Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Líder do MBL ataca protestos e fala em impeachment de Bolsonaro

“Ou a gente tem um parlamentarismo branco […] ou a gente passa por um processo de impeachment”, afirmou Kataguiri.

Em entrevista à revista Crusoé, o deputado federal e líder do Movimento Brasil Livre (MBL), Kim Kataguiri, atacou as manifestações do próximo domingo (26) e disse que o governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, está fadado ao fracasso.

Questionado sobre os atos convocados para o dia 26 de maio, Kim disse acreditar que o Palácio do Planalto está envolvido na organização:
“Acho que vem do Planalto. Não faz sentido não vir (de lá). Ainda mais depois da divulgação do texto em que o presidente fala em tese conspiratória.”
O líder do MBL também disse que os protestos não vão gerar “boas consequências”:
“É um atestado de que o governo falhou. Em nenhuma hipótese essa manifestação vai ter boas consequências para o governo. Se ela for muito bem, vai gerar a ira do Congresso e do STF porque os discursos vão ser acirrados. Se for mal, o presidente vai perder poder para o Parlamento e a oposição ganha discurso.”

A revista perguntou para Kataguiri “se ainda há tempo para consertar o governo de Jair Bolsonaro”. O jovem deputado respondeu:
“Acho difícil. Acho que passou do ponto de tensão. Ou a gente tem um parlamentarismo branco em que o presidente vira uma rainha da Inglaterra ou a gente passa por um processo de impeachment dependendo da votação do crédito suplementar.”
O discurso de Kim está alinhado ao do senador José Serra (PSDB) e de outros membros do Congresso Nacional, que já falam abertamente sobre parlamentarismo no Brasil, como noticiou a RENOVA.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário