Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Igreja perde 11 membros por Covid-19; ‘devastador’, diz pastor

Um pastor do Harlem que perdeu 13 membros em 30 dias, incluindo 11 para o novo e mortal coronavírus, disse que acredita que a fé de sua congregação está sendo testada, já que muitos de seus membros ainda não foram testados para o vírus, apesar do número de mortos da igreja. As informações são do The Christian Post

“As Escrituras dizem que se vivemos, vivemos para o Senhor, se morremos, morremos para o Senhor … todos nós nascemos com uma data de validade e todos nós vamos encontrar a morte em algum momento. É simplesmente insondável e lamentável que tantas pessoas em nossa congregação [tenham morrido] ”, disse o Rev. Johnnie Green, da Igreja Batista Mount Neboh, no Harlem(EUA), na terça-feira, destacando que ele não está dormindo muito.

“Eu recebo ligações o tempo todo da noite. Toda vez que meu telefone toca, pergunto-me se é um anúncio de outra pessoa com teste positivo ou outra pessoa morrendo para que você saiba, estou tendo uma média de quatro horas de sono por noite. É isso aí. Está na minha cabeça – disse Green.

Desde que seus membros começaram a morrer, o pastor do Harlem, que lidera uma congregação de 1.200 membros, disse que só conseguiu enterrar dois deles porque uma funerária local que serve a igreja também foi atingida por infecções por coronavírus.

“O proprietário da casa funerária e vários funcionários contrataram a COVID-19. As pessoas estavam ficando doentes entrando e saindo da funerária, por isso exigiram que a funerária estivesse em quarentena por 14 dias, o que atrasou alguns enterros ”, disse ele. “Tivemos três enterros que deveriam ocorrer esta semana. Dois enterros e uma cremação que foram suspensos até maio.

Apenas 48 horas antes, Green revelou à sua congregação em uma transmissão ao vivo do Facebook que 11 membros haviam morrido, incluindo nove do coronavírus. Pouco antes de sua entrevista na terça-feira de manhã, ele recebeu uma ligação dizendo que um 13º membro de sua congregação havia falecido. As duas novas mortes foram relacionadas ao coronavírus, disse Green e foi “devastador“, disse ele.

“Aconteceu tão severamente e tão repentinamente que foi como ser pego de surpresa. É algo que você não espera. Você lê na Bíblia, lê as histórias de pessoas como Jó e como ele perdeu 10 de seus filhos ao mesmo tempo e o impacto que isso teve na vida de Jó. Bem, não perdi 10 filhos, mas perdi 13 membros o impacto foi devastador.

Ele pontua, no entanto, que ele mantém sua fé, mesmo ao lidar com a realidade de que ele, assim como muitos de seus congregantes, permanece não testado para o vírus.

“Eu não acho que Deus escolheu nossa igreja para nos provar. Eu acredito que Deus permitiu que isso acontecesse em nossa igreja, para que ela demonstrasse perante o mundo como é a verdadeira fé em Deus … Agora estamos aprendendo que Deus pode nos passar pela crise … então estamos dependendo de Sua Palavra ”, disse. JM

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário