Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Filha de Olavo vai à casa onde Queiroz foi encontrado para celebrar prisão

Heloísa de Carvalho, filha do escritor e guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho, foi à casa onde Fabrício Queiroz foi preso na manhã desta quinta-feira, 18, em Atibaia (SP), para comemorar a prisão do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), a pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro.

“A gente sabia e ninguém nos ouviu”, disse ela ao mostrar uma postagem no Instagram do amigo Bruno Todd do dia 20 de maio em que aparece a fachada do escritório do advogado Frederick Wassef na cidade e a informação de que Queiroz estava lá (veja abaixo). Heloísa estava com o amigo nesse dia, como informa o post.

Heloísa, que mora em Atibaia há 32 anos, conta que começou a prestar atenção na movimentação da casa desde abril, quando recebeu a informação de que Queiroz estaria lá. “Cuido da casa de uma amiga que faleceu”, diz ela sobre a residência vizinha de muro do escritório de Wassef. “Sempre achei tudo muito estranho. As janelas estavam sempre fechadas, e os caseiros atendiam o portão com desconfiança”, diz.

Para comemorar a prisão, ela e o amigo Bruno Todd brindaram com taças de suco de laranja – uma alusão à acusação de que ele seria usado em um esquema de “rachadinha” no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), quando este era deputado estadual.


Heloisa é a mais velha dos oito filhos do escritor e está rompida com ele. Em dezembro de 2019, ela lançou o livro Meu Pai, o Guru do Presidente – A Face Ainda Oculta de Olavo de Carvalho, na qual lança várias críticas ao pai, principalmente a de negligência e abandono na criação dos filhos.
Veja

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário