Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Donos de construtora são presos suspeitos de aplicar golpes de R$1,3 mi

Um casal foi preso na última sexta-feira (8) suspeito de aplicar golpes que somam R$ 1,3 milhão em prejuízos a pelo menos seis vítimas em Pelotas, no Rio Grande do Sul. Os alvos dos supostos estelionatários eram famílias interessadas em comprar casas em dois condomínios de classe média alta, segundo a Polícia Civil.

O casal proprietário da construtora Junior Rodeghiero vendia imóveis que nunca terminavam de ser construídos. A polícia diz que as obras eram executadas com material de má qualidade, com vários problemas estruturais.

A investigação comandada pela delegada Walquiria Meder, da 2ª Delegacia de Pelotas, começou em setembro do ano passado após o recebimento de denúncias das vítimas. 

"No decorrer da investigação, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na construtora e residência do casal. Nos documentos analisados foram identificados fortes indícios de que os estelionatários pretendiam deixar o país", contou a delegada. 

Por causa desse possível plano, a Polícia Civil pediu e teve autorizadas as prisões preventivas de J.L.S.R.JR., 30, e P.B.C.R., 34, encaminhados ao Presídio Regional de Pelotas.
O inquérito será finalizado até esta amanhã, com o envio das denúncias à Justiça.

A reportagem do UOL tentou contato com a construtora Junior Rodeguiero, mas não teve sucesso.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário