Translate

Compartilhe

https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/videos/1384339188276453/

search este blog

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Bolsonaro dará continuidade ao programa Mais Médicos

Com a saída de Cuba do programa Mais Médicos do Brasil, nesta quarta-feira (14), o Ministério da Saúde vai lançar um edital nos próximos dias. A oportunidade será para médicos que queiram ocupar as 8.332 vagas deixadas pelos profissionais. 

– Será respeitada a convocação prioritária dos candidatos brasileiros formados no Brasil seguida de brasileiros formados no exterior. O governo federal está adotando todas as medidas para garantir a assistência dos brasileiros atendidos pelas equipes da Saúde da Família que contam com profissionais de Cuba – informou o ministério através de comunicado oficial.

O governo de Cuba justificou a saída do programa por considerar inaceitáveis as exigências feitas por Jair Bolsonaro e disse que as mesmas violam acordos anteriores. O presidente eleito disse que a permanência dos cubanos está condicionada à realização do exame aplicado aos médicos que se formam no exterior e querem atuar no Brasil.

Em conversa com a imprensa, na sede do governo de transição, Bolsonaro declarou que não irá acabar com o programa Mais Médicos.

– Estamos formando, tenho certeza, em torno de 20 mil médicos por ano, e a tendência é aumentar esse número. Nós podemos suprir esse problema com esses médicos. O programa não está suspenso, médicos de outros países podem vir para cá. A partir de janeiro, pretendemos, logicamente, dar uma satisfação a essas populações que serão desassistidas – afirmou o presidente eleito. Informações pleno.news
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário