Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

segunda-feira, 10 de junho de 2019

Denuncia: Pastor Valdomiro Pereira (CEADEB) foi acusado de abuso sexual por membro da Assembléia de Deus

O pastor presidente da Assembleia de Deus na Bahia, Valdmiro Pereira da recebeu na sua conta uma denuncia. Um membro da instituição, sendo ele masculino acusou o pastor de abuso sexual.

Entre as denuncias de apropriação indevida e desvios de dinheiro que pastores acusam o presidente da CEADEB, que soma-se em média R$ 2 milhões de Reais, também entra suposto estupro.

Uma das últimas cobranças para que se explique o sumiço do dinheiro foi feita pelo deputado pastor Isidório. E agora cai na mídia mais uma denuncia grave.

O que parecia inusitado pode ter sido real. Pois um dos membros pastoreado por Valdomiro Pereira protocolou um documento assinado e recebido pela CEADEB. Consta na denuncia, que Valdomiro Pereira teria cometido ato libidinoso conta o jovem.

Porem segundo entende a justiça, seria , abuso sexual ou estupro, se assim a configuração for entendida pelo magistrado.

O homem é ministro do evangelho e casado , conforme consta no documento aceito e protocolado na CEADEB.

O denunciante , residente em Conceição BA. O denunciado pastor Valdomiro Pereira, perpetrou o delito de ato libidinoso. A denuncia grave feita por Arlindo , fere o estatuto da CEADEB que está no artigo 8 parágrafo lll. Além de ser um crime grave , passivo de prisão.

Ainda segundo o documento carimbado pela CEADEB, os abusos contra o ministro da Assembleia de Deus começou quando ainda era jovem aos 21 anos.

De acordo com o jovem que fez a denuncia crime, o pastor Valdomiro Pereira o teria dopado. Logo após sem suas faculdades mentais ativas, o presidente da CEADEB teria posto pênis na boca do denunciante.

O fato que aconteceu em 1992, e narrado em um dos parágrafos da denuncia, consta que Valdomiro chegou a ejacular na boca do fiel.

A Assembleia de Deus na Liberdade teria sido palco dos abusos cometidos. gospelcontei
 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário