Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Autor de impeachment de Dilma diz que Bolsonaro pode cair

O jurista brasileiro Miguel Reale Junior, autor dos pedidos de impeachment de Fernando Collor e Dilma Rousseff, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro cometeu crime de responsabilidade ao proferir um insulto de cunho sexual contra a jornalista da Folha de São Paulo, Patrícia Campos Mello, nesta terça-feira (18).

Na visão do jurista, a maneira como Bolsonaro tratou a jornalista fere o decoro presidencial e permite que um processo de impeachment seja instaurado. “Bolsonaro desrespeitou a jornalista, a mulher e o ser humano. É algo que ofende mais profundamente a dignidade humana, e não só o decoro. Sem dúvida, isso se enquadra como crime de responsabilidade”, afirmou.

Reale Jr. afirmou que essa não é a primeira vez que Bolsonaro se comportou em desacordo com o cargo presidencial. “Mas, agora, ele rompeu com todos os limites. De forma afrontosa, rompeu com o que se exige de qualquer pessoa, e não só de um Presidente da República. Foi asquerosa a menção chula que ele fez ao dizer que a jornalista quis dar o furo”.

Após a declaração de Bolsonaro, a Folha de São Paulo emitiu uma nota criticando a postura de Bolsonaro. Para o jornal, Bolsonaro vilipendiou “a dignidade, a honra e o decoro que a lei exige do exercício da Presidência”.

Porém, Reale afirmou que não formulará nenhuma representação contra o presidente. “Já redigi o [pedido de impeachment] do Collor e o da Dilma. Agora quero assistir ao do Bolsonaro”.
Fonte: Veja

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário