Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

domingo, 22 de novembro de 2020

ELEIÇÕES 2020 | PSC manifesta seu posicionamento no segundo turno em Conquista

Após muito diálogo com a Executiva Nacional, Estadual e Municipal do PSC (Partido Social Cristão), com o nosso candidato a vice-prefeito e com os nossos 32 candidatos a vereadores – destacando o nosso vereador, Dênis do Gás, e o recém-eleito, Nildo Freitas – o nosso presidente municipal, Ney Mota, vem em nota oficial manifestar o posicionamento do partido em relação ao segundo turno das eleições para prefeito do município de Vitória da Conquista, esclarecendo o seguinte: o candidato Zé Raimundo (PT), através da presidência e coordenadores do seu partido, em conversa com o PSC, apresentou-se com respeito e reconhecimento da importância da legenda, manifestando interesse de apoio político que permitiria abertura ao diálogo e ao espaço político para que o PSC pudesse contribuir diretamente para o crescimento do município e da sua legenda.

O PSC se sente honrado e agradece o convite que, com certeza, apresentou um caráter confiável, mas, infelizmente, por questões de princípios norteadores da fé cristã, em que o PSC sempre defendeu e é a sua principal agenda, existe no momento uma incompatibilidade por conta dos mesmos, embora entenda que o candidato Zé Raimundo tenha o apoio de alguns do seguimento evangélico, e o PSC respeita a posição de cada um deles.

Em relação ao candidato Herzem Gusmão (MDB), o PSC esclarece que em 2016, o partido, no primeiro e segundo turno, exerceu um importante papel na conquista do pleito, sendo um partido participativo e que contribuiu de forma substancial na eleição do atual gestor sem exigir nada em troca.

Infelizmente, o atual gestor sempre demonstrou de temperamento difícil ao diálogo, como é sabido por todos, sempre de forma desrespeitosa e truculenta, dificultando suas relações com o PSC e o mesmo de contribuir mais diretamente com o progresso da cidade.

Em alguns momentos, ignorou e desdenhou da relação política com o partido, inclusive na esfera federal e estadual, e não cumpriu com qualquer compromisso feito já como prefeito, demonstrando desrespeito e que não merece a confiança do PSC para qualquer apoio político.

Ainda assim, por amor a nossa Vitória da Conquista, o PSC articulou através do então deputado federal Irmão Lázaro, quase R$ 1,5 milhão de emendas parlamentares, boa parte delas usadas nesse governo, como por exemplo, a reforma da Praça Vitor Brito (Praça da Bíblia) e R$ 770.000,00 (setecentos e setenta mil) diretamente para a saúde do nosso povo.

Também, por amor a nossa cidade, sempre deixou o nosso vereador, Dênis do Gás, livre para votar junto com o governo naquilo que era interessante para o povo, mostrando assim que o PSC não coloca questões partidárias como conduta contrária aos princípios da verdade e do respeito às pessoas. Diante desses esclarecimentos, o PSC decide que no segundo turno terá um posicionamento de neutralidade, deixando seus candidatos, filiados e quase 10.000 eleitores livres para votar conforme a sua consciência, sendo vedado o uso do nome do PSC. Quanto ao nosso vereador eleito, bem como o primeiro, segundo e terceiro suplente, em concordância, seguirão a mesma orientação do partido.

O PSC continuará orando por todas as lideranças e sempre pronto a servir, independente do resultado desta eleição.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário