Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

sábado, 7 de março de 2020

Bolsonaro diz que ‘levou facada no pescoço’ e convoca atos ao vivo (vídeo)

Na ida para os Estados Unidos, o presidente da República, Jair Bolsonaro, fez escala por Boa Vista/RR, oportunidade em que discursou para apoiadores. Após negar veementemente ter compartilhado, por meio de seu número pessoal de WhatApp, vídeo de ato contra as Instituições, Bolsonaro convocou, ao vivo, a população a participar do referido ato. 

Logo que a jornalista Vera Magalhães divulgou notícia de que o presidente estaria convocando os cidadãos para ato em sua defesa, e contra as demais Instituições, utilizando até mesmo o atentado de Juiz de Fora como apelo emocional, o presidente havia dito que não estava fazendo nenhuma convocação. Que apenas compartilhara os vídeos em grupos restritos de amigos. E a jornalista foi duramente exposta e atacada em redes sociais por apoiadores bolsonaristas. 

Agora, em Roraima, o presidente da República assume publicamente sua vontade de que os brasileiros participem do ato em seu favor. Bolsonaro justifica, contudo, que o ato não será contra o Congresso Nacional ou contra o Poder Judiciário, apenas “pró-Brasil” – mesmo após toda a divulgação do ato como sendo em apoio a ele e contra “inimigos do Brasil”.


É um movimento que quer mostrar para todos nós, para o Executivo, Legislativo e Judiciário que quem dá o norte para o Brasil é a população. Não somos nós políticos que dizemos para onde o Brasil deve ir. Nós apenas conduzimos. E o povo que diz para onde o Brasil deve ir. O movimento de rua é muito bem-vindo porque, dessa forma, estamos submissos a lei como diz o artigo 5º da Constituição. Participem e cobrem de todos nós o melhor para o Brasil. Nós temos obrigação de atendê-los“, disse.
Assim como no vídeo, o presidente também aproveitou o momento para fazer um apelo, coincidentemente usando o termo “facada”, mas desta vez em sentido figurado. Aos presentes, Bolsonaro disse que “levou uma facada no pescoço”, em seu gabinete, por pessoas que não pensam no Brasil, somente neles, passando a mensagem de que alguém teria tentado chantageá-lo. Não há detalhes sobre quem seria o autor da facada nesse caso.
Fonte: UOL Notícias.


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário