Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Ministro da Saúde anuncia edital do Mais Médicos nesta segunda, 19

O edital do Programa Mais Médicos sairá nesta terça-feira, 20. A informação foi confirmada pelo ministro da Saúde, Gilberto Occhi, em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, 19. O documento trará mais de 8 mil vagas. Os postos antes eram ocupados por médicos cubanos, através da parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). Na entrevista, o ministro deu detalhes sobre a seleção. Segundo ele, as inscrições já começam na quarta-feira, 21, às 8h, e seguem até a domingo, 25. Neste primeiro momento a prioridade será para brasileiros, formado
 
No dia 26 de novembro já deverá ser divulgado o resultado dos inscritos e suas lotações. Os municípios disponíveis para a candidatura serão divulgados na terça-feira, 20, pelo Diário Oficial. 

Do dia 27 a 30 de novembro será feita a validação dos documentos. Os profissionais selecionados terão o período de 3 a 7 de dezembro para se apresentarem na cidade para qual foi selecionado. Segundo o ministro, caso o profissional não compareça a vaga voltará a ser aberta para um novo candidato. 

Outro edital será publicado em 27 de novembro

Além deste primeiro documento, o Governo Federal irá publicar mais um edital para o Mais Médicos no dia 27 de novembro. Este documento será aberto a médicos brasileiros com CRM, brasileiros formados no exterior sem CRM e também médicos estrangeiros. Este segundo edital não terá prazo para ser encerrado.

Na sexta-feira, 16, a Assessoria de Imprensa do Ministério da Saúde já havia informado que o edital sairá em novembro e que comparecimento aos municípios deverá ser feito imediatamente após a seleção.

Em comunicado divulgado no dia 14 de novembro, o Ministério da Saúde reforçou que será respeitada a convocação prioritária dos candidatos brasileiros formados no Brasil seguida de brasileiros formados no exterior. Esta ordem de convocação já era a aplicada desde 2013, quando iniciou o programa. 

Também na nota do dia 14, o Ministério informou que já tomava todas as medidas para garantir a assistência dos brasileiros atendidos pelas equipes da Saúde da Família que contam com profissionais de Cuba. Informações folhadirigida.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário