Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

terça-feira, 27 de agosto de 2019

A nova cara da IPDA: Neto de David Miranda quer trazer mudanças na “Deus é Amor”

Estilo despojado e moderno do neto do Missionário contrasta com a rigidez doutrinaria da IPDA
Ele é jovem, bonito, inteligente e rico. Não… não estamos falando de um artista da Globo ou alguma celebridade internacional. Longe disso! Estamos falando do jovem que está ousando mudar completamente a cara de uma das denominações evangélicas mais conservadoras do Brasil. O futuro líder de um rebanho de mais de 1 milhão de fiéis, está promovendo uma verdadeira revolução dentro da Igreja Pentecostal Deus é Amor (IPDA), que está tirando o sono dos crentes mais tradicionais da denominação. Estamos falando do evangelista David Miranda Neto!

Desde que sua avó, Ereni Miranda, anunciou em alto e bom tom a todos que teria recebido de Deus a mensagem que seu neto seria o sucessor do falecido fundador da “Deus é Amor”, David Neto, teve uma ascensão meteórica entre os deusamorenses, aumentando consideravelmente sua influência nas igrejas da denominação pelo mundo a fora. Até fevereiro de 2015, o Neto de Ereni nunca havia pregado. Sua participação na Igreja Pentecostal Deus é Amor (IPDA), limitava-se a atuar como interprete do seu avô na língua inglesa. Entretanto após o falecimento do Missionário David Martins Miranda, o jovem pregador começou a ministrar em cultos importantes no Brasil e no Mundo se tornando símbolo da nova juventude que pretende impor seu estilo na IPDA. 

Acostumado a fazer cultos cheios de luzes semelhantes a shows em seu recém-fundado ministério para Jovens, Regenere, David Neto tem um estilo totalmente diferente do seu avô. Sobe ao púlpito sem o tradicional paletó ou avental, prega de forma branda, sem os famosos retetés que arrebatam parte considerável dos jovens deusamorenses e principalmente, ignora completamente os usos e costumes que são legados deixados pelo seu avô, apostando em uma igreja sem religiosidade. Legitimo representante da geração “Z”, o jovem aspirante a líder, embora membro do clã Miranda, afirmou que ficou até os 25 anos de idade na Igreja sem ter um encontro real com Deus e que somente recentemente encontrou sua vocação. 

Entretanto, uma recente declaração do evangelista tem causando intenso frenesi entre os deusamorenses. Em uma Live, David Neto afirmou que está sendo criticado por estar disposto a “mudar algumas coisas” na denominação da sua família e que já teria inclusive deixado a diretoria ciente disso.
 “A gente está tendo bastante crítica, é normal, foi falado na mesa diretoria a agente vai começar a mudar algumas coisas da linguagem, trazer o evangelho de uma forma diferente… […]… a nossa missão nunca vai mudar é levar o evangelho cristocêntrico é tudo por Jesus… […] muita gente que sempre esteve acostumado com uma certa forma achou que a gente está saindo contrário do que a bíblia diz”, afirmou David Neto. 

Falando ainda sobre a doutrina, pilar importante para fomento dos usos e costumes na IPDA, David Neto fez questão de deixar claro que “o que não está na Bíblia não deve ser entendido como doutrina”, deixando claro por exemplo porque não usa apenas terno e grava em suas pregações.
 Pronto, isso foi o estopim para uma enxurrada de criticas ao jovem pregador que teve que publicar um vídeo explicando (ou tentando explicar), suas declarações. Veja no vídeo abaixo:
Um ministério em Mudança
O fato é que embora alguns deusamorenses tentem negar, o ministério tem sim dados sinais claros que pretende seguir uma linha doutrinária mais light nos próximos anos. Em 2017 por exemplo, em ação inédita, a IPDA promoveu uma palestra para explicar as diferenças entre doutrina e costume como parte do “XXVIII dia consagrado à Palavra de Deus”, promovido pelo CBDA (Curso Bíblico Deus é Amor), algo impensável na igreja a alguns tempos atrás. A própria Débora Miranda, uma das líderes da denominação na atualidade, chegou a endossar o coro por mudanças ao anunciar a nova credencial de membros. “O que adianta nós criarmos crentes religiosos. Eu vi muita gente fazer isso. Olha aqui minha credencial irmã Débora. Não falta um carimbo. Como se isso mostrasse que ela é fiel”, declarou a cantora na época.

E não é somente entre a família Miranda onde se borbulham o desejo por mudanças. No começo do ano passado uma pesquisa on-line promovida pela Rede Pentecostal, constatou que 85% dos membros da “Deus é Amor”, querem mudanças no regulamento da denominação, o que indica que aparentemente as mudanças mais profundas serão questão de pouco tempo.
 redepentecostal

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário