Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

sábado, 20 de outubro de 2018

Antes de morrer, Gil Gomes entregou sua vida a Jesus (vídeo)

O jornalista Gil Gomes faleceu na última terça-feira, 16 de outubro, após sentir um mal-estar e não resistir. Sofrendo com a doença de Parkinson há mais de 10 anos, ele havia entregado sua vida a Jesus Cristo meses antes de sua morte.

Gil Gomes, 78 anos, ficou conhecido por seu trabalho como radialista e repórter de televisão, sempre atuando em pautas policiais. A assessoria de imprensa do Hospital São Paulo, para onde ele foi levado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), afirmou que ele não resistiu e terminou falecendo.

Segundo informações do G1, Vilma Gil Gomes, filha do jornalista, contou que o pai foi “uma pessoa única para a comunicação”, que era uma de suas paixões: “Sempre muito indignado com as injustiças sociais. Era muito considerado desde os delegados até as classes mais humildes”, relembrou, acrescentando que a saúde do veterano jornalista havia se degradado de forma mais aguda nos últimos dias por conta da doença de Parkinson.

Gil Gomes, que deixou quatro filhos, incluindo o também jornalista Flavio Gomes, e nove netos, havia entregado sua vida a Jesus Cristo meses antes de sua morte. Em junho de 2017 ele foi visto em um vídeo veiculado pelo apóstolo Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, mandando um recado para o líder neopentecostal.

Após a notícia de seu falecimento, o pastor Rinaldi Digilio, da Igreja do Evangelho Quadrangular, publicou um vídeo no Instagram com o momento em que o jornalista fez uma oração reconhecendo o Filho de Deus como seu Salvador.

“Senhor Jesus, o meu coração é Teu, a minha vida é Sua, escreve o meu nome no Livro da Vida, que a partir de hoje seja uma nova vida, as coisa velhas fiquem para trás, e tudo seja feito novo, pois a minha vida é Tua, o meu coração é Teu, Obrigado Jesus!”, diz Gil Gomes no vídeo. Informações Gospel+

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário