Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

quinta-feira, 19 de março de 2020

Pastor da Coréia do Sul pede desculpas por propagar coronavírus

Lee Man-Hee, considerado o mais poderoso pastor pentecostal da Coréia do Sul, ajoelhou-se e implorou perdão em uma entrevista coletiva. O líder religioso é responsável por 60% dos mais de 8 mil casos confirmados de coronavírus no País. 

As mortes na Coréia já passam de 90 e a maior parte dos infectados fazem parte da seita religiosa de Lee. Em janeiro, ele enviou um grupo de sua igreja para Wuhan, epicentro da pandemia do Covid-19, prometendo curar os chineses infectados. A situação é tão gravo que o pastor está prestes a ser indiciado por homicídio culposo. 

A equipe enviada por Lee não só não curou chineses, como voltaram infectados para Coréia e espalharam o coronavírus. As autoridades sanitárias do país já identificaram que em média, três a cada cinco pacientes carregam herdeiros do vírus importado pelo grupo religioso.
As informações são da BBC News.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário