Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

quinta-feira, 21 de março de 2019

Eduardo Bolsonaro rebate críticas de Malafaia após comentário sobre imigrantes

Às críticas do pastor Silas Malafaia não passaram despercebidas aos olhos de Eduardo Bolsonaro. O filho do presidente também fez questão de responder diretamente ao pastor pelo Twitter, após ser criticado por declarar em uma entrevista que os imigrantes ilegais brasileiros seriam uma vergonha para o Brasil.

A resposta de Eduardo Bolsonaro veio após uma série de críticas de Silas Malafaia contra uma declaração em que o filho do presidente afirma  ser uma vergonha para o Brasil a existência de imigrantes ilegais.

“[Os imigrantes brasileiros] não são vagabundos nem pilantras, pelo contrário, trabalhadores que foram tentar a vida fugindo do desemprego. Isso é a maioria deles! O filho do presidente, Eduardo Bolsonaro, ajudaria muito mais ao governo do seu pai, parando de falar asneira”, escreveu Silas em sua conta no Twitter.

Eduardo, no entanto, disse que foi mal interpretado pela mídia e sugeriu que Silas Malafaia não deveria se deixar influenciar por essas distorções.

“Se o senhor parasse de se informar pela extrema imprensa também ajudaria”, disse Eduardo, segundo informações de O Dia, explicando que também já foi um imigrante nos Estados Unidos e trabalhou “lavando pratos com mexicanos e peruanos numa cozinha cercada de neve”, no estado do Colorado.

“Mas te entendo, também ficaria bravo se alguém generalizasse os brasileiros no exterior”, continuou Eduardo, amenizando o tom contra o pastor.

Em outra publicação, o filho do presidente procurou justificar sua declaração explicando qual foi sua intenção ao falar de “vergonha nossa”.

“A jornalista me perguntou porque a gente ficava preocupado com os brasileiros que iam para o exterior e eu citei o caso do Marcos Arsher quando ele cometeu o crime de tráfico internacional de drogas ao tentar entrar na Indonésia com cocaína e eu falei que isso era uma vergonha para todos nós brasileiros. Então, certamente um país sério se comporta de forma séria com os seus nacionais”, conclui.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário