Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

terça-feira, 14 de abril de 2020

"Você não pode colocar um preço na vida dos indianos" afirma 1º ministro ao ampliar isolamento na Índia

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, estendeu, nesta terça-feira (14), o decreto de quarentena geral no país por mais três semanas. A medida impede mais de 1 bilhão de pessoas de saírem das suas casas e é considerada o caso de isolamento de maior número de pessoas no mundo.

Segundo o The New York Times, Modi afirmou que a ampliação da medida até o dia 3 de maio é necessária para evitar a disseminação do vírus no país, que poderia ser catastrófica diante da precariedade do sistema de saúde indiano e da alta densidade demográfica dos centros urbanos.

O primeiro-ministro ainda agradeceu a população por seguir as medidas “como soldados dedicados”, e admitiu ainda que a manutenção do isolamento custa caro para os cofres públicos. “Mas você não pode colocar um preço na vida dos indianos”, afirmou.

Modi sugeriu que, até o dia 20 de abril, ainda podem ser implantadas medidas de flexibilização pra aspectos específicos, mas ressaltou que, a princípio, todos devem ficar em casa. “Se tivermos paciência, derrotaremos o coronavírus”, disse.

A quarentena foi decretada no dia 25 de março na Índia, que hoje registra cerca de 10 mil casos confirmados e 339 mortes pela Covid-19.
No último dia 9, o presiente Jair Bolsonaro agradeceu à Índia no Twitter pelo “carregamento de insumos” para a cloroquina, substância que defende como solução para o tratamento de casos de coronavírus.
 Fórum
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário