Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

domingo, 4 de novembro de 2018

Antipetista, deputada eleita pelo partido de Bolsonaro vive em apartamento do Minha Casa, Minha Vida

Ana Caroline Campagnolo , deputada estadual eleita em Santa Catarina pelo PSL, vive em um apartamento financiado pelo Minha Casa, Minha Vida, programa criado em 2009 pelo PT, partido do qual ela é crítica. A informação foi publicada pela coluna de Lauro Jardim, no Globo.
O programa subsidia a aquisição da casa ou apartamento próprio  ou facilita as condições de acesso ao imóvel para famílias. 
 
Segundo O Globo, Campagnolo processou a cooperativa Habitacional de Chapecó alegando que o valor do financiamento que recebeu era inferior ao valor do apartamento e acusou, a cooperativa de corretagem às avessas. 
 
A juíza Nadia Schmidt considerou a ação improcedente porque o valor do financiamento não precisa ser obrigatoriamente o integral do imóvel e que era obrigação de Ana Caroline ter lido o contrato. A deputada eleita recorre da decisão.

Professora e historiadora de 27 anos,  Campgnolo  processa uma ex-professora na Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina) por “perseguição ideológica e discriminação religiosa”, em um episódio emblemático da polêmica em torno do Escola sem Partido. Ela foi eleita com 34.825 votos.
 
Na noite de domingo (28), pediu aos estudantes catarinenses que denunciassem professores que fizessem “queixas político-partidárias em virtude da vitória do presidente [Jair] Bolsonaro [PSL]”.
Ela é defensora do movimento Escola sem Partido, que é contra a suposta doutrinação partidária e ideológica por parte de professores e é encampado também por Bolsonaro. 
 O MPF (Ministério Público Federal) instaurou inquérito civil para apurar a “suposta intimidação a professores do estado de Santa Catarina”, por parte da deputada eleita. Informações yahoonoticias
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário