Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

terça-feira, 14 de abril de 2020

#Verificamos: Homens em vídeos contra problemas econômicos da quarentena não são o ‘dono do Carrefour’ Por Maurício Moraes

Circulam pelas redes sociais dois vídeos com depoimentos que criticam os problemas econômicos causados pelas medidas adotadas para enfrentar a pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Eles falam sobre o impacto dessas decisões sobre os trabalhadores, como demissões e o corte de salários causados pela paralisação de atividades econômicas. As gravações mostram dois homens diferentes, que são identificados como o “dono do Carrefour”. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:
“Dono da Rede Atacadão Carrefour Falou a Verdade.👏👏👏”
Legenda de vídeo no Facebook que, até as 18h30 de 31 de março de 2020, tinha mais de 68 mil compartilhamentos
A informação analisada pela Lupa é falsa. Logo no início do vídeo aparece o nome do homem que está na gravação. Trata-se de Adair Tessari, pastor evangélico e terceiro sargento da Polícia Militar de Santa Catarina, transferido para a reserva remunerada em 2016. Em sua página no Facebook, ele costuma divulgar vídeos com mensagens religiosas. A gravação em que posts o identificaram como “dono do Carrefour” foi publicada originalmente em 25 de março. Nela, Tessari critica o “sofrimento generalizado” causado pela pandemia, especialmente para os trabalhadores, e defende o corte de salários e benefícios de todos os políticos por seis meses para enfrentar a crise.

A assessoria de imprensa do Carrefour afirmou, em nota, que Tessari não é dono da rede de supermercados. O grupo Carrefour é uma empresa multinacional que tem a família Moulin, dona das Galerias Lafayette, na França, como maior controladora, com 9,86% de participação, segundo o site MarketScreener. Em segundo lugar está a família Diniz, do brasileiro Abílio Diniz, com 7,44%.
“Dono do Carrefour”
Legenda de vídeo no Facebook que, até as 18h30 de 31 de março de 2020, tinha mais de 68 mil compartilhamentos
A informação analisada pela Lupa é falsa. O homem que aparece no vídeo é Ricardo Diniz, dono do Atacado Diniz, que vende produtos para confeitaria e panificação em Jarinu, no interior de São Paulo.
A versão original da gravação foi compartilhada por Renne Diniz, filho do empresário, em seu perfil pessoal no Facebook. “Desabafo do meu pai Ricardo Diniz, um empresário no Brasil – 26/03/2020. 

Não podemos deixar o país quebrar, se continuarmos 100% parados, milhares vão morrer”, escreveu, no post. Nas imagens, ele diz que vai demitir funcionários por conta das medidas tomadas contra o novo coronavírus.

A assessoria do Carrefour afirmou, em nota, que Diniz não é dono da rede de supermercados. A rede informou também que não realizou demissões, mas abriu processo seletivo para a contratação de 5 mil funcionários em todo o país, por conta do aumento da demanda nas suas lojas causado pela pandemia de Covid-19. Há vagas para operador de loja, auxiliar de perecíveis, agente de prevenção, recepcionista de caixa, padeiro, peixeiro, técnico em manutenção, açougueiro, operador de centro de distribuição e vendedor de eletrodomésticos.

Uma versão anterior desta checagem foi feita pelo Boatos.org.
Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.
Editado por: Chico Marés

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário