra o casamento gay, por não defender os homossexuais e seu lugar na igreja, e por qualquer forma que meus livros e palestras tenham contribuído para uma cultura de exclusão e fanatismo.” 

(Com The Christian Post e Julio Severo)

domingo, 28 de julho de 2019

Estudo revela que poucos fiéis evangélicos leem a Bíblia diariamente

Os cristãos dizem que a Bíblia é a Palavra de Deus, mas mesmo entre os fiéis protestantes, apenas um terço dedica um tempo para leitura diária. Essa constatação foi feita em um estudo realizado este ano.
O instituto Lifeway Research de Nashville realizou a edição 2019 do estudo “Discipleship Pathway Assessment” e descobriu que aqueles que frequentam regularmente igrejas protestantes são inconsistentes em ler e pensar sobre as Escrituras.

O estudo identifica o engajamento da Bíblia como um dos oito sinais que aparecem consistentemente nas vidas dos cristãos em crescimento. “Esta pesquisa perguntou aos frequentadores da igreja sobre muitas características bíblicas para ver quais ações, crenças e desejos estão presentes na vida dos seguidores de Cristo”, disse Scott McConnell, diretor executivo da LifeWay Research. “Entre eles, a leitura da Bíblia foi uma das mais preditivas da maturidade espiritual”.

Leitura regular da Bíblia
Um terço dos entrevistados que frequentam uma igreja protestante regularmente (32%) diz que lê a Bíblia pessoalmente todos os dias. Cerca de um quarto (27%) diz que lê algumas vezes por semana.
Poucos dizem que só leem uma vez por semana (12%), algumas vezes por mês (11%) ou uma vez por mês (5%). Perto de 1 a cada 8 (12%) admitem que raramente ou nunca leem a Bíblia.

O mesmo estudo, realizado em 2016 pela LifeWay Research descobriu que 1 em cada 5 cristãos americanos disseram ter lido toda a Bíblia pelo menos uma vez. No entanto, mais da metade disse que leu pouco ou nada disso.

No último estudo, frequentadores da igreja com idades entre 50 e 64 anos têm maior probabilidade de dizerem que leem a Bíblia todos os dias (35%) do que os adultos com menos de 50 anos (30%).
Os frequentadores da igreja no oeste dos EUA (37%) são mais propensos a serem leitores da Bíblia todos os dias do que aqueles no Centro-Oeste (31%) ou no Sul (31%).

Os hispânicos são a etnia mais propensa a dizer que leem as Escrituras todos os dias (40%). Aqueles que frequentam a igreja quatro vezes por mês ou mais (34%) são mais propensos a ler todos os dias do que aqueles que frequentam com menos frequência (27%).

Protestantes pentecostais (36%) e protestantes negros (30%) também são mais propensos do que os protestantes tradicionais (20%) a dizerem que leem as Escrituras todos os dias.

“A oração de Jesus por Seus seguidores era que eles seriam santificados pela verdade da Palavra de Deus”, disse McConnell. “Não é de surpreender que as vidas daqueles que passam o tempo lendo a Bíblia se pareçam mais com Cristo”, acrescentou o executivo.

Impacto da leitura regular da Bíblia
Em um estudo de 2016 sobre pais protestantes que frequentavam igrejas, a LifeWay Research descobriu que a leitura regular da Bíblia, quando criança, era o maior fator na indicação de saúde espiritual de adultos jovens. A última pesquisa descobriu que a leitura da Bíblia na vida adulta tem efeitos de longo alcance semelhantes.

A LifeWay Research perguntou aos fiéis se eles pensam sobre as verdades bíblicas ao longo do dia, se dedicam tempo com Deus e se passam vários dias sem ler a Bíblia. As respostas a essas perguntas estão intimamente ligadas à regularidade com que os frequentadores da igreja leem a Bíblia.

Quando perguntados se estão pensando em verdades bíblicas ao longo do dia, 32% dos fiéis protestantes concordaram fortemente. No total, quase 7 em 10 pelo menos concordaram um pouco (69%). 12% discordaram e 20% não têm certeza. As mulheres (33%) são mais propensas que os homens (29%) a concordarem fortemente com essa afirmação.

Os frequentadores de igrejas com 65 anos ou mais (27%) têm a idade demográfica menos propensa a concordar fortemente, enquanto os hispânicos (52%) são a etnia com maior probabilidade de concordar fortemente.

Protestantes pentecostais (35%) e protestantes negros (33%) são mais propensos do que os protestantes tradicionais (18%) a concordar fortemente.

Entre os fiéis protestantes que dizem ler a Bíblia todos os dias, 51% dizem que pensam em verdades bíblicas durante o dia.

Para aqueles que leem a Bíblia algumas vezes por semana, 32% dizem o mesmo. Isso cai para 20% dentre os que fazem uma leitura das Escrituras uma vez por semana a algumas vezes por mês, e 9% daqueles que leem uma vez por mês ou menos.

“Este é um caso em que a ação de ler a Bíblia influencia os pensamentos de alguém”, disse McConnell. “Essa atenção plena nas verdades de Deus tem benefícios adicionais de influenciar outras ações e discursos”.

Um terço dos fiéis protestantes (33%) concorda fortemente que eles dedicam tempo com Deus se passarem vários dias sem ler a Bíblia. Quase 3 em 5, pelo menos, concordam um pouco (58%). Cerca de 1 em cada 5 discorda (20%) e 22% não concorda nem discorda.

As mulheres (36%) são mais propensas a concordar fortemente do que os homens (30%). Os fiéis hispânicos (44%) são mais propensos a concordar fortemente do que afro-americanos (36%) e fiéis brancos (31%).
 
Aqueles com 65 anos ou mais são o grupo etário menos provável a concordar fortemente em perder o tempo com Deus quando passam vários dias sem ler a Bíblia (27%). Protestantes pentecostais (38%) e protestantes negros (33%) são mais propensos a concordar fortemente do que os protestantes tradicionais (19%).

Quanto mais regular o hábito de leitura da Bíblia, mais provável é que os frequentadores da igreja digam que sentem falta desse tempo com Deus. Entre os fiéis protestantes que leem a Bíblia todos os dias, 65% concordam fortemente. Esse número é cortado pela metade entre aqueles que lêem as Escrituras algumas vezes por semana (32%). Ele continua a diminuir entre aqueles que lêem uma vez por semana ou algumas vezes por mês (13%) e entre aqueles que lêem uma vez por mês ou menos (6%).

“Uma indicação de que ler a Palavra de Deus é benéfica é o quanto os leitores sentem falta depois de não ler por alguns dias”, disse McConnell. “Isso se encaixa com a própria descrição da Bíblia de si mesmo como sendo ‘vivo e eficaz’”, enfatizou o responsável pelo estudo, de acordo com informações da LifeWay Research.

Bloqueio de verbas para educação aponta fim do transporte escolar

O ensino superior foi o mais afetado pelos bloqueios de gastos anunciados no Ministério da Educação (MEC), mas áreas da educação básica e infantil - apontadas como prioritárias pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL) - também sofrerão com o contingenciamento de recursos na pasta.

Em participação no Plenário da Câmara dos Deputados na quarta-feira, 15, dia de protestos nacionais pela educação, o titular do MEC, Abraham Weintraub, afirmou que trata-se de uma contenção temporária de gastos ("até o país decolar") e que o governo cumprirá seu plano de concentrar seus esforços nas creches, ensino básico e técnico.

Especialistas em educação, porém, afirmam que os bloqueios podem impactar diretamente programas e ações em andamento em escolas brasileiras, com efeito direto nos municípios, principalmente em áreas remotas ou carentes.

Segundo dados do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi) tabulados pela ONG Contas Abertas, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia do governo que tem como função transferir recursos para a educação básica de Estados e municípios e funciona como uma espécie de agência de fomento do cotidiano escolar, teve congelado quase R$ 1 bilhão de seu orçamento de R$ 4,7 bilhões para 2019.

Dentro do FNDE estão programas que financiam, em nível municipal, desde livros didáticos até o transporte escolar, auxílio à formação de professores e incentivo à construção de creches.

Na Câmara, Weintraub afirmou que a educação básica foi esquecida pelo governo federal nos últimos anos. "A educação essencial, a básica, é o ponto fraco do Brasil. A gente está abaixo da meta estabelecida no Plano Nacional de Alfabetização (PNA). Quem fica de fora da creche são as crianças mais pobres, parte da sociedade mais vulnerável", disse.

O ministro atribuiu a responsabilidade dos bloqueios às gestões anteriores de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB). "Não somos responsáveis pelo desastre da educação, não votamos nele."

O governo Bolsonaro, como os antecessores, suspendeu temporariamente o gasto de verbas em busca de equilíbrio fiscal enquanto a situação do país não melhora. Caso o Executivo termine o ano com um deficit maior do que o previsto no Orçamento (R$ 139 bilhões) sem autorização do Congresso, os governantes podem responder por crime de responsabilidade fiscal.

Por outro lado, se a situação fiscal melhorar, o governo afirmou que poderá liberar verbas.

As medidas causaram reação também no Congresso. "A queixa maior, a grande apreensão entre os parlamentares é a ausência de um plano para a educação. Esse ministro só fala em cortar. Não tem ação propositiva. A gente não consegue nem avaliar porque não há nada proposto. É a primeira vez que eu vejo um ministro que defende, que pede cortes em sua área", afirmou à BBC News Brasil o deputado federal Idilvan Alencar (PDT-CE), que faz parte da Comissão de Educação da Câmara e já presidiu o FNDE e o Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed).

Ainda durante a sabatina na Câmara, Weintraub afirmou que buscará que os recursos do fundo da Lava Jato (com dinheiro recuperado dos esquemas de corrupção) sejam parcialmente destinados à educação.

A BBC News Brasil procurou o MEC acerca dos impactos dos bloqueios em programas ligados ao FNDE e aguarda retorno.

Transporte escolar

O bloqueio de verbas do programa Caminho da Escola, destinado a renovar, padronizar e ampliar a frota de veículos escolares no país, atingiu 82% da soma autorizada em 2019 (R$ 23 milhões de R$ 29 milhões), segundo os dados tabulados pela Contas Abertas. 

Estudo feito em parceria com a Universidade Federal de Goiás indica que esse programa levou à redução da idade média dos veículos (9,3 anos no Nordeste e 6,7 no país, por exemplo). Mas a frota ligada ao Caminho da Escola se aproxima de dez anos de uso e precisa também ser renovada. 

Segundo gestores e professores, os dois principais benefícios do programa são a garantia do acesso à educação e a redução da evasão escolar.

Para Daniel Cara, coordenador da Campanha Nacional Pelo Direito à Educação, esse é o tipo de repasse que, quando não é feito, pode inviabilizar a ida à escola de crianças em áreas remotas ou sem estrutura de transporte público.
"O problema concreto é que o direito à educação acontece em todo o ano letivo. Se não tem transporte escolar, praticamente inviabiliza-se a escolaridade de muitas crianças", afirma Cara à BBC News Brasil.

Livros didáticos

A produção, compra e distribuição de livros didáticos teve congelados R$ 144 milhões de seu orçamento de R$ 1,9 bilhão (ou 7,6% do total) dentro do FNDE. 

No município cearense de Sobral, "recebemos a notificação de que vão chegar apenas 25% dos livros didáticos para reposição. Isso é um problema principalmente nas turmas de Fundamental I (primeira à quinta série), quando os livros didáticos são consumíveis (não são reaproveitados de um ano para o outro)", diz à BBC News Brasil o secretário municipal de Educação, Herbert Lima. 

"Não vai dar nem para a metade dos alunos. Nossa rede é mais estruturada e faz aquisições de livros didáticos de outros lugares, mas para a grande maioria dos municípios isso vai ser um grande problema."

Lima afirma que os municípios têm tido dificuldade de interlocução com o MEC, para saber se alguns pontos do contingenciamento serão pontuais ou permanentes. "O valor pré-fixado que recebemos para alimentação escolar veio menor, por exemplo, e sem nenhuma explicação. Como não há interlocução, há insegurança nos municípios."

Educação infantil e de jovens adultos

Programas de apoio à implementação e manutenção de creches dentro do FNDE também tiveram recursos congelados - R$ 21 milhões, de um total de R$ 125 milhões divididos em duas rubricas.
O apoio ao funcionamento da Educação de Jovens e Adultos (EJA, voltado a pessoas que não concluíram os ensinos fundamental e médio na idade correta) teve congelamento de R$ 14 milhões, ou cerca de 40%. 

Para Daniel Cara, um dos grandes problemas da descontinuidade do financiamento da educação básica é que a medida pode, na prática, acabar com muitos dos projetos do MEC. "Reconstruí-los exigirá novas contratações e tramitações, o que é muito difícil", diz.

'Dificuldades de planejamento' e Fundeb

Questionado a respeito da importância de o MEC otimizar e priorizar gastos em momentos de crise, Cara diz que, de fato, "sempre é possível racionalizar".

"Mas não podemos fazer isso sufocando as políticas públicas. Não tem, por exemplo, como melhorar o transporte escolar acabando (com os recursos do) transporte escolar", opina. 

Carlos Eduardo Sanches, assessor técnico da Campanha Nacional Pelo Direito à Educação, afirma que tem ouvido de secretários e gestores educacionais dificuldades em acessar os fundos do FNDE, "gerando atrasos, por exemplo, em pagamentos de obras de creches".

E, para além do FNDE, secretários dizem que outro obstáculo é planejar seu orçamento, pela ausência de diretrizes claras. 

Valmir Nogueira, secretário de Educação em Paragominas (PA), afirma que os repasses do FNDE ao município ainda estão em dia, mas em contrapartida vieram menos recursos do que o esperado do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica, de onde vem a maior parte do dinheiro que financia escolas públicas em Estados e municípios) para o Estado. 

"Sem esse complemento, como vamos ficar? O impacto é brutal, e em alguns municípios o risco é não haver dinheiro para pagar a folha (de professores). Aqui estamos contingenciando despesas de combustível, transporte, contratos de manutenção."

O modelo de financiamento do Fundeb expira (por lei) no ano que vem, e ainda não há uma definição oficial de se ele será prorrogado ou substituído. Cecilia Motta, secretária de Educação do Mato Grosso do Sul e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Conseg), afirma que essa é a principal preocupação dos gestores educacionais, porque "o Fundeb é a garantia do direito à educação".

Segundo nota do MEC de 6 de maio, o secretário-executivo do MEC Antonio Paulo Vogel afirmou que a pasta busca subsídios para auxiliar o Congresso a redigir uma emenda constitucional sobre o Fundeb, "como fruto de um diálogo entre governo, sociedade civil organizada e especialistas em educação".

A BBC News Brasil questionou o MEC se há algum contingenciamento no Fundeb em vigor no momento e aguarda o retorno da pasta. Informações BBC

sábado, 27 de julho de 2019

Anderson do Carmo: advogado da família quer investigação sobre envenenamento

O advogado que defende a família do pastor Anderson do Carmo vai pedir à delegada Bárbara Lomba, titular da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG), que investigue o crime de homicídio tentado contra o pastor, anterior à sua morte. Anderson foi morto em casa, em Pendotiba, Niterói, no dia 16 de junho.

Um dos filhos do casal Flordelis e Anderson disse em depoimento que o pastor vinha reclamando de que passava mal quando comia em casa ou tomava remédios administrados pela deputada federal do PSC ou por outros filhos. O depoimento da mãe da vítima, Maria Edna Virgínio do Carmo, 64, na quarta-feira (24) confirma esta versão. JM

O advogado Ângelo Máximo, representa Maria Edna Virgínio do Carmo e Michele do Carmo, respectivamente, mãe e irmã de Anderson. Ele defende que o pastor reclamava de mal-estar porque estavam tentando matá-lo.  

O advogado diz que antes do crime que o matou, o pastor vinha sofrendo atentados e envenenamento. “Toda substância química que causa lesão ao corpo é envenenamento”, explica. Ele acrescenta que não teve acesso às investigações.”Vamos pedir que a delegada Bárbara Lomba investigue o que o filho do pastor e a mãe disseram. Houve uma tentativa de homicídio não consumada por vontade alheia aos seus algozes”, diz. 

Ângelo Máximo acrescenta que o depoimento da mãe de Anderson, Maria Edna, foi positivo, esclarecedor, estarrecedor e comprometedor. A assessoria de Flordelis diz que a questão já foi comentada pela deputada durante coletiva de imprensa. Na ocasião, a pastora justificou a administração dos medicamentos dizendo que o marido tinha crises de ansiedade e possui exames recentes que comprovam o tratamento.

Segundo O DIA, há vários problemas familiares envolvendo Flordelis e o marido. O advogado da família de Anderson voltou a falar que Flordelis está atrapalhando as investigações. Ele pede que o Supremo Tribunal Federal libere a investigação sobre a deputada. 

Foto de Ludmilla lendo a Bíblia gera bate-boca sobre pecado da homossexualidade

Ludmilla, funkeira que assumiu um relacionamento homossexual com uma de suas dançarinas recentemente, entrou num bate-boca nas redes sociais após uma usuária do Instagram criticar uma foto publicada por sua namorada em que ela lê a Bíblia.

Brunna Gonçalves, namorada da cantora, publicou a imagem com a seguinte legenda: “Fui apagar a luz e vi essa cena linda, meu bebê deitada lendo a Bíblia, eu amo tanto.. sou muito abençoada!”.

Uma internauta reagiu à publicação em tom de reprovação: “Como Deus pode abençoar esse casal? Isso é abominável”, escreveu a mulher. Esse comentário – que posteriormente foi apagado – motivou um comentário da própria Ludmilla.

“O diabo não foi expulso do céu porque bebeu, se prostituiu, porque usou drogas, ou era gay. Ele caiu pelo seu próprio orgulho, caiu pela soberba em se achar melhor que Deus. Essa geração está equivocada. Condenam as pessoas que fraquejam. Se acham maiores espiritualmente que todos porque frequentam igrejas, se acham mais santos que o Espírito Santo”, escreveu a funkeira.

Ludmilla – que frequenta cultos domésticos realizados pela atriz Bruna Marquezine – acrescentou: “Acreditam que pecado é só beber, se prostituir, usar drogas, entre outros. Mas se esquecem que o orgulho transformou anjo em demônio e homem em bicho. Pior do que cair e ser exposto como alguém que fraquejou é viver caído pela própria soberba e orgulho de se achar único e sem pecado. HIPÓCRITAS”, disparou a artista homossexual.

A compreensão de que a homossexualidade é pecado é uma unanimidade nas denominações cristãs que mantiveram interpretação ortodoxa da Bíblia Sagrada, independentemente de seus dogmas religiosos, como a Igreja Católica e denominações protestantes como a Igreja Presbiteriana, Igreja Batista, setores da Igreja Anglicana, Ortodoxa Russa e outras, além das denominações pentecostais, como a Assembleia de Deus e suas derivadas.

Nessa linha teológica, a reprovação à conduta homossexual não é apresentada como um pecado maior ou mais grave diante de Deus do que outros pecados. A ênfase, no entanto, ocorre por ser um tema muito presente na sociedade contemporânea, e pela pretensão de setores da militância LGBT em forçar igrejas a realizarem cerimônias de união entre pessoas do mesmo sexo. Gospel+

sexta-feira, 26 de julho de 2019

"Como Deus pode estar acima de mim que não creio em Deus?", Pedro Cardoso critica slogan de Bolsonaro

Pedro Cardoso, que é bastante ativo em comentários políticos no Instagram, voltou a falar no assunto ao ser entrevistado por Marcelo Tas no "Provocações", da TV Cultura. O ator, que se definiu como de "extrema esquerda", criticou o governo de Jair Bolsonaro e mencionou inclusive o slogan de campanha do atual presidente: “Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos”.

“Como Deus pode estar acima de mim que não creio em Deus? Como alguém pode dizer para mim que o Deus dele está acima de mim?”, questionou. 

Ele também definiu o fascismo brasileiro como "o desejo de uma parte muito grande da população brasileira de eliminar a diferença de pensamento". E, para não ficar apenas em um lado do espectro ideológico, Pedro Cardoso destacou: "O governo do PT, por exemplo, na minha opinião foi se tornando proto-fascista. De fato, se ele se perpetuasse no poder era muito provável que eles executassem um projeto à feição deles, com enorme desprezo pelos outros". 

"Um dos elementos do fascismo é a idolatria por alguém. Foi por Luís Inácio, pode ser por Jair Messias ou Sergio Moro", concluiu. megaradiovca

Veja:

quinta-feira, 25 de julho de 2019

Quadrilha rouba carga milionária de ouro dentro do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos

Uma quadrilha roubou na tarde desta quinta-feira, 25, uma carga milionária de ouro de dentro do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, onde ocorreria o embarque do material em uma aeronave. Os ladrões usaram veículos clonados identificados como da Polícia Federal para entrar no local e realizar o roubo. Ninguém ficou ferido e os criminosos estão sendo procurados pela polícia.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, para executar o roubo, os ladrões sequestraram parentes de um funcionário que teria informações privilegiadas sobre o funcionamento do local e o embarque da carga. O sequestro teria acontecido na noite desta quarta-feira, 24, e se estendido até esta quinta. Isso teria facilitado a ação criminosa, que foi executada com agilidade no início da tarde. 

Duas viaturas clonadas foram encontradas abandonadas na zona leste da capital, em um terreno na Rua Papiro do Egito. Os investigadores acreditam que o grupo tenha trocado os veículos para dificultar a localização e agora estejam em uma caminhonete modelo Ranger de cor branca e uma van da mesma cor. Veículos com essas características foram vistos circulando em alta velocidade na cidade de Guararema, na região metropolitana de São Paulo.

A PRF estima em 750 quilos a quantidade de ouro levada do local. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Polícia Civil de São Paulo, é o responsável pela investigação. Estadão

Peça “Coroação a nossa senhora dos travestis” revolta católicos e termina cancelada

O prefeito de Belo Horizonte (MG) decidiu cancelar uma cerimônia de “coroação à nossa senhora dos travestis” que faria parte da virada cultural na capital mineira após lideranças católicas da cidade denunciaram o vilipêndio ao símbolo de sua fé.

A Arquidiocese de Belo Horizonte se manifestou publicamente contra a realização do evento, classificando a iniciativa dos militantes LGBT como um desrespeito à fé cristã católica. Alexandre Kalil (PSD), prefeito da cidade, usou o Twitter para comunicar que o evento estava cancelado.

“Defendo todas as liberdades. Sou católico, devoto de Santa Rita de Cássia. Fiquem tranquilos, ninguém vai agredir a religião de ninguém. Isso não é cultura”, escreveu o prefeito, que também já foi presidente do Clube Atlético Mineiro.

Na última sexta-feira, 19 de julho, dom Walmor Oliveira de Azevedo, arcebispo e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), assinou uma carta pedindo a suspensão do ato na Virada Cultural, alegando que tratava-se de uma “ação preconceituosa e criminosa” por ofender símbolos da fé católica, e convocou todos os fiéis a se manifestarem.

De acordo com informações do portal Hoje em Dia, o ato é voltado especificamente para o público LGBT e já foi encenado pela Academia TransLiterária durante a FIT BH em 2018. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra uma paródia da canção Saudação à Virgem Maria, trocando “ave, ave, ave Maria” por “travê, travê, travesti rainha”.

Confira a íntegra do comunicado da Arquidiocese de Belo Horizonte:
A Arquidiocese de Belo Horizonte, por seu Pastor Maior, dom Walmor Oliveira de Azevedo, arcebispo e presidente da CNBB, seus bispos auxiliares, padres, diáconos, religiosos e religiosas, ministros, evangelizadores e povo de Deus, das suas mais de 1500 comunidades de fé, publicamente rebate, com indignação, a ação preconceituosa e criminosa de desrespeito à fé cristã católica, o evento de título “Coroação a Nossa Senhora dos Travestis”.

Exigimos e esperamos que as autoridades competentes e os organizadores suspendam este evento, por ser incontestável fomento ao preconceito e à discriminação, desrespeito aos valores da fé cristã católica, devendo saber que estão comprometendo , gravemente, a paz e o exigido relacionamento cidadão respeitoso.

Os muitos títulos de Nossa Senhora, Mãe de Jesus, são uma riqueza da tradição cristã católica, que refletem a proximidade e a reverência do povo em relação à Maria Santíssima. Na raiz de cada devoção Mariana, residem bonitas tradições e histórias de graças alcançadas, que merecem reverência e respeito. Por tudo isso, causa perplexidade ver, em uma sociedade que carece tanto de fraternidade, atitudes de desrespeito à fé e a Nossa Senhora.

A devoção Mariana nasce e cresce no coração da Igreja. Atravessa gerações graças à fé e à simplicidade do povo. Não é admissível instrumentalizar Nossa Senhora, desrespeitando-a, para se promover um evento que se diz cultural, mas, na verdade, configura-se em agressão à fé cristã católica.  Não se cultiva tolerância a partir do desrespeito.

Convocamos todos os católicos a se manifestarem, exigindo respeito e a suspensão imediata desta criminosa ação, um desrespeito. Seja também acolhido o nosso pedido, protocolado junto a autoridades e instâncias competentes de defesa da verdade e da moralidade, das quais se espera o posicionamento legal e urgente, com a proibição desse ato abominável contra a fé cristã católica.

Católicos , paróquias, instituições católicas, associações, movimentos eclesiais e novas comunidades, todos nós,  manifestemos fortemente, neste momento, para que prevaleça o bom senso, a verdade e a justiça pela paz! Gospel+

quarta-feira, 24 de julho de 2019

Reitor da UNIR diz que papel da Bíblia é excelente pra fumar maconha; Frente Parlamentar Evangélica repudia

O Reitor da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Ari Miguel Ott, gerou grande polêmica ao defender o consumo de drogas durante uma palestra dentro da própria instituição.

Ao dizer que é normal os universitários usarem drogas, ele cita que um amigo dele usava as folhas da Bíblia de sua mãe para consumir maconha e diz que “o papel dele era considerado excelente para enrolar um baseado”. 

O vídeo se tornou viral e a Frente Parlamentar Evangélica emitiu uma nota de repúdio contra o reitor. Além de criticar a fala que ofende o Livro Sagrado da maioria dos brasileiros, a nota ainda lembra ao reitor que fazer apologia às drogas é crime previsto no artigo 287 do Código Penal.

“O presidente esclarece que a Frente Parlamentar Evangélica repudia veementemente as palavras do Reitor, e que a universidade deve prezar pelo comportamento ético e moral e não impor pensamentos minoritários”, diz trecho da nota assinada pelo presidente da FPE, o deputado Silas Câmara. JM

Nota de Repúdio Frente Parlamentar Evangélica
Brasília DF, 24 de Julho de 2019
A Frente Parlamentar Evangélica – FPE do Congresso Nacional vem a público repudiar as declarações do Reitor da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Ari Miguel Ott onde cita que o Livro Sagrado (Bíblia) tem um excelente papel para fazer uso da maconha. No contexto o reitor afrontou o livro sagrado da maioria absoluta dos Brasileiros, dentre estes os cristãos evangélicos, que no Brasil somam mais de 37 milhões.

Na citação o professor faz apologia ao uso do entorpecente, crime previsto no artigo 287 do código penal brasileiro, por alunos de universidades no Brasil e no mundo. Em suas declarações exemplifica suas afirmações. “Eu tenho 34 anos nesta instituição, nunca vi uma festa de pelados. Se tiver, me chamem. Cada vez que um aluno acende um baseado numa universidade brasileira e no mundo inteiro, estudantes fumam baseado em todas as universidades do mundo, mais cada vez que um estudante acende um baseado levantam-se as vozes do moralismo – ‘Olha aí, fumadores de maconha’! Quanta bobagem, meu Deus. Eu tive um colega no curso de Medicina, há 40 anos, ele fumou a bíblia da mãe, gente! Naquele tempo não se vendia seda, não tinha seda pra vender, e o papel dele era considerado excelente para enrolar um baseado”.

O presidente da FPE deputado Federal, Silas Câmara disse que as declarações do reitor não condizem com a postura do cargo que o professor exerce, e afronta diretamente a família brasileira e fé de milhares de cristãos que tem como base, a Bíblia, o livro sagrado. O presidente esclarece que a Frente Parlamentar Evangélica repudia veementemente as palavras do Reitor, e que a universidade deve prezar pelo comportamento ético e moral e não impor pensamentos minoritários. Por fim, afirma ainda que os deputados e senadores que compõem a frente continuarão lutando na defesa dos princípios cristãos, da família e da liberdade religiosa, construindo um Brasil Melhor.

FRENTE PARLAMENTAR EVANGÉLICA NO CONGRESSO NACIONAL

Assista:

terça-feira, 23 de julho de 2019

Família sonegava impostos alegando que tributos são “contra vontade de Deus”

A Justiça da Austrália condenou uma família de missionários cristãos que se recusava a pagar seus impostos de renda e impôs uma multa de AU$ 2 milhões.

A família se recusava a pagar imposto de renda argumentando que o tributo vai “contra a vontade de Deus”. Agora, com a sentença, a multa devida ao fisco do país chega a R$ 6,17 milhões.

De acordo com informações da emissora ABC News, durante o processo a família argumentou, em sua defesa, que a sonegação seguia a “lei suprema desta terra”, criada por Deus.

Outro argumento era que o pagamento de impostos levava as pessoas a confiarem no Estado e se esquecerem de Deus, o que causava “maldições como secas e infertilidade”.

O juiz responsável pelo caso, Stephen Holt disse em sua decisão que, embora acredite que as crenças da família sejam genuínas, não há qualquer referência específica na Bíblia para sustentar o que eles argumentavam na tentativa de se livrar dos impostos e da multa.

Liberdade religiosa

A Austrália tem experimentado forte influência da ideologia progressista, mas o primeiro-ministro do país fez uma declaração surpreendente, defendendo a liberdade religiosa após um atleta de rúgbi ter sido alvo de uma campanha pública de achincalhamento por conta de suas convicções de fé.

Scott Morrison participou de uma conferência da Hillsong Church em Sydney e definiu sua vitória eleitoral como fruto da vontade de Deus, além de realizar uma oração com os membros da comunidade evangélica na ocasião.

“Não há nada mais fundamental do que a liberdade de crença, seja qual for a crença […] Há muita conversa sobre nossas liberdades como cristãos neste país e elas devem ser protegidas”, declarou o primeiro-ministro da Austrália. Gospel+

Antes de concluir seu discurso, ele fez uma oração pela situação climática do país, que vem enfrentando longos períodos de seca: “Senhor, nós apenas oramos pela chuva: Que a sua chuva caia sobre esta nação. Este país precisa mais do que tudo do amor de Deus”, finalizou.

segunda-feira, 22 de julho de 2019

Vem ai! Congresso Jovem: "O SOM QUE DESPERTA" II Igreja Batista Getsêmani

A Rede de jovens da Segunda Igreja Batista Getsêmani, localizada na Rua F, n 80 - Bairro Urbis VI em Vitória da Conquista, (ao lado do posto de saúde), realiza no próximo fim de semana, nos dias 27 e 28 de julho, mais um Congresso de Jovens. 

Neste ano o tema será  baseado em 1 Timóteo 4:12 e tem como foco despertar a força e o valor do jovem no Reino de Deus. "O Som que Desperta" é um convite para toda a comunidade jovem a despertar sendo referência nas palavras, na conduta, no amor, na fé e na pureza.

Intolerância e intriga política afastam a participação de conquistenses em inauguração do novo aeroporto

O aeroporto tem o dobro de capacidade em relação ao antigo, com possibilidade de ampliar a movimentação para 500 mil passageiros até 2020. Outra novidade é que o Glauber Rocha também vai receber grandes aeronaves e minimizar as interferências climáticas nos pousos e decolagens por ter equipamentos mais avançados de navegação aérea. Um exemplo de grandes aviões que podem ser utilizados no novo aeroporto é o Boeing 773-700, com capacidade para 138 passageiros, que será operado pela Gol em voo diário para São Paulo (Guarulhos).

Em visita ao novo equipamento, nesta quinta-feira (18), Rui lembrou que, nos últimos seis anos, os aeroportos Glauber Rocha e de Natal foram os únicos construídos no Nordeste. "Antes, os aviões vinham para Vitória da Conquista e não se sabia se iria pousar, por causa das serras e da neblina. Agora, isso não acontece mais. O novo aeroporto atende não somente a Bahia, mas também o norte de Minas. Na terça-feira [23], acontecerá a inauguração oficial. A partir do dia 25, a Gol já vai operar aqui. Teremos voos diários para São Paulo e para Minas Gerais. Conquista, com certeza, será um dos principais aeroportos de fluxo do Nordeste", afirmou.

Na noite deste domingo (21) uma operação determinada pelo Executivo Conquistense que tirou de veiculação placas de outdoor com publicações do Governo do Estado da Bahia sobre o tão aguardado Aeroporto Glauber Rocha. Os motivos que levaram essa ação ainda não foram informados pelo prefeito Herzem Gusmão Pereira, mas tem dividido opiniões: seguidores de Herzem o apoiam, outros não. blodoanderson

Em vídeo publicado nas redes sociais na tarde desta segunda-feira (22), o governador Rui Costa afirmou que não participará da inauguração do novo Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, nesta terça (23).

Na opinião de Rui, o evento se transformou em uma convenção político-partidária. “A medida anunciada é excluir o povo da inauguração, fazer uma inauguração restrita a poucas pessoas, escolhidas a dedo como se fosse uma convenção político-partidária. Não posso concordar com isso”, disse ao explicar a decisão.

Em momento de tensão com o eleitorado do Nordeste, o presidente Jair Bolsonaro decidiu dobrar o número de convidados da inauguração do aeroporto, sem aumentar proporcionalmente o número de convidados de Rui. Além disso, o governo federal escalou rivais do governador para discursar no evento como o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), e o deputado federal Elmar Nascimento (DEM)

Rui disse que foi o responsável por convidar o governo federal para participar do evento, mas foi rebatido com covardia, no caso dos convites. “Exercitando a boa educação que aprendi, convidei o Governo Federal a se fazer presente no ato de inauguração, nesta grande festa. Infelizmente, confundiram a boa educação com covardia, e desde então, temos presenciado agressões ao povo do Nordeste e ao povo da Bahia. A medida anunciada é excluir o povo da inauguração, fazer uma inauguração restrita a poucas pessoas, escolhidas a dedo como se fosse uma convenção político-partidária”, declarou o governador sobre a situação. Bahianotícias

Filhos que romperam com Flordelis fazem homenagem ao pastor Anderson do Carmo

A demora na conclusão da investigação pela morte do pastor Anderson do Carmo vem resultando no crescimento das incógnitas no que se refere à motivação do crime. Enquanto isso, três filhos de Flordelis – que romperam relações com ela – organizaram uma homenagem ao pai.

O ato aconteceu domingo, 21 de julho, às 10h00 em Laranjal, São Gonçalo (RJ), em frente ao terreno onde a nova sede do Ministério Flordelis estava sendo construída. A denominação, pentecostal, foi fundada pela pastora e seu marido.

Segundo informações do jornal Extra, a homenagem foi organizada pelo único filho biológico que Flordelis e Anderson do Carmo tiveram, Daniel dos Santos de Souza, junto com dois filhos adotivos do casal, Luan Santos e o vereador Misael, cujo nome de batismo é Wagner de Andrade Pimenta.

Além de amigos, estiveram presentes no ato a mãe do pastor Anderson, assim como sua irmã, Michelle. Luan e Misael, que são pastores, deixaram a denominação após a morte de Anderson do Carmo. JM

Em grupos de WhatsApp, os fiéis que permanecem no Ministério Flordelis têm enfatizado que a reunião não tem qualquer ligação com a denominação: ”Essa movimentação não está sob nossa responsabilidade”, diz texto que está sendo replicado no aplicativo de mensagens.

Na última quinta-feira, 18 de julho, a Justiça prorrogou a prisão temporária dos dois filhos da deputada federal que foram presos após o assassinato do pastor Anderson do Carmo: Flávio dos Santos Rodrigues, 38, e Lucas dos Santos, 18, ficarão mais 30 dias presos, segundo informações do portal Uol.

Bolsonaro e Michelle falam em “chamado divino” para ajudar o Brasil

O presidente Jair Bolsonaro participou neste domingo, 21, de um congresso na igreja evangélica Sara Nossa Terra. Estava acompanhado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e do ministros Onix Lorenzoni e sua esposa, Denise Verbeling.

A celebração foi comandada pelo Bispo Rodovalho, presidente e fundador da Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra. Bolsonaro ficou na primeira fileira.

Aos fiéis, o presidente afirmou que a solidão sentida no poder, como dita por diversos governantes, é devido “a uma deslealdade com o povo brasileiro e pelo afastamento de Deus”. “Ouvi dos que me antecederam que, logo nas primeiras semanas que assumiram o cargo, começaram a sentir a solidão do poder. O que posso dizer de mim, acredito que essa solidão venha por dois motivos. Pelo descompromisso com a lealdade ao povo brasileiro. E o segundo pro afastamento de Deus, nosso criador”, disse.  
O presidente complementou ainda dizendo que “os problemas existem, mas há a vontade de acertar”. “O fato de ter amigos ao seu lado, dentro e fora do palácio, e uma família que é a base para aqueles que queiram fazer algo de bom, é o que nos alimenta”, disse.

O presidente disse ainda que realiza uma “difícil missão”, mas ressaltou que “Deus sabe o que faz e capacita os escolhidos”. Ele agradeceu ainda o apoio da comunidade evangélica para a sua eleição. “Agradeço por estar vivo e poder realizar essa missão”, disse.

A primeira-dama recebeu uma homenagem da igreja e agradeceu pelas orações “pelo momento mais difícil que já passamos na nossa vida”. “Assim como meu marido confia que está realizando uma missão de Deus, eu também acredito que estamos em um chamado divino”, disse.
(Com Agência Estado)