Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

quinta-feira, 5 de novembro de 2020

52 cidades baianas são contempladas na 2ª fase do projeto Municípios Prato Cheio promovido pela CNM



A Confederação Nacional de Municípios (CNM) iniciou a segunda fase do projeto Municípios Prato Cheio para o Desenvolvimento. Na nova etapa, 346 Municípios serão contemplados, com a previsão de mais 176.550 famílias beneficiadas. O investimento para a fase soma R$ 8.827.500.

Com o critério de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) para escolha das localidades, a lista dos primeiros contemplados na segunda fase do Prato Cheio está disponível no site da iniciativa. É recomendado que os gestores municipais confiram o documento e, se o Município estiver listado, entrem em contato com a entidade municipalista para mais informações (telefone (61) 2101-6000), caso ainda não tenham recebido orientações por e-mail para cadastro das famílias.

Na primeira fase, 22.143 famílias foram validadas. Os itens básicos de higiene e alimentação começarão a ser distribuídos após as eleições municipais. A segunda fase tem meta inicial de alcançar 1.315 Municípios, por isso, se mais doações forem efetivadas para o projeto, mais cidades poderão ser contempladas. No portal do Prato Cheio, é possível acompanhar o andamento da iniciativa e doar.

No total, o projeto arrecadou, por ora, cerca de R$ 10 milhões, com a proposta de - no contexto de crise com a pandemia da Covid-19 - auxiliar os moradores de pequenos Municípios com o menor IDH do Brasil. Ao lado da CNM na iniciativa estão o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), a Associação os Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), a Fundação Banco do Brasil (FBB), a Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB) e a Fundação Hermann Hering.

CNM

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário