Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

segunda-feira, 22 de abril de 2019

Bruno Covas quer acabar com camelôs e ambulantes

Em uma briga perdida por muitos prefeitos que o antecederam, Bruno Covas (PSDB) pretende turbinar as equipes de fiscalização para expulsar os vendedores ambulantes do centro e de arredores de megaeventos na capital paulista.

De olho na campanha eleitoral em 2020, o prefeito ainda trabalha para deixar uma marca. Na busca da imagem de zelador da cidade, vai além das ações de tapa-buracos e busca também medidas de organização urbana, como fiscalização de camelôs e pirataria, que perderam força desde a gestão de Gilberto Kassab (PSD).

O cerco aos camelôs foi oficializado na revisão do plano de metas, divulgada neste mês. Covas planeja contratar 1.000 pessoas para engrossar as fileiras do chamado ‘rapa’ — equipes de fiscalização que costumam ter dez pessoas, entre encarregados, ajudantes e motoristas, além do apoio de policiais militares e guarda-civis.
Segundo consta no plano metas, nos últimos anos havia apenas 15 equipes voltadas exclusivamente a fiscalizar ambulantes. DCM
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário