Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

sábado, 4 de abril de 2020

CPI é prorrogada por 180 dias e investigará fake news sobre coronavírus

Deputados e senadores decidiram, na última quinta-feira (2), prorrogar por mais 180 dias a Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga notícias falsas na internet (CPI das Fake News). O novo prazo começa a ser contado no dia 14 de abril, um dia após a data prevista para o encerramento das atividades do colegiado. O requerimento contou com 209 assinaturas de deputados e 34 de senadores. 

O presidente da CPI, senador Angelo Coronel (PSD-BA), afirmou que a prorrogação permitirá aos parlamentares uma terceira etapa de trabalho, aprovando os requerimentos já apresentados e fazendo as audiências necessárias para conclusão das investigações.

— Esperamos abrir um foco de Investigações em cima de perfis que estão utilizando neste momento de pandemia para passar falsas informações e atentando contra a vida das pessoas. São verdadeiros marginais das redes sociais, que utilizam do anonimato, achando que jamais serão descobertos — declarou o senador.

Para Angelo Coronel, esse último turno da CPI servirá para aprovar o relatório da deputada Lídice da Mata (PSB-BA). Ele exaltou a necessidade dos trabalhos da comissão para combater as notícias falsas.

— Vamos colocar nossa parte técnica para descobrir quem são os patrocinadores dessas pessoas que utilizam de perfis falsos para poder usar as redes socais para depreciar as instituições, depreciar famílias, atentar contra a vida e agora estão atentando com falsas informações a respeito do coronavírus. Nós temos que banir, das redes sociais, os marginais digitais e também punir os seus financiadores — ressaltou o parlamentar.

Uma CPI pode ser prorrogada mediante assinatura de 27 senadores e 171 deputados. As atividades estão interrompidas desde 17 de março, quando, em decorrência da covid-19, foi cancelada a última reunião prevista. Pela primeira vez uma comissão de inquérito foi prorrogada por manifestação de parlamentares por meio remoto.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)
Fonte: Agência Senado
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário