Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Alckmin: ‘Voto em Bolsonaro abre caminho para volta do PT’

O candidato do PSDB à presidência da República, Geraldo Alckmin, afirmou, nesta quinta-feira (13), que os eleitores de seu adversário, Jair Bolsonaro, estão “abrindo caminho para a volta do PT”. A declaração foi dada durante sabatina dos jornais O Globo e Valor Econômico e pela revista Época.
Durante a entrevista, o presidenciável falou sobre suas propostas e ideias de governo. Ele também criticou os partidos de esquerda e definiu os outros candidatos como vários tons de PT. Alckmin disse que votar no candidato do PSL irá possibilitar que o PT retorne ao poder.

– Muita gente que está votando no Bolsonaro não sabe que está elegendo o PT. Muita gente está votando no Bolsonaro e dando passaporte para volta do PT e o que eu puder fazer para evitar isso vou fazer. Acho que vai ter voto útil, à medida que vai avançando a campanha – explicou.
O candidato do PSDB também deixou claro que seu partido sempre foi da oposição e que os outros partidos são todos relacionados ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva.

– Tem vários tons de PT, como disse o Boulos. O PT e os adoradores do Lula. Tem o Ciro, a Marina, o Boulos e o Meirelles, que foi presidente do Banco Central (na gestão Lula). Nós sempre fomos oposição – disse, ao se referir ao projeto de outras correntes nas eleições – apontou.
O presidenciável também comentou as denúncias contra membros do PSDB, como o ex-governador do Paraná, Beto Richa. De acordo com ele, seu partido não passa “a mão na cabeça de ninguém”, mas que é preciso esperar a conclusão das investigações.

– Nós não passamos a mão na cabeça de ninguém. O que vejo é que há necessidade de proteger as instituições. Queremos que se investigue, puna os culpados e absolva os inocentes. Pessoas citadas devem se explicar. É claro que foi uma grande surpresa. Vamos aguardar as investigações – destacou.
Ao longo da entrevista, Geraldo Alckmin voltou a criticar novamente Jair Bolsonaro e disse que, ao longo do tempo que passou na Câmara dos Deputados, só votou de maneira corporativa.

– O que é Bolsonaro? Corporativismo puro. Sete mandatos defendendo carreira, corporação. Vota contra quebra do monopólio do petróleo, das telecomunicações, contra o Plano Real. É preciso mudar o sistema eleitoral – ressaltou. informações pleno.news

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário