Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

sexta-feira, 24 de julho de 2020

Caixa Tem: Saiba como liberar a conta bloqueada e receber o auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal informou ter bloqueado milhares de contas de poupança digital, utilizadas para pagamento do auxílio emergencial, por suspeita de fraudes. Os beneficiários nessa situação não conseguirão acessar o aplicativo Caixa Tem, nem fazer outras movimentações financeiras com o dinheiro recebido.

O banco anunciou que beneficiários com contas bloqueadas podem solicitar a liberação a partir desta quinta-feira (23). O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que há dois grupos que precisam regularizar o cadastro para liberar o acesso ao auxílio emergencial: 51% das contas bloqueadas possuem alguma suspeita de fraude, enquanto as outros 49% foram suspensas por inconsistência cadastral.

Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, Guimarães disse que o banco identificou grande número de fraudes operacionais no recebimento dos R$ 600. Um dos exemplos citados foi a utilização um mesmo número de celular por hackers para cadastrar vários pedidos do auxílio emergencial. 

“Ainda não podemos divulgar quantas contas foram bloqueadas por causa de investigações”, diz Guimarães. “Imaginamos que serão poucas pessoas que deverão realizar o desbloqueio para continuar recebendo o auxílio emergencial”.

Como liberar a conta?

Para liberar a conta digital e receber o auxílio de R$ 600, o beneficiário deve identificar qual é a situação do seu cadastro no aplicativo Caixa Tem para saber como proceder. 

Veja como atuar em cada caso:

Suspeita de fraude: o beneficiário precisa comparecer a uma agência da Caixa e apresentar um documento de identificação com foto para solicitar o desbloqueio da conta. De acordo com o presidente da Caixa, a medida serve para comprovar que o usuário é o titular da conta. Nesse caso, o titular receberá a seguinte mensagem: “É necessário regularizar seu acesso. Procure uma agência, de acordo com o seu calendário de recebimento”.

Inconsistência cadastral: o banco pede que o beneficiário acesse o Caixa Tem, solicite a liberação do acesso e envie a documentação pelo WhatsApp, no link indicado pelo aplicativo. Não é preciso comparecer à agência da Caixa. Nessa situação, o titular receberá a mensagem: “Para finalizar a validação do seu cadastro, vamos precisar que envie seus documentos por WhatsApp”.

Para evitar aglomerações, a Caixa informou que apenas quem já estava com o pagamento previsto pode comparecer às agências e solicitar o desbloqueio da conta. Caso o beneficiário ainda não se encaixe no calendário de pagamentos, é preciso aguardar para pedir a liberação do acesso. 

Perguntada sobre as falhas na segurança do aplicativo e a quantidade de fraudes, a Caixa respondeu que “o aplicativo Caixa Tem possui múltiplos mecanismos integrados de segurança, mantendo-se inviolável e seguro”. O banco também reforçou a recomendação para que os beneficiários só utilizem os aplicativos oficiais e não compartilhem informações pessoais.

OTEMPO

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário