Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

segunda-feira, 25 de março de 2019

Olavo de Carvalho: ‘Evangélicos entraram atrasados na luta contra o PT’

As diferentes rotas de colisão do filósofo Olavo de Carvalho com variados setores que integram o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) chegaram a um novo embate, agora com o pastor Silas Malafaia.

Olavo, incomodado pela opinião de Malafaia sobre sua influência na eleição de Bolsonaro, afirmou que os evangélicos entraram atrasados na luta contra o PT. A reação do filósofo não passou despercebida da grande mídia, que repercutiu a rusga entre dois dos grandes apoiadores do presidente.

No Facebook, Olavo de Carvalho dirigiu-se a Malafaia como “bispo” para dizer que “ninguém pode negar que as igrejas evangélicas ajudaram um bocado na derrocada do petismo”, e acrescentou que “também não pode negar que elas entraram nessa luta com um atraso formidável”.

“Pelo menos até 2009 ainda se davam muito bem com o partido governante. Nesse ano Lula em pessoa oficializou em lei a Marcha Para Jesus. Será que o senhor já esqueceu?”, questionou o escritor, que vive radicado no estado da Virgínia (EUA).

Essa não é a primeira vez que Olavo de Carvalho entra em rota de colisão com fiéis dessa tradição cristã. Em 2017, um vídeo com o título “AstrOlavo de Carvalho detonando os evangélicos” trouxe algumas das opiniões do filósofo sobre o segmento, criticando seus alunos do curso de filosofia que se mantinham ligados às igrejas evangélicas.

Em seu argumento, o filósofo afirmou que suas teses são embasadas na ”autoridade dos fatos, dos documentos, dos argumentos da racionalidade, etc, etc”, e que era inaceitável que seus seguidores dessem mais ouvidos aos pastores do que a ele em relação à compreensão da história, política e filosofia: “Aí chega pastor e diz: ‘Eu falo com a autoridade da Bíblia, porque eu estou salvo, sou um dos eleitos’. E vocês seguem, meu Deus do céu! Onde têm a cabeça, p*#$@? Como tem a cara de pau de ser meu aluno?”, questionou, na ocasião.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário