Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

terça-feira, 27 de março de 2018

Sérgio Moro comenta série "O Mecanismo"

Criada e dirigida por José Padilha,  a série "O Mecanismo" da Netflix vem repercutindo comentários entre cidadãos comuns, atores e representantes políticos. A série retrata o atual cenário da política no Brasil, e a repercussão do caso "Lavo Jato" um dos maiores escândalos de corrupção até então revelados ao mundo.

Apesar de Padilha garantir que a série séria apartidária, muitas manifestações de opiniões em protesto a série tem sido desencadeadas, ao ponto de assinantes da Netflix reverberarem encerramento do plano com a mesma. 

Em entrevista ao site El País, José Padilha diz, “O fato de que O Mecanismo não tenha uma ideologia é fundamental. Dá na mesma que sejam de esquerda ou direita, a corrupção apodrece todos os partidos. Em meu país, a Operação Lava Jato começou antes de que Lula e o Partido dos Trabalhadores chegassem ao poder… E continuou com ele! Por isso os intelectuais de esquerda não podem dar lições de moral. Não há discussões ideológicas na trama, porque os ideais foram superados pelo dinheiro sujo”.

A temática esteve presente no programa Roda Viva, apresentado na noite desta segunda-feira, 26, em que o Juiz Sérgio Moro, fora o entrevistado da vez, e ao ser indagado por Sérgio Dávila, (Folha de São Paulo) se de alguma maneira se via representado na série, Sérgio Moro afirma que sim, que vê em parte, seu trabalho ali representado, segundo Moro, a série apresenta muitos pontos comuns e que conferem com aquilo que aconteceu na realidade, mas reconhece que é muito difícil se fazer uma obra fiel aos fatos, por se tratar de acontecimentos recentes.

veja trecho no vídeo (1:00:45)



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário