Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Diretor da PRF que lamentou morte por Covid-19 é exonerado por Bolsonaro

O governo Bolsonaro parece ter extrapolado o cúmulo da frieza e priorização do discurso: o Palácio do Planalto trocou Adriano Marcos Furtado, o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal que lamentou a morte de um policial rodoviário pela Covid-19 em abril.

O presidente teria protestado contra nota pois não mencionava comorbidades e poderia assustar a população, ainda que a nota apenas demonstrasse a irresponsabilidade de um líder que tapa os olhos para a realidade à sua volta.

Segundo a Crusoé, “a troca já era esperada nos bastidores, após o presidente Jair Bolsonaro reclamar de nota oficial emitida pela PRF lamentando a morte de um policial rodoviário federal por coronavírus no dia 21 de abril.”


A nota da PRF dizia que o falecimento “entristece profundamente toda a nossa instituição”. A decisão arbitrária do presidente, por sua vez, entristece toda uma nação. MBL

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário