Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

sábado, 4 de abril de 2020

Com pandemia avançando, postos vendem gasolina por até R$ 3,609

 
A ordem do Ministério da Saúde é para ficar em casa. Mas quem precisar pegar o carro para sair de casa, em meio à pandemia do novo coronavírus, conseguirá encher o tanque com gasolina bem mais barata. Tem posto vendendo o litro do combustível por até R$ 3,609 se o motorista baixar um App. O pagamento deve ser feito em dinheiro.

Mas, mesmo para quem não tem App, há valores bem acessíveis. No Guará, às margens da EPTG, a via mais movimentada do Distrito Federal, o abastecimento pode ser feito por R$ 3,699 o litro. Também às margens da EPTG, mas na altura de Águas Claras, a gasolina está saindo por R$ 3,759.

No Setor de Indústrias Gráficas (SIG), também tem gasolina a R$ 3,699 e é possível parcelar os gastos em até duas vezes no cartão de crédito. Os gerentes dos postos dizem que está valendo tudo para atrair à clientela. Há estabelecimentos com queda de até 80% nas vendas.

A queda dos preços favorece, sobretudo, os motoristas de aplicativos, que viram a demanda por seus serviços despencarem, e para aqueles que trabalham em setores considerados essenciais, como o de saúde. Nesse momento de emergência, esses profissionais não têm como ficar em casa.

Segundo gerentes de postos, nunca se viu uma situação como a atual. “Estamos no meio de uma guerra. Temos que entender que cada um precisa dar sua cota de sacrifício”, diz um gerente. Ele garante que, em todos os estabelecimentos, as medidas de segurança estão sendo tomadas para conter o novo coronavírus.

“Estamos cumprindo todas as recomendações de higiene”, explica o gerente. “Inclusive, reduzimos os horários de funcionamento dos postos, para que todos possam cumprir, dentro do possível, a determinação de ficar em casa”, acrescenta.

Desde o estouro da pandemia da Covid-19, as cotações do petróleo desabaram no mercado internacional. Isso tem permitido à Petrobras reduzir os preços dos combustíveis nas refinarias. Com as vendas em baixa, os postos estão repassando boa parte dessa redução aos consumidores.

CB
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário