Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

quarta-feira, 1 de maio de 2019

Governo federal sinaliza repasse de R$ 120 milhões para obras da BR-116

O presidente Jair Bolsonaro sinalizou nesta terça-feira (30) que o governo poderá liberar mais R$ 120 milhões para a duplicação da BR-116 ainda neste ano. A medida foi anunciada durante encontro com o governador Eduardo Leite e uma comitiva de políticos e empresários que pressionam pela finalização da obra. 

A garantia do recurso depende de suplementação do orçamento. Se houver aprovação do Ministério da Economia, também será necessária aprovação do Congresso.
A apresentação dos dados coube ao ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que assegurou a duplicação de 60 km da estrada em 2019. Se houver suplementação, seria possível entregar mais 45 quilômetros ainda neste ano, totalizando 105 quilômetros.
A obra, que começou em 2010, tem 210 quilômetros ao todo. Alguns dos lotes estão paralisados ou enfrentam lentidão por escassez de recursos.
Também presente na audiência, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse a GaúchaZH que irá se empenhar na próxima reunião da junta orçamentária para que a BR-116 receba a suplementação. O encontro, que envolve integrantes da cúpula econômica do governo, deve ocorrer ainda em maio.
— Vamos brigar na junta orçamentária para buscar mais R$ 120 milhões. O presidente Bolsonaro entende que a obra é prioritária — afirmou.
Mesmo sem a garantia de recurso extra, o governador Eduardo Leite considerou o encontro “positivo”, pela possibilidade de demonstrar a necessidade de finalizar a duplicação da estrada.
— Mais do que busca de recursos, nossa intenção era dar ciência ao presidente e sua equipe de que esta obra precisa ser priorizada no orçamento da União — disse o governador.

Expectativas não foram atendidas

Embora satisfeitos com o gesto de Bolsonaro em realizar a audiência, integrantes da comitiva admitiram frustração com o resultado do encontro. A expectativa era de que houvesse garantia de que as obras seriam finalizadas no ano que vem.
— Saio um pouco frustrado porque esperava um anúncio do governo de que esta obra fosse entregue ainda em 2020, mas otimista porque o governo sinalizou, a gente precisa seguir cobrando — comentou o deputado federal Daniel Trzeciak, de Pelotas. gauchazh
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário