Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Kataguiri critica protestos e alerta para ‘idolatria cega’ (vídeo)

“São grupos absolutamente adesistas que estão organizando as manifestações do dia 26”, disse o líder do MBL sobre os protestos do próximo domingo.

Em vídeo divulgado no YouTube na manhã desta segunda-feira (20), o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) reforçou o posicionamento do Movimento Brasil Livre (MBL) contra os protestos convocados para o próximo domingo, dia 26 de maio.

“Nós não vamos para a manifestação no dia 26, não vamos divulgar, não estamos defendendo”, afirmou Kim.

Segundo o deputado, a razão para esse posicionamento do MBL são duas supostas “pautas antirrepublicanas” das manifestações: invasão do Congresso Nacional e fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF).

“O problema não está na instituição. O problema está em ação de pessoas que utilizam o poder da instituição pros seus fins pessoais”, explicou o deputado.

“Defender e fechar o Supremo é coisa de revolucionário. Não tem nada de conservador, não tem nada de liberal”, acrescentou Kim.

Kim manteve o padrão de críticas do MBL aos apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao atacar os grupos que convocaram os protestos:
“São grupos absolutamente adesistas que estão organizando as manifestações do dia 26. São grupos que independentemente do que o presidente Bolsonaro faça estão lá junto com ele, estão lá apoiando ele.”
O deputado federal também afirmou que Bolsonaro e seus ministros precisam ser criticados e criticou a “idolatria cega”:
“O presidente da República quando erra precisa ser criticado sim. […] Isso precisa ser pontuado. Não essa idolatria cega, não criar uma seita. Se não vai ser simplesmente um PT, uma CUT azul. Esse é o nosso posicionamento.”

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário